20+ Pessoas que se achavam expert na arte da mentira, mas foram desmascaradas

Os psicólogos destacam que algumas pessoas se acostumam tanto a mentir que acabam fazendo isso mesmo sem razão aparente ou benefício, e suas mentiras costumam ser fáceis de desmascarar. E ao interlocutor só resta ficar perplexo com a falta de motivos para essas invenções. Muitas vezes, os impostores se confundem na própria lorota, e é nesse momento que eles podem ser pegos no pulo.

Nós, do Incrível.club, encontramos histórias de pessoas que desmascararam alguns farsantes, deixando-os em uma verdadeira saia justa.

  • Conheci um cara que disse que era empresário e dono de uma rede de quiosques. Isso era considerado chique nos anos 90! E depois eu o vi dirigindo um bonde. Ele também me viu, mas não tinha para onde correr. © Tatiana Shumakova / Facebook
  • No meu currículo, coloquei conhecimento da língua tcheca, cujo livro estava juntando poeira lá em casa. Afinal, quem iria verificar se eu realmente falava tcheco? Passei na entrevista e ninguém me perguntou mais sobre o idioma. Um ano depois, já havia esquecido dessa mentira, quando minha chefe comentou: “Depois de amanhã chegarão alguns fornecedores, e você fará as negociações. Finalmente, seu conhecimento em tcheco será útil!” Durante a reunião, a chefe, sem entender nada, estava contente com as negociações, enquanto os tchecos riam de mim porque eu só perguntava “Onde fica o hotel?” e repetia que não sabia falar o idioma deles. Contudo, por fim, eles aceitaram nossos preços. © Podslushano — Zdes govoryat o tebe / VK
  • Recebia mensagens de um rapaz todas as noites da série “Não consigo viver sem você” e outras frases do tipo. Até que o celular dele foi parar nas minhas mãos, e o segredo foi revelado: ele escrevia isso para outras cinco garotas simultaneamente. Só copiava e colava. © Bakhiniso Abdushukyrova / Facebook
  • Um mecânico tentou me convencer de que eu precisava lubrificar o radiador do meu velho carro que não tinha radiador. Inclusive me mostrou a tira de pH para provar que o líquido havia ficado ácido. Então eu disse que se ele pudesse me mostrar o radiador, pagaria alegremente pelo serviço. Ver o rosto dele quando abriu o capô do meu carro foi impagável. © wintertash / Reddit
  • Um homem e uma mulher andavam pelos vagões de um bonde cantando canções com vozes doces e com o acompanhamento de um violão, enquanto vendiam seus CDs e falavam da bondade que havia em seus corações quando escreveram essas canções. Só que, enquanto cantavam as músicas, tive a sensação de que já havia ouvido uma delas antes. Pesquisei as palavras na internet e eu estava certo. Esperei até que terminassem de cantar e perguntei de quem era a música, e eles: “Nós mesmos a escrevemos, com pura bondade e felicidade”. Então sugeri que era feio se apropriar da criatividade de outra pessoa. Depois disso, o casal passou a cantar em um tom menos contente e desceram na parada seguinte sem arrecadar mais dinheiro. © Mit.ya / Pikabu
  • Antigamente, eu gostava de escrever, inclusive fiz um livro. Combinei com meu tio para ele ler e apontar os erros, então o enviei o livro. Ele havia destacado uma série de erros, que passei um mês inteiro corrigindo. Por acaso, entrei em um site e, para minha surpresa, o meu livro já havia sido publicado lá, só que com a autoria do meu tio. © Podslushano — Zdes govoryat o tebe / VK
  • Tive uma amiga na escola que mentia muito mal. Vivia contando histórias sobre seu namorado Pablo, um barman. Houve episódios muito pitorescos, e no final de um deles Pablo havia morrido em um confronto de gangues. Ela estava sofrendo muito naturalmente com a perda dele. Contudo, ela se esqueceu e alguns dias depois veio com outra história sobre o Pablo. Então, falamos: “Espere um minutinho! Como isso é possível se ele está morto?” E ela respondeu calmamente: “Ah, eu não falei? Ele ressuscitou!” © Lesia Bašić / Facebook
