Incrível
Incrível

9 Erros ao renovar o banheiro que podem comprometer toda a estética do espaço

O banheiro é o cômodo mais difícil de reformar. O espaço é limitado e, ainda assim, precisamos instalar vaso sanitário, pia, chuveiro, banheira e armários. Além de tudo isso, não podemos nos esquecer da estética e do design. É uma tarefa difícil até para os profissionais. Portanto, reformar o banheiro por conta própria, sem possuir alto conhecimento na área e evitar absolutamente todos os erros, é quase impossível. Por isso, vamos compartilhar aqui alguns dos erros que podem ocorrer na reforma do banheiro.

Rejuntes e rodapés de banheiro

Muitas vezes, é possível corrigir erros cometidos no planejamento da banheira com rejuntes, revestimentos e rodapés realizados mais tarde. Se, por exemplo, o seu banheiro for apenas um pouco maior que a própria banheira, você pode optar por adicionar um rejunte entre a banheira e o espaço vazio. Ou, ainda, quando a intersecção entre a banheira e os azulejos da parede não se complementam hermeticamente, pode ser necessário um rodapé no canto.

Tais soluções podem gerar muitos conflitos com os vizinhos do andar de baixo. Por conta de um rejunte na banheira, a cortina do chuveiro não ficaria bem encostada à parede, o que levaria ao acúmulo de água nesses espaços. Mais cedo ou mais tarde, a água vai começar a vazar para o andar de baixo na forma de goteira para o vizinho. Rodapés são ainda mais traiçoeiros: eles se mantém herméticos somente por um primeiro momento; depois, começam a vazar, sem que os inquilinos notem imediatamente.

Para evitar esses problemas, é importante projetar o banheiro exatamente de acordo com as dimensões da banheira que se pretende instalar (se esse for o caso). O comprimento mais recomendado é de 1,70-1,80m. A própria banheira deve ser instalada primeiro, e somente depois colocam-se os azulejos da parede, passando por cima da banheira. Essa é a única maneira de garantir que os diferentes elementos irão se complementar harmoniosamente.

Juntas seladas

Ao instalar pias, pedreiros frequentemente usam tiras de borracha para garantir que a junta entre a louça e a parede se unam hermeticamente. Após alguns anos, essas vedações de borracha podem se tornar amarelas e ganhar um visual não muito agradável. Além disso, mais tarde, elas deixam de desempenhar sua função e começam a vazar.

Para evitar esse problema, basta instalar a pia o mais colada à parede possível. Nesse caso, será possível selar a junta com um silicone da cor da pia. Ele não ficará amarelo com o tempo e será completamente invisível. E se começar a vazar, ele pode ser substituído após algum tempo.

Ausência de ventilação

Mesmo que haja um sistema de ventilação funcionando perfeitamente no seu apartamento, ainda faltará ventilação no banheiro. Por conta da má circulação do ar, sempre haverá alta humidade no ar do banheiro, o que pode levar ao aparecimento de mofos. E os armários e portas, especialmente se feitos de madeira, começaram a empenar e soltar lascas.

Uma solução melhor seria instalar um sistema de ventilação próprio que possa ser ligado separadamente daquele do apartamento.

Azulejos com relevo na parede

Um azulejo em relevo pode parecer muito bonito e diferente quando está na prateleira da loja. Porém, assim que ele é colocado na parede do banheiro, todas as suas imperfeições se tornarão mais evidentes. Lavar tais azulejos é também um grande incômodo, pois é quase impossível retirar toda a sujeira de suas curvinhas. Depois de um tempo, a vontade é de apenas desistir da limpeza, o que pode levar, mais tarde, ao surgimento de mofos.

É muito mais prático revestir as paredes com azulejos lisos. Além disso, o azulejo liso refletirá mais a luz, fazendo parece que o banheiro é maior do que é na realidade.

Revestimento liso no chão

Por outro lado, para pisos de banheiros, é melhor optar por superfícies com textura, em relevo. Essa opção é simplesmente mais segura, pois pisos lisos, molhados após o banho, são um verdadeiro rinque de patinação. A fim de evitar acidentes, opte pela opção que é mais difícil de limpar, mas que é mais segura.

