Incrível

20+ Pessoas que foram honestas sobre coisas que só quem cresceu na pobreza pode entender

5-28
25k

Ernest Hemingway disse que a pobreza torna um homem sagaz. Essa ideia foi confirmada com sucesso em uma nova sequência de comentários no Reddit, nos quais os usuários contaram sobre as experiências de sua infância difícil.

Nós, do Incrível.club, lemos muitas histórias e notamos que a maior parte delas, apesar de conter um aspecto comovente, deixou lembranças surpreendentemente agradáveis. No final do post, o autor do texto acrescentou algumas histórias de sua infância, como um bônus. Confira!

  • Sempre que meu amigo vinha para minha casa passar a noite, a minha mãe não jantava, para deixar um pouco de comida para ele. É claro que eu fiquei impressionado quando cresci e descobri a verdade. Além disso, eu nunca esquecerei dos fantásticos aniversários e feriados para os quais os meus pais poupavam dinheiro. © duddy33
  • Eu lembro que a procura por uma árvore de Natal se transformou em uma boa tradição familiar. À noite, nós estávamos procurando lugares onde elas ainda estivessem à venda. Nove em cada 10 casos, quando nós encontrávamos uma árvore, os vendedores diziam: “Levem essa daqui”. Eles ficavam felizes por se livrar das últimas árvores. © ijustwanttobehonest
  • À noite, eu me sentava na entrada de casa e gostava de escutar os sapos coaxarem e os grilos cricrilarem. Nós não tínhamos televisão nem videogames. A natureza era o nosso entretenimento. © MarkusRight
  • Eu pensava que computadores gratuitos na biblioteca e passeios em parques eram as melhores coisas na vida. © boob__punch
  • Eu nunca senti que precisava de algo, além de comida e de um teto sobre a minha cabeça. Até hoje, eu não tenho vontade de gastar dinheiro em coisas supérfluas e entretenimento. © blahwoop
  • Os cubos de caldo de carne sempre eram úteis. Para fazer uma sopa, era só cozinhar vegetais com um cubo desses. E o Snickers parecia mais gostoso quando eu o dividia em 4 partes, na noite de Ano Novo: para mim, meu irmão e meus pais. © NinetyNine
  • Quando eu tinha 14 anos, perguntei à minha mãe por que nós deixamos de fazer sopas com cubos de caldo, já que antes era mais gostoso. Ela disse que agora nós tínhamos dinheiro para comprar carne. © UtanMening
  • Antes, eu me perguntava por que minha mãe e meu pai não gostavam de doces, salsichas e carne. Por que eles eram adultos, mas costumavam comer apenas um terço do prato de uma criança, e por que não queriam jantar, pois quase nunca estavam com fome. © Kavkazets
  • A pizza é o melhor presente de aniversário. Uma pizza inteira com o seu recheio favorito, só para você. © SuddenTerrible_Haiku
  • Eu me sentia muito culpado quando tinha de pedir para os meus pais coisas para o colégio. Por isso eu sempre tinha medo de projetos de artes. Sim, eram só 20 reais, mas precisávamos desse dinheiro para viver. © Monteze
  • Eu frequentava um colégio feminino antes de entrar na faculdade. Os pais de várias colegas minhas não deixavam que elas viessem até minha casa, fazendo com que eu me sentisse sozinha e inútil. Depois de alguns anos, eu consegui concluir meu curso de doutorado. © Cookiesforshorts
  • Viver em uma tenda só é divertido quando se tem a própria casa. © heyitsvonage
  • Eu tenho certeza de que qualquer coisinha brilhando na terra pode ser uma moeda. © Obi-Anunoby
  • Eu não sei sobre os outros estados, mas em Minnesota, não podem desligar o aquecimento no inverno por falta de pagamento, porque alguém pode congelar dentro de casa. Então, esse é um bom momento para não pagar, e aproveitar o dinheiro para pagar outras contas. © Sharcbait
  • Minha mãe levou meu irmão e eu para uma cantina, como voluntários, para ajudar os pobres. “Nós devemos ser sempre gentis com os menos afortunados”, disse ela. E depois que terminamos nosso trabalho, comemos com os outros, porque era tarde demais para cozinhar em casa. Assim a minha mãe nos afastava da realidade: nós também éramos pobres. © Wheel_redbarrow
  • Nós não conseguimos viajar nas férias, por isso fomos para um hotel perto de casa, para passar uma noite. Até hoje, eu lembro da piscina e do café de manhã gratuito. © uchizuna
  • Eu lembro que minha bisavó tinha uma pequena horta que ela mesma cuidava. Ela tinha colheitas de morango e batata, mesmo que fossem pequenas. Durante muito tempo, frutas vermelhas foram a única sobremesa disponível. A minha bisavó também visitava um mercado para vender coisas antigas, para que a família pudesse ter algum dinheiro a mais. © LampaKota
  • Até os meus 10 anos, a minha irmã e eu crescemos na pobreza, apesar de não sabermos disso. Algumas vezes por semana, o meu pai nos dizia que muitas pessoas jogavam lixo na estrada, e nós tínhamos que fazer o nosso melhor para deixá-la mais limpa. Era por isso que recolhíamos garrafas e latas, que depois, entregávamos para reciclagem. Só mais tarde, eu percebi que era porque não tínhamos dinheiro suficiente para comer. © apalacrypto
  • Quando surge algo extra, nós temos de compartilhá-lo com os outros. Essa é a melhor maneira de nos mantermos humanos. © thatnomadsucks

Bônus do autor

  • Procurar moedas perdidas na entrada de uma loja, para poder andar de ônibus, foi divertido.
  • Um ioiô caseiro feito de corda e duas tampas de garrafa, uma pistola de água feita de uma garrafa com buracos, e uma pena de pássaro fixada em uma maçã, são os melhores brinquedos para as crianças.

E você, tem alguma história como as que foram mencionadas acima para compartilhar com a gente?

Imagem de capa UtanMening / Pikabu
5-28
25k