Incrível
Incrível

20 Internautas contaram como conheceram famosos em situações de zero expectativa

A arte e os esportes são ferramentas para nos ajudar a ter mais esperança e chegam a ser um alívio à alma para muitas pessoas. Por isso, é tão comum que a gente passe a admirar atores, cantores e atletas, a ponto de fazer deles nossos ídolos e sonhar com a possibilidade de conhecê-los pessoalmente. E quando isso acontece, inesperadamente, muitos de nós ficamos sem reação!

A nossa equipe foi buscar depoimentos de seguidores do Incrível.club que conheceram famosos em situações em que menos esperavam. Alguns travaram completamente. Outros, conseguiram belas lembranças desse momento. Confira com a gente.

  • Nayara Azevedo viajou do meu ladinho numa conexão Belém-SP, e como eu estava bem-vestido, a tripulação achou que eu era ou namorado ou empresário... E eu nem tinha reconhecido a gata dos “50 reais”! Só entendi o rolê porque vi que a equipe dela estava toda uniformizada para viajar. © João Pereira / Facebook
  • NINGUÉM vai passar de mim nessa. Eu andando perdida no centro da cidade, embaixo do Teatro Municipal e sem saber parei o Mário Gomes para PEDIR INFORMAÇÃO. 🤷‍♀️ Ele estava no auge da fama novamente, ia parando todo sorridente para ouvir o que eu ia falar e perguntei onde ficava uma rua. Ele riu, disse que não sabia e passou direto. 🤣🤣🤣 Estranhei que vinha um montinho de pessoas atrás dele; chegando em casa olhei pra TV e quem estava lá? © Renata Nunes / Facebook
  • Eu estava com um grupo em Los Angeles e uma mulher veio me perguntar onde ela poderia tomar o café da manhã sem ser naquele restaurante do hotel. Eu indiquei outros locais e ela se foi. Daí, várias pessoas vieram me perguntar se poderiam tirar foto com ela. Eu perguntei: “Ela quem?”. E me explicaram que ela era a Giovanna Antonelli, que eu nem conhecia. © Sandra Burks / Facebook
  • Fui almoçar no shopping e, quando estava saindo da praça de alimentação, percebi uma movimentação incomum para aquele horário. Mas nem dei muita importância e segui andando para ir embora. Saí por outro corredor meio escondido para evitar aquele tumulto e eis que dou de cara com os irmãos Minotauro e Minotouro tentando escapar da muvuca!
  • Estava em Buenos Aires e fui visitar o El Camiñito quando começou um tumulto. Pensei que era porque tinha um casal dançando tango na calçada. Mas, na verdade, as pessoas todas estavam em torno de um homem que não reconheci. Tirei foto para depois pesquisar quem era, achei que era um ator famoso no país, mas acabei esquecendo disso. Só quando mostrei as fotos da viagem para alguns amigos, eu soube que era o Gene Simmons, pai do KISS. Eu nunca o iria reconhecer sem o rosto pintado! 🤦‍♀️
  • Já estive no cinema com Murilo Rosa e a esposa sentados nas poltronas atrás de mim e do meu esposo. Eles estavam na fila do ingresso na nossa frente e não reconheci, meu marido que falou. © Patricia Renovato / Facebook
  • Encontrei com o Ney Matogrosso na fila de embarque para Uberlândia e viajamos no mesmo voo na ida e na volta. Super educado e simpático. © Maria Helena Castro / Facebook
  • Estava no aeroporto do Galeão numa espera de horas até meu voo. Na época, o aeroporto estava em obras, então procurei uma parte isolada para descansar. Quem teve a mesma ideia? Preta Gil. Fiquei de cara quando vi, ficamos sentadas lá quase uma hora em profundo silêncio. Não tive coragem de incomodar. © Meriane Fernandes / Facebook
  • Uma vez, estava na praia conversando com a minha filha e, de repente, vi saindo de um mergulho um moreno, já meio grisalho, muito bonito. Fiquei olhando pois a beleza dele me chamou a atenção, mas não reconheci. Minha filha é que me disse: “Mãe, é o Alexandre Borges”. Quando ele percebeu que eu estava olhando, deu um sorriso e eu mandei um “tchauzinho”, que ele correspondeu, de forma muito simpática. © Florah Prince / Facebook
  • Tinha ido buscar minha ex onde ela trabalhava num centro comercial na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. Estava esperando encostado no carro, no lado de fora, quando vejo uma loira vindo em minha direção, sorrindo. Deu boa tarde. Depois que me liguei que era a Giovanna Ewbank. © Paulo Roberto Lima / Facebook

