10 Mães famosas mostram como é possível enfrentar os desafios da maternidade com mais leveza

Ser mãe é um sonho para muitas mulheres em todo o mundo. No entanto, a maioria delas costuma se deparar com um mundo novo quando os filhos chegam. E os desafios podem ser maiores a cada dia, especialmente quando a mãe se cobra e sente dificuldade em conciliar trabalho, vida pessoal e maternidade.

Pensando nisso, a equipe do Incrível.club pesquisou declarações de famosas consideradas “mãezonas” por muitos. Em algumas entrevistas, elas compartilharam suas experiências e deram conselhos para levar cada fase com mais leveza e ter sucesso na criação dos filhos. Confira abaixo estas valiosas reflexões!

1. “É importante unir a família para cuidar do bebê”. Fernanda Lima, apresentadora

Que o Rodrigo Hilbert é considerado um “homão, maridão e paizão”, a maioria de nós já sabe. Mas a apresentadora Fernanda Lima não fica atrás no quesito familiar. Mãe dos gêmeos Francisco e João, e de Maria Manoela, a caçula, ela reflete: “Maternidade é destino? É dever social, é trabalho, é sacrifício? Para ser mãe precisa mesmo padecer no paraíso?”.

Ela desabafa que foi mais difícil encarar a maternidade depois dos 40. “Naturalmente, a gente fica mais cansada”. Por outro lado, ela conta com a união da família nesse momento. “São muitas alegrias, são muitos desafios, mas se a gente fizer com amor, tranquilidade, carinho, com presença, dá super certo. Recomendo.”

2. “Não dê atenção aos julgamentos e obrigações cobradas diariamente às mulheres”. Pitty, cantora

Cantora, compositora e apresentadora, Pitty é mãe de Madalena, nascida em 2016. Ela falou em uma entrevista sobre a cobrança excessiva com as novas mães, especialmente as feitas por elas próprias. “As pessoas esquecem que existe um ser humano ali, lidando com um tsunami de emoções e hormônios”. Ela acredita que as mães precisam viver a própria vida sem se deixar levar pelos outros.

A compositora também não se esquece da importância de estimular as aspirações dos filhos. Pitty contou com orgulho que Madá (como chama carinhosamente a filha) tem uma veia musical e já compões as próprias histórias.

3. “A gente tem que ser muito forte para deixá-los fortes”. Giovanna Ewbank, atriz.

A história da atriz e apresentadora Giovanna Ewbank com a maternidade começou de forma totalmente inesperada, como já contou em diversas entrevistas. Desde então, ela não para de refletir sobre como este lugar tem importância na vida de uma pessoa.

Para criar um ambiente de crescimento e consciência, ela conta que estimula os filhos pelo mérito. “Faço muito o jogo da compensação, sabe? Se se comportou bem, comeu bem, vai ter o direito de ter a balinha depois”. A preocupação com os problemas do mundo também aumentou com a chegada dos filhos. “A gente tem que ser muito forte para deixá-los fortes também. Eles não estão imunes a nada!”

4. É saudável controlar a exposição. “A internet é terra de ninguém”. Andressa Suita, modelo

Mãe de dois meninos, a modelo Andressa Suita diz que “fechou a fábrica”, mas não esconde o desejo de ter uma menina. O que a impede, segundo contou em uma entrevista, é a dificuldade de criar os filhos no mundo atual.

Tanto que os pais dos pequenos Samuel e Gabriel optaram por controlar o acesso e a exposição dos dois na internet. “A gente gosta de compartilhar o crescimento das crianças. Mas como nem todo mundo vê só com amor, tentamos dosar o que vamos mostrar. A internet é muito terra de ninguém, tem o lado bom, mas tem o lado ruim também”.

5. “Amor de mãe é a coisa mais poderosa desse mundo”. Ana Maria Braga, apresentadora

A apresentadora que dá ânimo a milhões de pessoas todos os dias, também é quem coloca em movimento as relações da família. Mãe de Mariana e Pedro, Ana Maria Braga não disfarça o amor e admiração pelos filhos, tanto que sempre faz postagens com os rebentos nas redes sociais, como esta em que compartilhou as dores e delícias da maternidade.