Além do mais, o piso do banheiro se limpa com mais frequência do que as paredes, então as manchas ou sujeiras no piso não serão tão evidentes quanto aquelas na parede.

Apenas iluminação superior

A falta de iluminação adicional pode gerar dois problemas opostos. Por um lado, a iluminação da parte de cima pode ser problemática, pois, nos cantos do banheiros, se criarão sombras por conta dos móveis e instalações sanitárias; sem contar que será bem difícil de se ver no espelho.

Por outro, a iluminação superior também pode ser excessiva, especialmente se você quiser relaxar e um tomar um banho no escurinho. É claro que as velas são uma opção para contornar o problema. Mas uma solução mais prática seria instalar luzes adicionais em outros locais. A iluminação do espelho ou as luzes de LED ao redor dos armários criam não só uma atmosfera bastante aconchegante, mas também ajudariam no momento da maquiagem ou de fazer a barba em frente ao espelho.

Instalações visíveis

Muitos proprietários decidem deixar os tubos e canalizações expostos por razões de segurança. Se ocorrer algum problema, será mais evidente à primeira vista e, portanto, mais fácil de consertar.

Na realidade, essa decisão compromete bastante o visual do banheiro. As tubulações em materiais modernos, instaladas por profissionais, durarão muito mais tempo e não levarão, necessariamente, a nenhum vazamento. Em casos de emergência, você pode optar por criar uma portinha de acesso às instalações.

Falta de revestimentos adicionais

Ninguém está imune ao fato de que um único azulejo da parede ou revestimento do chão, de repente, irá rachar e arruinar toda a estética como um todo. É claro que você não vai querer refazer o banheiro completamente por causa de uma rachadura, não é mesmo? Porém, o novo azulejo, mesmo que da mesma marca e da mesma loja, provavelmente não será adequado, pois será de lote diferente.

A melhor solução, portanto, é comprar mais azulejos ou revestimentos do que você irá precisar — para os casos de emergência. Profissionais recomendam que esse estoque não seja armazenado na garagem ou na varanda, mas no banheiro mesmo, caso haja espaço, dentro de algum armário. Dessa forma, há mais garantia de que o material não irá se danificar com o tempo.

Ignorar o vazamento da torneira

Após investir muito dinheiro na arrumação do banheiro, ninguém gostaria de pagar a mais para reformar o banheiro do vizinho de baixo que foi inundado. Existem sensores de vazamento de água, mas muitas pessoas esquecem deles. O custo de tais aparelhos é relativamente baixo, e modelos mais modernos podem ainda enviar sinais para o seu celular quando houver algum tipo de vazamento ou inundação e, de maneira independente, realizar o fechamento das torneiras comprometidas.

É claro, para esse sistema, é preciso não só instalar um sensor, mas também válvulas adicionais nos tubos. Pelo menos, assim, evitarão-se muitas dores de cabeça quando você não estiver em casa.

Bônus: vidro em vez de cortina de chuveiro

Muitos consideram a cortina do banheiro uma solução ultrapassada, e o vidro, um design moderno. Na verdade, a boa e velha cortina não é apenas a mais barata, mas também é a maneira mais conveniente de proteção contra a água. O vidro tem uma série de desvantagens sobre as quais muitos consumidores reclamam.

Um pequeno vidro não protege bem da água; e os grandes tornam a entrada no chuveiro mais difícil. E mesmo que se escolha um modelo deslizante, as portas podem sair do lugar e cair em pouco tempo. O mais importante, contudo, é que esse vidro deve ser lavado após cada banho, caso contrário, surgirá uma crosta de sujeira rapidamente nele.

Para muitos, a cortina tradicional ainda é a forma mais prática e funcional. Nada corre o risco de quebrar, ninguém se machuca e nem é preciso lavá-la à mão — basta jogá-la na máquina de lavar.

E que erros no planejamento do banheiro você já notou antes? Comente!

Imagem de capa Pixabay
Incrível/Dicas/9 Erros ao renovar o banheiro que podem comprometer toda a estética do espaço
Compartilhar este artigo
Você pode gostar destes artigos