“John Travolta esperou a lerdeza do meu celular destravar para tirar a foto”

  • Em um final de ano, fui buscar minha irmã no aeroporto de Navegantes. Logo após ela passar pelo desembarque, vimos uma agitação e garotas correndo para tirar fotos com um passageiro. Paramos para olhar, não conhecíamos. Perguntei para uma garota e ela informou que era o Lucas Lucco. Então vimos que o aeroporto estava todo decorado com cartazes publicitários com fotos dele. Minha irmã riu... Ele viajou ao lado dela e ela não sabia quem era. © Jacira M Pereira / Facebook
  • Peguei elevador com o Leonardo. Super simpático, perguntou se eu conhecia Goiás e se no meu quarto tinha uma banheira. Quando falei que tinha, ele falou que a do quarto dele era enorme... Só dei risada. © Cecilia S. Souza / Facebook
  • Uma vez, encontrei com o Romário na praia e na época ele jogava no Flamengo e estava em alta. Ele me cumprimentou e eu simplesmente cumprimentei de volta. Havia confundido com meu vizinho que se parecia muito com ele. 🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣 © Jorge Henrique / Facebook
  • Uma vez, estava num shopping de Fortaleza com um amigo. Aí, passou por nós um sujeito gordinho de bermuda e camiseta, sorridente e eu falei: “Esse cara parece aquele do filme As Aventuras de Gulliver”. E o segurança do shopping falou: “Parece não, é o próprio Jack Black”. © Ivanberto Pires / Facebook
  • E eu que fui a trabalho a uma cidade vizinha de Palmas (Paraíso-Tocantins). Fui almoçar num restaurante e tinha um moço bonito, baixinho, pegando a comida na minha frente. Virou para trás e disse: “Amo pequi!” Eu disse que é bom pra memória. Ele perguntou o porquê. E eu bem abobada falei: “Você arrota o dia todo”. Ele riu. Depois, fiquei sabendo que era o vocalista do Karametade. © Marlete Vilanova / Facebook
  • Fui em uma excursão para a Bahia com uma amiga. Um dia, fomos ao Pelourinho e quando saímos do Elevador Lacerda, vimos um cara tirando foto com todos que passavam e as pessoas fazendo fila para abraçá-lo. Chamei minha amiga pra tirar foto com ele também, sem ao menos saber quem era. Tiramos a foto e pensa num homem educado e cheiroso! Depois da foto, perguntei pra minha amiga quem era aquele cara, e ela me respondeu: “Não reconheceu o Carlinhos Brown?” Lindo, cheiroso, educado, inteligente e carismático! © Rosely Souza / Facebook
  • Coloquei meu apartamento à venda e, um dia, recebi um interessado. Quando ele chegou, só notei o visual bem moderninho, sem reconhecer a pessoa. Nos apresentamos e não ouvi direito o nome dele: “Desculpe, não entendi seu nome”. E ele disse: “Jesuíta”. Tudo bem... Mostrei o apartamento e só depois que ele foi embora me dei conta de que era o nome de algum famoso e fui pesquisar. Na época, ele nem imaginava que logo seria conhecido como o Jove, de Pantanal© Roberto Viana Moreno / Facebook
  • Foi em 2015, em uma feira de games. Vimos muitos famosos ao longo dos 4 dias de evento, mas isso foi o mais inusitado: eu estava muito cansada e tinha uma arena que ficava bem escura e vazia nos intervalos dos games. Então fui lá para descansar um pouco. De repente, veio um rapaz apressado e se sentou ao meu lado. Ele disse: “Faz de conta que não estou aqui”, mas ficou puxando papo. Minutos depois, passou uma multidão correndo e ninguém nos viu ali. Ele suspirou, me agradeceu pela “companhia” e foi embora. Foi então que vi a máscara na mão dele, era o famoso youtuber Rato Borrachudo. Eu adorava ver os vídeos dele. E devo ter sido umas das primeiras pessoas a vê-lo de cara limpa! hehehehe
  • Quando fui a Porto Seguro, no mesmo voo, estava o Neguinho da Beija-Flor. Ele foi muito simpático. Disse que estava indo para uma pescaria com amigos. © Fatima Almeida Dalfito / Facebook

Cada relato inesperado, não é mesmo? Você já encontrou um ídolo ou alguém famoso sem fazer ideia de que isso aconteceria? Conte para nós e aproveite para marcar seu amigo que adora histórias de coincidências.

Incrível/Gente/20 Internautas contaram como conheceram famosos em situações de zero expectativa
Compartilhar este artigo
Você pode gostar destes artigos