Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

8 Hábitos que prejudicam seu carro e sua carteira de motorista

----
26k

À medida em que ganhamos experiência ao volante, muitas vezes acabamos desenvolvendo também hábitos que não são bons, tanto do ponto de vista de realizar manobras arriscadas quanto de fazer com que o carro gaste mais que o necessário. E mais: quanto mais experiente o motorista, mas difícil se desfazer dos maus costumes.

Nós, do Incrível.club, decidimos descrever alguns destes hábitos nocivos dos condutores de automóveis. Ao conhecê-los, você pode adiar ou mesmo evitar gastos elevados.

7. Apoiar a mão na marcha

Muita gente tem o costume de descansar o braço sobre o câmbio. Mas não devemos fazer isso, até porque devemos manter ambas as mãos no volante. Além disso, devido ao peso pequeno, porém constante, as engrenagens da caixa de câmbio ficam roçando nos sincronizadores, afetando a mudança de marcha.

6. Abastecer só quando o tanque está quase vazio

Quando o carro está sem uso, impurezas mecânicas ficam depositadas no tanque de combustível, fazendo surgir fundo. Esta sujeira chega até a bomba injetora, causando danos à própria bomba e aos filtros. No inverno, é preciso manter ao menos meio tanque de combustível cheio para que a água presente no combustível condense causando danos ao motor.

5. Frear com frequência

Manter a distância de outros veículos e dirigir de acordo com os limites de velocidade são orientações passadas por toda autoescola. Só que, ao frear com frequência e sem necessidade, você antecipará a necessidade da troca das pastilhas de freio e dos discos. Para evitar uma situação desagradável numa estrada, é preciso substituir em tempo hábil os componentes de freio, controlando o nível de líquido nos mesmos.

4. Não dar atenção a barulhos estranhos

Um leve chiado ou barulhos incomuns podem ser um sinal de que algo não está funcionando como deveria. Muita gente ignora esses sinais, fazendo com que situações indesejadas aconteçam nos momentos mais inoportunos. Quando o carro faz muitos barulhos esquisitos, é preciso procurar um mecânico de confiança que possa identificar e resolver o problema.

3. Não usar o freio de mão

Quando paramos um carro com câmbio automático em uma ladeira, toda a carga é direcionada à engrenagem do eixo de saída da caixa de marcha. Para estacionar com sucesso em um terreno inclinado, mantenha o pedal do freio pressionado, troque a marcha para o modo de estacionamento, puxe o freio de mão e, só depois disso, solte suavemente o pedal do freio.

2. Conseguir altas rotações com o motor frio

A maioria dos motores atuais dispensa o aquecimento prévio. Mas vale a pena lembrar que, até que o ponteiro não atinja a temperatura de funcionamento, não devemos levar o motor a mais de 2 mil rotações. Em temperaturas abaixo de zero, é melhor fazer isso só 1 a 2 minutos depois de ter arrancado com o carro.

1. Manter o freio acionado ao descer uma ladeira

É comum encontrar gente com o hábito de manter o pé no pedal de freio durante uma descida para estar preparado e frear a qualquer momento, se necessário. Isto leva a um superaquecimento no sistema de freagem, desgastando as pastilhas e os discos de freio. Em vez disto, é preciso reduzir a marcha para conseguir que o motor freie.

Bônus: Por que é preciso dar a volta no carro antes de trancá-lo?

Um truque que vem sendo usado pelos ladrões é abrir o carro com a ajuda de uma moeda. Os meliantes inserem a moeda na maçaneta da porta do lado do carona, já que raramente os motoristas dão atenção a ela quando estão sozinhos. Mais tarde, quando você fechar o carro, o controle remoto cumpre sua função, mas a tranca central não será bloqueada, e o veículo continuará aberto. Todo cuidado é pouco, então seja cauteloso.

Imagem de capa depositphotos
Produzido com base em material de autoblog
----
26k