7 Erros usuais que muitas mulheres cometem durante a transição capilar

Ter um belo cabelo cacheado e bem definido é o sonho de muitas mulheres que passam pela transição capilar, mas para atingir esse objetivo é preciso ter uma nova rotina, disciplina e cuidados capilares. Com isso, algumas simplesmente desistem da transição, ou acabam escolhendo métodos errados para trazer de volta os cachos.

Nós, do Incrível.club, acreditamos que com o jeito certo, você pode curtir maravilhosamente esta nova fase de sua vida. Por isso, preparamos 7 dicas para deixá-la mais linda e com os cabelos saudáveis. Venha conferir!

1. Usar qualquer tipo de pente

Às vezes, nos acostumamos a pegar o primeiro pente ou escova que aparece na nossa frente, mas escolher o tipo errado pode danificar e arrebentar os fios, levando à queda. Por este motivo, é importante investir em um modelo apropriado para a curvatura do seu cabelo.

E nada de pentear com o cabelo seco, hein! Isso leva à quebra dos fios, o ideal é desembaraçá-los após o banho ou com a ajuda de um borrifador, começando pelas pontas. E não se esqueça de usar um creme de pentear ou leave-in.

2. Máscara direto na raiz? Nem pensar!

A-M-A-M-O-S um cabelo sem frizz, não é mesmo?! E com isso, podemos cair na tentação de passar cremes e máscaras no cabelo todo, mas é nessa hora que precisamos redobrar a atenção: ao colocá-los na raiz há o risco de comprometer a saúde do couro cabeludo, causando problemas no crescimento capilar, caspa e seborreia.

Por isso, devemos aplicar os produtos com um dedo de distância da raiz, além de deixar agindo pelo tempo indicado na embalagem e enxaguar bem para não deixar nenhum resíduo para trás.

3. Deixar os cabelos presos por muito tempo

Quando a raiz começa a cachear, é muito comum prender bem apertadinho o cabelo, fazendo um rabo de cavalo ou coque, para esconder as duas texturas. A notícia ruim é que ao fazê-lo, deixamos as raízes tensionadas. Além de comprometer os fios, há o risco de causar queda capilar, falhas ou calvície por tração, na região frontal da cabeça. Recomendamos fazer penteados menos apertados ou mesmo soltar os fios, optando por defini-los com algum creme.

4. Passar creme sem ao menos “amassar” os fios

Quem não passou por aquela fase de colocar o creme, passar o pente e ficar com o cabelo rígido e os cachos um pouco esticados? Para que isso não aconteça, a dica é ir amassando os fios de baixo para cima na hora de usar um leave-in ou finalizador, pois isso irá ativar os cachos. Nas madeixas em que ainda há bastante química alisadora, uma opção é umedecer com um borrifador e, com a ajuda de um tecido de algodão, ir amassando os fios, criando os cachos.

5. Usar muita chapinha e modelador

Se não quiser deixar o cabelo preso, para que os fios não fiquem muito tensionados e quebrem, para onde correr: chapinha ou modelador de cachos? O ideal é evitar os dois! O calor excessivo, deixa o cabelo mais ressecado e danificado, mudando a curvatura dos fios, atrasando o processo de transição.

Invista em penteados mais soltinhos, com acessórios, além de texturizar as madeixas. Mas, se realmente preferir o auxílio dessas ferramentas de calor, é importantíssimo aplicar um bom protetor térmico antes.

6. Secar os cabelos com toalha de banho

Como você seca o cabelo após o banho: enrola uma toalha e depois esfrega e aperta bem os fios para secar? Saiba que esse mau hábito, acaba com as madeixas, dando mais frizz, deixando-as secas e quebradiças e com isso, perdem a hidratação. Opte por um turbante de microfibra ou mesmo uma camiseta de algodão para secar os cabelos e você notará menos frizz, quebra, porosidade e mais hidratação.

7. Não seguir um cronograma capilar

Cronograma capilar é uma programação semanal de hidratação, nutrição e reconstrução. Quando bem montado, deixa os cachos saudáveis e ajuda no crescimento. Para isso, use um bom shampoo preparando seus fios para receberem os ativos das máscaras de tratamento ou óleo de umectação. Cabelos cacheados tendem a ser mais secos, assim, o recomendado é lavá-los a cada 2 dias. A falta de higienização, resíduos de produtos e poluição, podem obstruir o couro cabeludo, causando problemas como fungos, bactérias e caspas.

Esse período de transição mexe muito com a autoestima, sendo assim, é importante saber se você se sentirá feliz com isso e não apenas seguir por imposição dos outros.

Você está passando pela transição capilar? Quais cuidados mantém para deixar seu cabelo bonito? Conte para a gente nos comentários!

Compartilhar este artigo