Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

Exemplos de que nunca devemos desistir dos nossos sonhos

Todo mundo sabe que a vida é feita de altos e baixos. Para que os momentos ruins não se acumulem e virem uma boa de neve, é preciso manter a calma, enfrentar os problemas de frente e com a cabeça erguida.
Confira os exemplos que trazemos hoje. Pessoas que superaram momentos difíceis e conseguiram mostrar que nunca devemos desistir dos nossos sonhos.

Woody Allen

Vencedor de 4 Oscars, o ator, diretor e roteirista Woody Allen foi expulso da Universidade de Nova York após reprovar em várias provas de cinematografia. Isso não fez com que ele desistisse. Como ele já se sentia muito entediado nas aulas, decidiu trilhar o próprio caminho e se transformou em um dos maiores nomes no mundo do cinema.

Ursula Burns

Ursula Burns começou a sua trajetória na empresa norte-americana Xerox quando era recém-formada na Universidade Escola de Engenharia de Tandon, em Nova York. A empresa percebeu a sua ambição e a contratou como assistente. Aos 32 anos ela ainda não tinha sido promovida. Apenas após 10 anos seu esforço foi recompensado. Ela se transformou em vice-presidente de desenvolvimento global e, hoje, é a presidente e CEO da Xerox.

Harland Sanders

O primeiro restaurante do Coronel Sanders não conseguiu resistir à concorrência e quebrou. Aos 65 anos, Harland começou a viajar pelos Estados Unidos oferecendo deliciosas coxas de frango empanadas. Ele foi recusado em 1.008 ocasiões, mas não se deu por vencido e, após muito esforço, criou a famosa rede de fast food chamada KFC. O Coronel Sanders morreu rico e feliz em 1980.

Elon Musk

Esse milionário passou por muitos fracassos quando já era adulto. Por pouco ele não quebra a empresa PayPal e cabaou demitido da empresa.

Após 16 anos, ele deu a volta por cima, comprou o domínio X.com, que antes pertencia a ele e havia se transformado na base para a criação do PayPal. Uma boa mostra de que alguns momentos difíceis vêm para que possamos recomeçar em grande estilo.

Anna Wintour

Após mais ou menos 6 meses em uma revista, Anna foi demitida do cargo de colunista de moda na revista Harper's Bazaar por não concordar com seu editor.

A atual chefa da Vogue norte-americana, disse que esse acontecimento foi fundamental para que ela lutasse para alcançar uma posição de destaque no mercado. Anna afirma que sempre vale a pena defender a própria opinião, já que isso costuma ser muito valorizado nas empresas.

Howard Schultz

Howard Schultz deixou a empresa Starbucks (da qual era funcionário) quando ela ainda vendia café em grão. Isso aconteceu porque a companhia não deixava que ele desenvolvesse as próprias ideias. Ele queria criar algo especial, um lugar que combinasse café de qualidade com um ambiente acolhedor. Dois anos mais tarde, Schultz comprou a marca e a tornou muito popular nos Estados Unidos e no resto do mundo.

Stan Smith

Quando ainda era jovem, Stanley Roger Smith foi recusado pelos organizadores da Copa Davis. Não queriam que ele fosse catador de bolinhas porque ele era distraído e desorganizado. Mas ele achava que o tênis era a sua vocação. No final, ele venceu a Copa Davis pelos Estados Unidos em 8 ocasiões e dois Grand Slams: US Open (1971) e Winbledom (1972).

Nick Woodman

Após se formar na universidade, Nick fundou a empresa Funbug, um site de jogos online. Infelizmente, ela veio a quebrar em pouco tempo. Para se recuperar desse fracasso, ele foi com amigos para a Austrália e começou a praticar surf. Foi ali que, observando os esportistas profissionais, ele decidiu criar uma câmera pequena e cômoda que registrasse os momentos mais incríveis do esporte. Batizou o invento de GoPro e ficou milionário.

Soichiro Honda

Soichiro nasceu em 1906 e foi criado em uma família muito pobre no Japão, tendo vivido a Segunda Guerra, um dos períodos mais tristes da história do país. Após finalizar os estudos na escola, ele continuou trabalhando como mecânico e abandonou a ideia de fazer universidade. Ele instalava motores velhos em bicicletas e sonhava em criar a sua própria marca de motos.

Após muito esforço, seus sonhos se transformaram em realidade. Soichiro abriu a própria empresa, a Honda, em 1937. E, desde então consolidou-se como uma potência na fabricação de carros e motos. A empresa é lider mundial na venda de motos há quase 70 anos!

Imagem de capa Reuters, Reuters