Um aplicativo popular para medir o percentual de beleza (testamos em atores e pessoas comuns)

Em 2011, o desenvolvedor web paquistanês Akvill criou um aplicativo que mede a porcentagem de beleza de uma pessoa. O PrettyScale foi criado como uma brincadeira, mas recentemente tem gerado muito interesse devido ao fato de que passou a ocupar um dos primeiros lugares no Google para os termos de pesquisa “Am I ugly?” (“Sou feio?”). Alguns usuários o elogiam, outros o acusam
de crueldade.

No Incrível.club decidimos testar o PrettyScale e descobrir como ele irá avaliar as fotos das estrelas que tradicionalmente aparecem nas listas das pessoas mais bonitas do mundo e comparar os resultados com a avaliação das pessoas comuns.

Como o PrettyScale funciona?

Para começar, o usuário deve selecionar seu gênero e, em seguida, fazer o upload da foto ou tirar uma foto da câmera. Em seguida, pode começar a analisar: alinhe a face com o modelo e coloque os marcadores seguindo as instruções visuais do algoritmo.

O desenvolvedor garante que o PrettyScale analisa a beleza matemática do rosto, que dá prioridade à proporcionalidade, por isso é melhor escolher uma imagem frontal. Aliás, encontramos um robô que gosta da foto do seu documento de identidade!

Natalie Portman

Monica Bellucci

Charlize Theron

Scarlett Johansson

Angelina Jolie

Sarah Jessica Parker

Tilda Swinton

Leonardo DiCaprio

Henry Cavill

Brad Pitt

Chris Evans

Chris Hemsworth

Adrien Brody

Benedict Cumberbatch

O experimento continua

Poderíamos nos limitar a avaliações de celebridades, mas ficamos interessados em revelar como o aplicativo classifica pessoas comuns e obtivemos resultados inesperados.

As fotos dos passaportes foram as que conseguiram melhores resultados

Qual foi a conclusão que fizemos ao testar PrettyScale?

  • é muito sensível aos ajustes e à posição do rosto na foto, então, às vezes, analisando as diferentes fotos da mesma pessoa, recebemos resultados totalmente diferentes;
  • com as mesmas características proeminentes, o programa pode mostrar diferentes porcentagens que mostram a presença de armadilhas no algoritmo;
  • este robô não gosta de homens, mas adora fotos de passaporte;
  • na versão em inglês há um alerta de que pessoas com autoestima ruim não devem usar este aplicativo, então o melhor conselho é aceitá-lo com humor, embora nossa análise nunca tenha dado resultados ruins que possam causar grande indignação dos usuários.

Bônus: você está errado se imagina que o aplicativo não acha ninguém feio

O que você acha da avaliação matemática da beleza? Concorda que o charme, o carisma e o intelecto de uma pessoa são mais importantes? Deixe sua opinião nos comentários.

Compartilhar este artigo