  • Quando meu irmão tinha 8 anos de idade, ele falou que era alérgico a ovos. Porém, mais tarde descobrimos que sua alergia era seletiva. Ele nunca comia ovos mexidos e saladas onde a gema ou a clara eram visíveis. Mesmo assim, gostava de macarrão, torrada francesa e panquecas. Alguns anos depois, em um avião, a comissária disse que havia sobrado apenas omeletes. O rosto do meu irmão ficou branco e eu pedi duas porções, esperando que ambas fossem para mim. Depois de comer minha refeição, perguntei se eu também poderia comer a dele. Mas ele recusou. Cochilei e uma hora depois acordei com o barulho alto de mastigação. Não sei o que mais me chocou: o fato de meu irmão ter comido cinco porções de omelete, ou o fato de ele não ter dividido comigo. © Johnson Jnr Tia / Quora
  • Tenho um amigo que supostamente alcançou o sucesso. Após dez anos sem nos ver, ele sugeriu que nos encontrássemos. Disse que seu programa estava prestes a conquistar o coração de milhões de pessoas: uma super start-up! Também falou sobre como conseguiu seu emprego como programador, e como sua vida começou imediatamente a subir. Contou que as garotas agora fazem fila para conhecê-lo, e que só andava de Lamborghini e Porsche. E então eu tive de arcar com a conta dele e ainda pagar pela corrida de táxi para que ele chegasse ao metrô. © virunga / Pikabu
  • Eu trabalho em um estúdio de câmeras de transmissão: alugamos câmeras para programas, notícias, esportes etc. Alguns anos atrás, um cliente alugou alguns equipamentos, incluindo uma lente olho de peixe muito rara e cara. Esse tipo de lente não é mais produzida, portanto, é impossível substituí-la e é muito caro consertá-la. Acontece que o cliente devolveu o equipamento e a lente estava quebrada. Ele negou, alegando que nem havia usado. Contudo, ele tinha esquecido uma fita dentro de uma das câmeras e, ao assisti-la, vimos um caminhão indo na direção da lente e quebrando-a. Então peguei a fita e fui ao escritório desse cliente. Deixei que gritasse um pouco e depois mostrei a ele e aos colegas a fita. A expressão em seu rosto não teve preço. O conserto ficou em 20 mil dólares. © Razor-dome / Reddit
  • Fiz amizade com um colega de trabalho, pois amávamos carros antigos clássicos. Ambos gostávamos de consertar motores, instalar aparelhos de som, trocar o óleo e procurar as causas dos problemas. Uma vez, ele disse que tinha um motor muito potente em sua garagem. E eu há meses vinha pedindo para dar uma olhadinha nesse motor, mas ele sempre tinha uma desculpa para eu não poder visitá-lo. Em um sábado, passei na casa dele quando soube que ele estaria trabalhando em sua garagem. Eu o peguei de surpresa. Pedi para ver o motor, mas acabei ouvindo: “Você não vai acreditar, ele foi roubado ontem à noite”. Fiquei bastante perplexo e chocado. Naquele momento, o pai dele estava cortando o gramado e eu mencionei que estava triste por saber que o motor havia sido roubado. Foi assim que descobri que o pai não sabia da existência desse motor e do seu roubo. Depois disso, meu amigo confessou que inventou a história só para fazer amizade comigo. © Bob Johnston / Quora
  • Aos 14 anos, eu era inexperiente em casos amorosos e não sabia como terminar com um namorado. E não podia simplesmente dizer que não estava mais a fim dele. Então tive uma ideia genial e resolvi escrever para ele: “Pode ficar com ela”. Dessa forma, o rapaz simplesmente imaginaria que eu era maluca e largaria de mim. Só que, de repente, recebi a resposta: “Ela está mentindo para você! Não houve nada entre nós. Ela é apenas a irmã de uma amiga, que se apaixonou por mim!” Isso é o que chamo de acertar o alvo. © Podslushano — Zdes govoryat o tebe / VK
