Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

14 Pessoas que aprenderam na pele que haverá sempre uma reação para suas atitudes grosseiras

Nem todo mundo acredita em karma, mas a injustiça muitas vezes volta como um bumerangue — seja por reações daqueles que sofreram, seja por apenas força do acaso. Os heróis da nossa seleção de hoje foram testemunhas de tais curiosas situações, e alguns deles saíram por cima, gargalhando.

Nós, do Incrível.club, esperamos que, após tais “punições do Universo”, estas pessoas tenham aprendido a lição e passado a tratar os outros com um pouco mais de respeito e compaixão. Confira!

  • Eu trabalhava no zoológico. Um dia, uma visitante abusada começou a rir da cara de uma das nossas lhamas, pois o animal havia passado por uma cirurgia reconstrutiva da mandíbula. Ela apontava e gargalhava quando, de repente, a lhama cuspiu no rosto da mulher. Eu apenas dei uma guloseima ao bichinho e disse baixinho “boa garota”. © MyNameIsNotRyn / Reddit
  • Meu pai descreveu esta história como uma das coisas mais agradáveis que ele já presenciou. Ele voltava da praia e, por conta de um acidente de trânsito, um engarrafamento havia se formado. Muitas pessoas impacientes — e espertinhas — decidiram passar pela faixa de ônibus, mas meu pai preferiu ser paciente e aguardar. Mais à frente, ele viu dois policiais parando e multando todos os carros que haviam seguido pela faixa de ônibus. © DrDudeManJones / Reddit

  • Dois anos atrás, saí de uma empresa porque não estava recebendo a premiação adequada. Escutei os chefes dizerem: “O bônus é uma caridade da empresa, e se não quisermos, ninguém vai recebê-lo”. Aos novos funcionários, eles prometiam uma coisa e não cumpriam depois. Dez colegas experientes pediram por um aumento de 700-1000 reais por conta de bom desempenho, não receberam e, por isso, se demitiram. Devido ao desfalque, os chefes enviaram um novato para realizar um pedido, e o rapaz acabou perfurando um poço de petróleo, que culminou em uma multa à empresa de 1,8 milhão de reais. A tentativa de economizar não deu muito certo. © adeptus102 / Pikabu
  • Eu trabalhava em um mercado. Algumas das prateleiras eram muito altas para mim e eu só tinha um banquinho desconfortável à minha disposição — do qual eu poderia cair facilmente. Quando pedi a um colega para subir nos ombros dele, meu chefe me chamou de princesa. Mais tarde, ele mesmo estava colocando produtos nessa prateleira, subindo nesse banquinho, quando caiu e quebrou o braço. É a vida! © ChileConCaveman / Reddit
  • Eu estava passando por uma entrevista de emprego. A contratadora perguntou qual era a minha expectativa de salário, e eu disse um valor de acordo com a descrição da vaga. Ela respondeu: “Não, não. Vamos precisar te ensinar tudo” e me ofereceu metade desse valor. Perguntei o que eles precisariam me ensinar, visto que eu sabia tudo o que estava indicado na descrição da vaga. A mulher não respondeu e apenas repetiu o valor que poderia me oferecer, que seria duas vezes menor do que o aceitável. Despedi-me, fui embora e, duas semanas depois, comecei a trabalhar em outro local. Cinco anos mais tarde, essa mesma mulher apareceu na minha empresa para uma entrevista de emprego comigo. Ao fim, percebi que ela não dominava bem a área e, por isso, fiz a mesma coisa que ela fez comigo: ofereci pagar somente metade do valor do sálario esperado. A mulher saiu bufando e quase quebrou a porta ao fechá-la. © maseal / Pikabu

  • Ontem à noite, uns jovens estavam se divertindo e ligaram a música no carro tão alto, que eu acordei junto com os galos da manhã. Parecia que as paredes e janelas do meu prédio eram inexistentes. Alguns moradores saíram para confrontá-los, mas os jovens reagiram de maneira muito grosseira, por isso foi preciso chamar a polícia. O desfecho? O dono do carro recebeu uma multa e uma ordem para trocar as rodas do veículo. Que satisfação... © RanaeEst / Pikabu
  • Eu estava dirigindo atrás de um carro, que tinha o vidro traseiro totalmente opaco por conta do insulfilm. Comecei a tentar ultrapassá-lo, mas o motorista se moveu na mesma direção, me impedindo de passar. Liguei o sinalizador: vai ver ele estava dormindo. Mas, não, ele continuou tentando me bloquear (deve ter ficado chateado com algo). Por fim, consegui ultrapassá-lo e, ao passar ao lado do veículo, vi três rapazes me xingando e fazendo gestos grosseiros. Um pouco mais tarde, ao voltar, encontrei esses meninos novamente, mas, desta vez, eles estavam parados na estrada tentando consertar o carro que havia quebrado. © prapor35 / Pikabu
  • Eu estava internado. A cirurgiã entrou no leito e começou a examinar e cutucar meus olhos, sem parar de conversar com a colega. Eu disse que estava doendo muito, e ela respondeu: “Ai, nem crianças reclamam tanto assim”. Nessa hora, a enfermeira ao lado sussurrou para a médica: “Doutora, você não deu anestesia para o paciente”. Xinguei ela de todos os nomes possíveis. Depois, a clínica ofereceu fazer o meu tratamento de graça e escolheram outro cirurgião para me acompanhar. Se ela não tivesse sido tão grosseira, a minha reação teria sido bem diferente. © 777th / Pikabu
  • Eis o que eu encontrei durante uma caminhada: “Se você está procurando pela bicicleta cinza, eu a roubei de volta, pois é minha. Tenho fotos e o número de série para provar. Haha, perdedor!” © rgilligan85 / Reddit
  • Atingi a testa da minha namorada com um fidget spinner (brinquedo giratório). Corri dela, pulei na cama e bati com a cabeça no ventilador de teto. Ela ficou rolando no chão de tanto rir por uns 5 minutos. © insurance_novice / Reddit

Já aconteceu algo assim com você? Compartilhe suas histórias nos comentários!

Imagem de capa Unknown / Reddit
Compartilhar este artigo