Ana Maria se mostra humana como basicamente todas as mães e garante que essa foi a aventura mais desafiadora — e também a mais bonita — de sua vida. Ela diz: “Algumas vezes, ser mãe é ’difííííícil’... A gente tenta, a gente erra, a gente chora escondido, mas o importante é que a gente ama!” E reitera descrevendo que para ela, o amor é que é a coisa mais poderosa do mundo na relação maternal.

6. “Preocupe-se com o que seus filhos gostam e não com o que os outros dizem”. Zoe Saldana, atriz

A atriz Zoe Saldana, do filme Avatar, que ficou famosa na pele de Gamora em Guardiões das GaláxiasOs Vingadores, é mãe de três crianças. Ela e o marido entendem a criação dos pequenos como uma grande responsabilidade.

Por essa razão, mantém um ambiente leve e de aceitação em casa, especialmente no que diz respeito à identidade de gênero. A atriz conta que compra as roupas que os filhos gostam e não se importa se são etiquetadas como masculina ou feminina.

7. “Não existe modelo de mãe. Existe ‘ser’ mãe! E a gente sempre acerta”. Ivete Sangalo, cantora

Ivete é a “mainha” de toda a legião de fãs que arrasta pelo mundo. Mas com os três pequenos da casa é diferente. Ela é muito mais que isso. A artista cuida de Marcelo, Marina e Helena com amor e liberdade, sem deixar de lado o seu jeito de ser.

Isso porque acredita que, depois da maternidade, tornou-se também uma pessoa melhor e sempre segue os conselhos da própria mãe: não abrir mão do seu “eu”, do seu jeito de ser. “Não existe um modelo de mãe, existe ser mãe e fazer o possível para acertar. E a gente sempre acerta”, comemora.

8 “Mantenha o prazer de brincar com seus filhos”. Astrid Fontenelle, jornalista

A relação de Astrid com o filho Gabriel sempre foi pautada pela conversa honesta e verdadeira. A jornalista faz questão de apresentar a “realidade do mundo” para ele e deixa claro que estará sempre do seu lado para o que for preciso. “Faço de tudo para que ele tenha a certeza de que é extremamente amado”.

Mas isso não significa ser permissiva: “Ele é um garoto bem instruído, consciente da realidade, para se tornar um adulto mais forte, mais seguro e com autoestima”. A maternidade é conduzida com leveza e desafio, como é possível perceber nas redes sociais. E, por viver essa experiência, ela sempre recomenda que as mães não se permitam deixar de brincar com os filhos.

9. “É uma grande escola sobre a vida”. Fernanda Machado, atriz

A atriz Fernanda Machado é mãe de dois meninos e relata que a segunda experiência é mais tranquila. “A gente já sabe como é ser mãe, não precisa descobrir essa nova identidade. E tudo isso nos permite curtir muito, muito mais”.

Sobre os desafios da maternidade, a atriz diz que eles existem, mas vêm sempre acompanhados por ensinamentos. “Vemos o mundo diferente. Na gravidez, você sente evoluir a cada dia. Eu digo que ter filhos é uma grande escola sobre a vida, sobre entender muito melhor o ser humano”.

10. “Cada pedacinho desse sacrifício realmente vale a pena”. Reese Witherspoon, atriz

Reese Witherspoon é mãe de três filhos, com bastante diferença de idade entre eles. Para a atriz, cada fase tem seus desafios. Sincera, ela diz que a maternidade não é um mar de rosas. “Ninguém nos fala sobre o que vem depois do parto. É uma montanha-russa emocional”. Por isso, se tornou mais solidária com outras mulheres.

A atriz conta que sua primeira experiência como mãe, aos 22 anos, foi muito difícil. “Eu era como qualquer outra mãe e pai tentando descobrir. Há muitos compromissos. Cada pedacinho desse sacrifício realmente vale a pena. Eu sinto que é isso que me faz acordar em um domingo, não são meus filmes ou meu trabalho, são meus filhos”.

Viu só? Ser mãe pode ser desafiador para muitas mulheres, mesmo para as mais famosas e bem-sucedidas, mas vale o trabalho! Esses conselhos mostram que todas são gente como a gente e também podem aprender a criar os filhos com amor e responsabilidade. Gostou desses relatos? O que mais você acrescentaria sobre a maternidade?

Compartilhar este artigo