  • Como gerente do departamento de controle de qualidade, já peguei pessoas mentindo muitas e muitas vezes. Uma vez, uma das funcionárias, cujo turno começava às 13 horas, ligou por volta do meio-dia dizendo que estava doente e não poderia ir trabalhar, e me pediu para dispensar sua colega de trabalho. Então respondi: “Sem problemas. E em qual restaurante você está esperando por ela, no Halfway ou Millers? Porque eu posso ouvir a música ao fundo”. Nesse momento ela desligou o celular. © Terence Kreft / Quora
  • Uma vez, minha sogra me mandou uma mensagem, que deveria ter sido enviada para sua amiga, dizendo o quanto ela não gostava de mim. Embora ela tenha me dito o contrário há anos. Aposto que minha sogra realmente se arrependeu de ter feito esse engano. © Amorina_Davies / Reddit
  • Minha irmã sempre reclamou da pensão que recebia do seu ex-marido. Então, nós a ajudávamos com dinheiro e comprávamos ração para o cachorro dela e até papel higiênico. Logo descobri que ela estava comprando coisas caras, que nós mesmos não podíamos bancar, em parte porque estávamos dando dinheiro para ela. Minha irmã ia com a filha a restaurantes onde não podíamos levar nossos próprios filhos. Discutimos com a família como lidar com isso, mas estávamos indecisos. Ela tinha tantas histórias tristes sobre sua vida trágica. Certa vez, em uma festa, acabou revelando quanto dinheiro estava recebendo do ex-marido. Acontece que ela tinha mais dinheiro do que nós, e todo esse tempo estava apenas nos enganando. © Anonymous / Quora
  • Eu tenho uma amiga que está acima do peso. Ela vivia postando fotos lindas de outra garota e conversando com rapazes. Eles a convidavam para sair, mas ela sempre se recusava. Um dia, um deles acabou encontrando-a e ficou surpreso ao vê-la. Então minha amiga o enganou novamente, dizendo que havia sofrido um acidente e acabou engordando com os medicamentos tomados. O pior de tudo é que ele acreditou e eles estão namorando há mais de um ano. O rapaz ainda está esperando que ela perca peso. © Podslushano — Zdes govoryat o tebe / VK
  • Tenho uma amiga, dona de seu próprio negócio, que tinha um namorado bonito e simpático. Ela dava muita coisa para ele e pretendia presenteá-lo com um carro no seu aniversário de 30 anos. Na véspera da festa, uma estranha entrou em contato com ela e pediu para que parasse de pegar o dinheiro do rapaz e que lhe devolvesse o carro. Minha amiga decidiu não perder a cabeça e não disse nada ao namorado. Ela se divertiu muito no aniversário dele, e no final da noite saiu de cabeça erguida. Minha amiga deu o carro aos pais, e o rapaz teve de pagar a festa de aniversário com um empréstimo. Há rumores que ele vem pagando até hoje, por dois anos, porque depois da separação não aprendeu a viver modestamente. © Palata № 6 / VK
  • Seu nome era Vitório e tinha 45 anos. Ele costumava mentir tão descaradamente que todos acreditavam nele. Afirmava ter uma carreira brilhante, mas morava com a mãe, e vivia da pensão dela, em um apartamento alugado. Uma vez, ele ligou para uma amiga minha e começou a contar a ela sobre sua vida feliz, seu casamento com uma francesa, sobre suas férias em Bali, onde agora passava a lua de mel com sua jovem esposa. Por ironia do destino, enquanto falavam pelo celular, minha amiga se deparou com ele na rua. Ela disse que nunca havia rido tanto em sua vida. © Alla Kudryavtseva / Facebook
  • Em um site de namoro, conversei com um cara e o convidei para um encontro. Começamos a namorar, depois nos casamos e estamos juntos há sete anos. Só depois ele admitiu que naquele site eu estava conversando com um amigo dele. E foi esse amigo que eu convidei para o nosso primeiro encontro, mas ele não pôde ir! Por algum motivo, não adiou o compromisso, mas mandou meu atual marido em seu lugar. Tínhamos apenas conversado on-line e eu não havia visto nenhuma foto dele. Amo meu marido, mas agora não consigo fazer com que a sensação de ter sido enganada pelo destino vá embora. © Podslushano — Zdes govoryat o tebe / VK
