Incrível
Incrível

“As minhas filhas já voaram”, reflete a atriz mexicana Nailea Norvind sobre seu papel de mãe

A atriz mexicana Nailea Norvind, conhecida por atuar como antagonista em novelas da Televisa como Amigas e Rivais, sempre teve muito claro como seria a educação das filhas: ela as criaria livres, algo que conhecia muito bem, pois sua própria mãe a educara assim. Esse tipo de dinâmica fez tudo fluir, gerando um vínculo carinhoso entre mãe e filhas e uma relação cheia de amor e admiração.

Nailea começou a atuar ainda criança. Ficou famosa por fazer parte do elenco da novela Quinze anos e participou de diversas novelas mexicanas, mas, atualmente, embora continue nesses projetos, está mais focada em trabalhar em filmes independentes e no teatro.

Ela é filha da também atriz, escritora, diretora e produtora Eva Norvind. Assim, era de se esperar que o sangue artístico corresse nas veias de Nailea e passasse para suas filhas Tessa Ía e Naian González Norvind.

Nailea sempre teve orgulho de ter crescido em um ambiente no qual sua mãe se destacava por sua força, determinação e por viver de uma forma única, algo que naquela época não era comum entre as mulheres. A atriz sempre demonstra seu orgulho pelas mulheres da sua vida responsáveis por torná-la forte e resiliente.

Além disso, a mãe dela era extremamente liberal e tinha uma maneira própria de ver o mundo. Por isso, Nailea foi educada de uma forma bem livre. “Tive uma infância bastante complicada, mas... aprendi a aceitar as coisas com naturalidade. Se minha mãe me deu algo, foi a inclusão na vida. Eu nem chamaria isso de tolerância, porque não se trata de tolerar, trata-se de incluir”, explica a atriz.

A mãe de Nailea, sem dúvida, foi uma pessoa importante em sua vida. Eva Norvind faleceu em 2006, mas a atriz continua se lembrando dela e constantemente dedica à mãe palavras que comprovam seu imenso amor. Como nesta mensagem: “Mãe, seu espírito livre me guia. Você está sempre presente em mim e em suas netas. Você nunca deixará de estar. Obrigada pela vida e aventura que herdamos de você”.

Nailea nasceu em 1970, construiu uma carreira de sucesso e se casou jovem. Como resultado dessa união, em 1992, com apenas 22 anos, teve sua primeira filha, Naian. Três anos depois, deu à luz Tessa. A atriz ama seu papel de mãe, costuma compartilhar fotos de suas filhas, mostrando o quanto sente orgulhoso e amor por elas. “A maternidade enriqueceu minha vida”, disse.

Tanto Tessa quanto Naian decidiram seguir os passos da mãe e avó e se tornar atriz. Naian foi indicada ao prêmio Ariel e ganhou o prêmio de melhor atriz no Festival de Cinema de Morelia. Já Tessa também foi indicada duas vezes ao Ariel e ainda conta com uma carreira musical.

Sobre sua trajetória artística, Naian disse: “Tessa e eu crescemos com a expectativa da criação e da expressão pessoal acima de tudo, às vezes, das exigências da realidade prática. Aprendemos com nossa mãe a fazer carreira desses fluxos de anseio criativo, tanto cruzando os limiares das oportunidades profissionais para as quais somos convidadas como gerando nossos próprios projetos”.

Nailea se enche de orgulho quando as pessoas dizem que conheceram as filhas dela e que são talentosas, grandes mulheres e educadas. “Então acho que não fiz muito mal meu trabalho. São garotas saudáveis, olho para Tessa e não consigo encontrar nenhum defeito nela”, comentou.

Por sua vez, Tessa também expressa frequentemente seu orgulho pela mãe. “Minha mãe teve particularmente um crescimento muito difícil e sempre me surpreende pensar como ela é uma boa mãe, considerando as coisas pelas quais passou; isso me deixa ainda mais orgulhosa dela e me inspira muito para quando eu for mãe, sei as coisas que quero manter do que ela me ensinou”, disse.

O jeito livre como foi educada serviu de pilar na educação das filhas. “Somos a antítese daquelas famílias em que as crianças não podem aspirar a exercer profissões artísticas. Nós, Norvind, seremos obsessivas, mas minha avó Eva erradicou a repressão. Ela rompeu com a modéstia de não querer conhecer a si mesma”, afirma Nailea.

Vendo o sucesso alcançado tanto por Naian como por Tessa, Nailea deveria se dar um tapinha nas costas, pois conseguiu segurar o barco e ensiná-las a velejar por conta própria. “Meu papel como mãe foi cumprido. Meu interesse era formar mulheres independentes, fortes, conscientes, talentosas e autossuficientes, e elas são assim. Além disso, nos amamos profundamente e sempre vamos estar nos procurando e nos juntando”, expressou.

Tessa e Naian são adultas e independentes, mesmo assim, Nailea sabe que não é um fim, que cada ciclo vem de forma diferente e ela o aceita sem remorsos. “As minhas filhas já voaram. Esse é o pai deste momento da vida, elas já têm sua vida e seus objetivos”, compartilhou a atriz.

Tanto Naian quanto Tessa reconhecem que devem o que são às mulheres em suas vidas: sua mãe, Nailea, e sua avó, Eva. As Norvinds são muito unidas e sempre aplaudem os sucessos umas das outras, como expressou Tessa: “Nós nos admiramos mutualmente. Minha mãe não se intromete nas nossas coisas, quando conversamos sobre nossos projetos, ela só nos apoia e incentiva”.

Como acha que a educação recebida de seus pais influencia na sua maneira de educar seus próprios filhos? Qual considera a melhor forma de educar as crianças?

Incrível/Crianças/“As minhas filhas já voaram”, reflete a atriz mexicana Nailea Norvind sobre seu papel de mãe
Compartilhar este artigo
Você pode gostar destes artigos