Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

Como cortar seu próprio cabelo como um profissional: 7 dicas

915-
59k

Cortar o próprio cabelo em casa pode se tornar uma tarefa desafiadora e complicada. Mas na verdade, a prática vem se espalhando diante do cada vez maior número de cabeleireiros que vêm se tornando consultores on-line com o objetivo de guiar seus clientes decididos a se aventurar. E apesar de não sermos tão preparados quanto os profissionais, talvez seja possível aplicar técnicas e truques para facilitar a vida de quem resolve encarar a missão de cortar as próprias madeixas.

Por tudo isso, neste post, o Incrível.club traz dicas para que você possa fazer o seu melhor ao cortar o próprio cabelo em casa. Ao fim do post, um bônus para mostrar a maneira correta de cortar a franja, já que a tarefa pode se revelar mais complexa do que parece.

1. Reúna os instrumentos necessários

Não se esqueça das coisas mais básicas. O conselho pode até parecer óbvio, mas é bom ter em mente que até mesmo algo simples como uma tesoura cega pode danificar seu cabelo. Logo, é fundamental que sua tesoura esteja bem afiada, independentemente do seu tipo de cabelo. Talvez comprar uma versão profissional do objeto seja uma boa ideia.

Os melhores utensílios para o corte podem depender do seu tipo de cabelo. Por exemplo, um pente de dentes largos funciona melhor em fios cacheados, enquanto os de dentes finos são mais indicados para madeixas lisas, exigindo mais precisão. O mesmo vale para grampos ou presilhas que você pode usar para dividir o cabelo em diferentes partes com maior facilidade. As presilhas são especialmente úteis para cortar cabelos lisos, com menos volume.

Confira a lista do que você poderá precisar:

  • Tesoura afiada;
  • Pente(s);
  • Grampos e/ou presilhas;
  • Recipiente com spray;
  • Toalha(s).

Lembre-se: se seu cabelo tiver muita textura, talvez seja melhor cortá-lo com os fios secos para evitar deixá-los curtos demais. Não esqueça que cabelos cacheados ficam mais compridos e menos volumosos quando estão molhados. Uma opção pode ser borrifar água com ajuda de um spray.

2. Pense no que quer fazer e no que pode fazer

  • Se você só precisa diminuir o comprimento ou cortar as pontas duplas, e possui cabelos lisos, pouco pode significar muito. Analise bem as características básicas do seu corte de cabelo atual e pule diretamente para o tópico 3, sempre lembrando que é melhor cortar meio centímetro a menos do que você tinha em mente. Assim, será mais fácil consertar caso algo dê errado;
  • Caso tenha um corte em camadas, ou possua madeixas onduladas ou cacheadas, e queira ressaltar o estilo garantindo mais movimento, comece analisando o corte e o balanço atual dos fios, e passe para o tópico 4;
  • Está considerando fazer uma mudança radical? Pense duas vezes. Avalie se você tem as habilidades e a coragem necessárias para fazê-lo por conta própria. Se decidir encarar a missão, pense bem em quais opções de corte melhor funcionariam para seu caso, em vez de considerar se este ou aquele estilo caem bem em outras pessoas. Além disso, tenha em mente que determinados cortes se adaptam melhor ao seu tipo de cabelo, formato de rosto e até mesmo à sua silhueta corporal.

3. Se não tiver camadas, você pode diminuir o comprimento

Comece penteando bem os fios, evitando a presença de nós durante o corte. Penteie o cabelo da forma habitual, mas além disso experimente inclinar a cabeça e finalizar penteando de trás para a frente, de modo a desfazer eventuais nós e amarrar as madeixas em um rabo de cavalo frontal.

Em seguida, use uma régua para determinar o quanto irá cortar, e use os dedos ou um grampo para marcar o comprimento desejado. E repetindo: lembre-se que pouco pode significar muito.

Segure firmemente a tesoura na hora de cortar. Pontas ressecadas e/ou duplas costumam ser cortadas com o uso da técnica conhecida como point cut, que utiliza apenas a pontinha da tesoura. Isso evita aquele resultado reto demais. Porém, se sentir que não domina corretamente a técnica, opte por cortar horizontalmente.

4. Se seu cabelo estiver em camadas, comece pela parte frontal, que servirá como guia

Você já penteou o cabelo, eliminou os nós e já analisou bem o movimento natural criado pelas camadas. Então comece pela parte da frente: separe e torça para obter um efeito mais natural. Use os dedos como guias e prenda o cabelo para marcar bem o comprimento desejado.

5. Corte verticalmente para uma finalização mais suave, ou horizontalmente para um resultado mais marcado

Usando a tesoura em um ângulo que ajude a criar um efeito natural, corte a madeixa torcida. Caso corte horizontalmente, você correrá o risco de ganhar camadas “quadradas” demais. Com essa parte do cabelo já cortada, você terá um guia que será útil na hora de decidir o comprimento nas outras seções do cabelo que serão cortadas na sequência.

6. Usando as guias como referência, divida o cabelo em seções menores e corte

Agora, divida o cabelo em partes menores usando grampos (ou presilhas, se necessário). Siga as camadas que o cabelo já possui. E não se esqueça de cortar no ângulo certo.

7. Use a ponta da tesoura para cortar as pontas, que devem estar voltadas para cima

Depois que acabar de cortar a parte frontal, você poderá cuidar das pontas duplas e ressecadas, assim como das seções com menos camadas. Talvez você lembre como os cabeleireiros costumam finalizar, segurando as pontas do seu cabelo para cortá-las com a ponta da tesoura. Faça a mesma coisa com a sua tesoura, apontando em direção ao chão para seguir no sentido do cabelo, como mostrado na ilustração acima.

Bônus: como cortar a franja corretamente

Franjas têm o potencial para mudar completamente o visual de qualquer pessoa, mas é algo que exige manutenção constante. Investir em uma espécie de máscara que protege o rosto durante procedimentos capilares pode ser de grande utilidade na hora de cortar a franja. Para cortá-la, comece dividindo o cabelo em três partes: frente, meio e laterais. Estas últimas podem ficar presas com presilhas, enquanto a frente deve ser torcida e cortada com a ponta da tesoura, dando às madeixas um caimento natural. Depois, solte as laterais e nivele-as de acordo com sua preferência.

E você, já teve coragem de cortar seu próprio cabelo em casa? Pode compartilhar conosco uma foto do resultado? Ou, se preferir, deixe um relato com sua experiência, até mesmo para ajudar outras leitoras a não errarem!

915-
59k