  • Quando eu tinha 12 anos, tinha anéis de ouro com zircônias. Eu os emprestei a duas amigas. Uma devolveu dias depois, mas a outra disse que já tinha me devolvido e que provavelmente eu havia esquecido. Alguns meses depois, no baile da escola, eu a vi com um anel igual ao meu. Questionei-a sobre isso e ela afirmou que havia o ganhado de sua irmã. Então sugeri que fossemos até minha mãe, pois ela seria capaz de identificá-lo, já que tinha a nota fiscal e o número de série. Naquele momento minha amiga tirou o anel e o jogou em mim, dizendo: “Se você não tem consciência, pegue-o! A honestidade é mais importante para mim”. Anos depois, me confessou que não resistiu e roubou, porque eu tinha um anel e ela não. © IIapTu3aHka / Pikabu
  • Quando eu era pequena, minha mãe tinha uma amiga bem de vida, que tinha uma filha chamada Marina, da mesma idade que eu. Um belo dia, pequenas quantias de dinheiro começaram a desaparecer na casa dessa família. A mãe da menina passou a desconfiar e brigar com todos ao redor, mas nunca encontrava pistas. Ao mesmo tempo, Marina começou a aparecer com todos os tipos de adesivos e brinquedinhos. Mas “Marina não faria isso! Ela sabe que a mãe compra tudo para ela de qualquer maneira”. Passado algum tempo, a campainha de casa tocou, minha mãe abriu e lá estava a amiga dela, que me acusou: “Você roubou três anéis de ouro que herdei da minha mãe”. Eu nem sabia da existência daqueles anéis, e disse chorando: “Não fui eu, isso não é verdade”. Felizmente, minha mãe está sempre do meu lado e disse à amiga para procurar em outro lugar. No dia seguinte, a história se repetiu, só que agora ela havia trazido Marina, que também estava me acusando. Passados seis meses, os anéis foram encontrados nas coisas de Marina, todos cheios de marcas de mordida: ela os entortou com os dentes para que não escorregassem de seus dedos. Só então elas vieram se desculpar. © Molchankina / Pikabu
  • Nos meus primeiros anos de faculdade, trabalhei como garçonete em um restaurante. Lá, tinha uma colega que havia inventado uma história sobre um homem necessitado que ela conheceu na frente de uma banca de jornal e que a pediu para que o comprasse uma barra de chocolate. Com pena do homem, ela comprou o chocolate. Por fim, ele não era um sem-teto, mas um milionário que, dessa forma, estava tentando encontrar uma garota que não fosse interesseira. Depois disso eles viveram felizes para sempre. © Ksenya Presnyakova / Facebook
  • Fui a trabalho por uma semana para outra cidade. Enquanto estava fora, meu marido dizia estar preocupado e esperando por mim. Ao voltar para casa, vi uma nova escova de dentes rosa. Pensei, nossa, como meu marido é fofo! Gritei do banheiro: “Obrigada, querido. Mas por que você comprou uma escova nova?” E ouvi a resposta: “Escova? Eu não comprei nada”. Dei uma olhada mais de perto e notei que ela não era nova, e tinha um pouco de pasta de dente grudada. Depois percebi que tinha lingerie de outra pessoa jogada pelo quarto. Isso sim que é uma mulher esperta. Espero que eles sejam felizes. © Podslushano / Ideer
  • Eu conheci um homem divorciado. Ele vivia financeiramente quebrado, dizia que ajudava o filho que tinha com a ex e que passava muito tempo com o pequeno. Uma vez, encontrei a amiga da ex-mulher dele durante uma visita à casa de alguns amigos. Fiquei sabendo através dela que esse homem falava que eu exigia presentes dele e não o deixava ver o filho, por isso, ele não visitava a criança há mais de seis meses e não pagava pensão alimentícia. © Buterbrodik / AdMe

E quanto a você, qual foi a mentira mais deslavada que alguém já te contou? Comente!

Imagem de capa Podslushano / Ideer
Compartilhar este artigo