Incrível
Incrível

18 Fatos pouco conhecidos sobre a vida da rainha Elizabeth II

Uma das líderes mais populares da história, a rainha Elizabeth II possui uma vida pessoal bastante reservada. Embora os tabloides britânicos amem publicar notícias sobre a família real, a população em geral tem pouco conhecimento sobre a vida pessoal da monarca, cujo reinado é o mais longo da história do Reino Unido.

O Incrível.club reuniu os fatos e feitos mais interessantes de sua vida. Acompanhe:

A rainha sabe consertar aparelhos eletrônicos e atirar

Em fevereiro de 1945, pouco antes do fim da Segunda Guerra, Elizabeth fez parte do exército britânico, no Serviço Subterritorial Auxiliar. Ali, treinou como atiradora, motorista e mecânica. A rainha, no entanto, nunca foi para a frente de batalha.

Atuou no cinema

A rainha participou de um curta metragem com James Bond (Daniel Craig). E ainda foi eleita a melhor "Bond girl"!

Ela tem duas datas de aniversário

Ela comemora seu aniversário duas vezes por ano: em 21 de abril (com sua família) e, oficialmente, no começo do verão (em meados de junho). Essa tradição foi estabelecida por seu avô, o rei Eduardo VII, que gostava de celebrar oficialmente na temporada de verão, apesar do fato de ter nascido em novembro, época de outono na Europa.

Ninguém esperava que se tornasse rainha

Após seu nascimento, Elizabeth era a terceira candidata ao trono na linha de sucessão e ninguém imaginava que se tornaria rainha algum dia. Porém, seu tio abdicou o trono e seu pai assumiu o reinado como George VI. Foi assim que ela ingressou como sucessora direta. A história é contada no filme O discurso do Rei.

Fez sua primeira aparição pública com apenas 14 anos

Em 1940, aos 14 anos e em plena guerra, Elizabeth apresentou-se oficialmente (embora o fizesse no rádio) para apoiar as crianças do Reino Unido em um momento difícil para todos.

Fez curso de salva-vidas

Por um tempo, a rainha se interessou muitíssimo por nadar e até obteve um certificado de salva-vidas.

Conheceu seu futuro marido com 8 anos

Elizabeth II conheceu seu futuro marido, Philip Mountbatten (o Duque de Edimburgo) com apenas 8 anos. Apaixonou-se por ele à primeira vista, mas o menino, a princípio, não demonstrou que esses sentimentos eram recíprocos.

Sua família inteira se opôs ao casamento, mas apesar de tudo, casou-se com o homem que amava aos 21 anos de idade.

Tem uma grande família

Sua família é composta por 4 filhos, 8 netos e 6 bisnetos. O mais novo é o bisneto Louis Arthur, filho do príncipe William.

Durante o seu reinado, sete Papas já passaram pelo Vaticano

Além de 12 primeiros-ministros e 7 arcebispos de Canterbury.

Teve um relacionamento difícil com Margaret Thatcher

"A Sra. Thatcher nunca ouve o que eu digo", reclamou uma vez sobre a ex-primeira ministra do Reino Unido (1979-1990).

A rainha já respondeu 3,5 milhões de cartas

Elizabeth recebe muitas cartas, não só da Grã-Bretanha. Diariamente, escolhe algumas para ler e as responde pessoalmente. Por isso, durante seu reinado e mantendo essa rotina, já respondeu a mais de 3 milhões de cartas.

Já tentaram assassiná-la

Em 1981, durante um desfile, um adolescente atirou - embora a arma não estivesse carregada - em direção à rainha. Ela apenas ajeitou seu chapéu e continuou seu caminho.

Ninguém pode tocá-la

Em público, ninguém pode tocar em Elizabeth, exceto seu marido. No entanto, esse protocolo formal já foi violado por dois primeiros-ministros e por uma primeira-dama, que pediram licença para apoiar seus braços delicadamente sobre os da rainha.

Ela também paga impostos

Desde 1992, ela voluntariamente paga imposto de renda e imposto sob ganhos de capital.

Usa apenas roupas coloridas

A rainha usa roupas coloridas para ficar visível na multidão e veste apenas aquelas fabricadas na Grã-Bretanha. Segundo o protocolo real, ela pode aparecer vestida de preto somente se estiver de luto.

A bolsa é mais importante do que parece

Com ela, Elizabeth dá sinais aos seus serventes. Por exemplo, colocar sua bolsa na mesa significa que quer deixar o evento com urgência e precisa de uma desculpa para fazê-lo.

Elizabeth nem sempre foi popular

Na década de 1990, a popularidade da rainha, assim como da família real, diminuiu drasticamente quando foi afetada pelo divórcio da princesa Diana e do príncipe Charles.

Sempre usa os mesmos sapatos

Há mais de meio século, Elizabeth usa sapatos da mesma marca e modelo. São fabricados com um pequeno salto firme e, claro, fabricados na Grã Bretanha. Por não serem produtos baratos, os saltos são trocados com frequência, para que durem mais.

Imagem de capa eastnews.ru
Incrível/Gente/18 Fatos pouco conhecidos sobre a vida da rainha Elizabeth II
Compartilhar este artigo