Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

11 Dicas de segurança que são ideais para que as mulheres saibam de cor

Você pode estar andando pela rua, retirando seu almoço no restaurante ou saindo com o carro do estacionamento quando acontece de um estranho agir de forma exageradamente simpática. Claro que nem todo mundo é movido pelas más intenções, mas é importante saber como agir naquelas horas em que nosso instinto diz haver algo de errado. Às vezes, é até melhor mentir ou se certificar totalmente quanto à identidade do interlocutor para se manter a salvo.

A seguir, o Incrível.club mostra um conjunto de orientações para ter sempre em mente para colocar em prática caso se sinta desconfortável ou ameaçada.

1. Diga que mora perto do supermercado

Não é porque um estranho revelou uma informação pessoal que você é obrigada a fazer o mesmo. Caso se encontre em uma situação em que não quer contar onde mora, você pode apenas dizer que vive perto de estabelecimentos que existem em abundância. Pode ser um supermercado, uma rede de hotéis ou postos de gasolina. Todos eles são comuns em uma cidade. Você pode substituir o estabelecimento conforme for o mais conveniente para a situação específica.

2. Diga que seu carro é emprestado

Na hipótese de alguém se aproximar e parecer interessado em seu carro, talvez o objetivo da pessoa seja obter informações privadas suas. Ela talvez pergunte se o carro é seu, possibilitando que possa rastrear o veículo pelo número da placa, cor e marca. Nessas horas, é bom dizer que o carro é alugado ou emprestado. Assim, é bem possível que o meliante deixe de lado os detalhes do carro e saia em direção a outro alvo.

3. Diga a técnicos e entregadores que mora com mais gente

Se perceber que o técnico ou o entregador está exagerando ao fazer perguntas íntimas, fingir que não mora sozinha pode ajudar. Deixe claro que não vive só naquela casa e que está esperando a iminente chegada de alguém. Dessa maneira, a pessoa pensará que você terá companhias caso a ideia seja voltar mais tarde. Vale ressaltar que é fundamental checar de maneira atenta a identidade do funcionário e ligar para a empresa para confirmar se aquela pessoa é realmente enviada por ela.

4. Sempre diga que está com amigos ou esperando por eles

Essa resposta é de muita valia sobretudo para quem se sente mais segura quando em um grupo com maior número de pessoas. Por exemplo, se estiver sentada sozinha em um local público, finja estar esperando amigos. Na hipótese de viajar por conta própria, afirme que seus colegas estão na fileira de trás ou da frente. Mesmo quando estiver entrando em um táxi, opte por dizer que está indo ao encontro de amigos ou de parentes, caso sinta ser necessário. Assim, o motorista entenderá que terá gente esperando por você no local de destino.

5. Não deixe a identidade estudantil ou profissional à mostra no transporte público

É uma boa ideia não deixar à mostra, no transporte público, seu crachá profissional ou carteira estudantil. Sabemos que esse tipo de documento contém muitas informações. Por meio dele, um eventual meliante pode ver seu nome, local de trabalho, escola ou faculdade. Deixe o documento no bolso, na bolsa ou dentro da blusa, por exemplo, verificando se o cordão usado para pendurar o crachá no pescoço também não traz informações sensíveis.

6. Use o alarme do carro como uma proteção pessoal

Essa pode ser uma dica bem útil para atrair atenção para si mesma quando necessário. Por exemplo, se você estiver passando por um local ermo e escuro e perceber que há alguém rodeando seu carro, acione manualmente o alarme pelo controle nas chaves. Nessas situações, o provável é que o potencial meliante se assuste ao ver que o barulho está chamando atenção.

7. Fique entre o painel de controle e a porta do elevador

Dessa forma, você poderá sair do local mais facilmente na hipótese de estar se sentindo desconfortável. Caso entre alguém com quem você ache melhor não dividir o espaço, será possível apertar o botão do próximo andar e sair rapidamente. É uma técnica para evitar se ver em situações incômodas ou perigosas dentro de um elevador.

8. Pendure sinos na fechadura do seu quarto de hotel

Ao se hospedar em um hotel, hostel ou similar, você pode posicionar um alarme de segurança pelo lado de dentro da porta. Se não tiver um aparelho disponível, use outro artefato capaz de fazer barulho, como sinos ou mesmo uma tábua de passar que, ao cair empurrada pela porta, fará barulho. Se alguém tentar abrir essa porta, o “alarme” será acionado.

9. Diga um nome masculino ao encomendar um pedido

Quando alguém desconhecido entra na sua casa, é crucial agir da maneira mais segura possível, seja na hora de receber um técnico ou um entregador. Ao fazer um pedido, uma boa opção é deixar a encomenda atrelada a um nome masculino, para que o entregador não pense que está levando algo para uma mulher sozinha em casa.

10. Minta sobre seus horários de trabalho

Caso pense que alguém está querendo saber demais sobre seus horários e cronogramas, diga que seu dia a dia é imprevisível. Por exemplo, uma pessoa mal-intencionada pode estar curiosa sobre a hora em que você chega em casa do trabalho. Uma boa opção é responder que seus horários estão sempre mudando, assim como o local onde dá expediente. É uma estratégia para dificultar a vida de quem pode estar querendo saber onde e a que horas te encontrar.

11. Finja não saber falar o idioma

Existem diversas formas de driblar o assédio nas ruas, e essa pode ser uma maneira eficaz de se livrar de atenção indesejada. Em certas ocasiões, é melhor não “dar corda”, e isso é possível ao se fazer de desentendida, fingindo não saber o que a outra pessoa está falando. Simplesmente saia andando, dando de ombros e repetindo uma ou outra frase em um idioma diferente.

Que táticas você coloca em prática quando sente que a segurança pode estar em risco? Deixe um comentário compartilhando conosco suas dicas!

Compartilhar este artigo