Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

Artista italiana ilustra a vida secreta dos gatos e mostra que o amor está nos menores momentos

Dizem que o cachorro é o melhor amigo do homem, mas aqueles que têm um gato como membro da família podem confirmar que os bichanos também são excelentes companheiros. Esse é o caso de Margherita Grasso, uma ilustradora italiana que desenha cenas familiares com seu gato todos os dias. Em seus desenhos, ela detalha sua rotina, chamegos e habilidades, mostrando que, embora de um jeito diferente dos cães, os felinos também estão conosco nos bons e maus momentos.

Junte-se ao Incrível.club e a Margherita para dar aos gatos o reconhecimento que eles merecem.

1. Não é comida para gato, mas coisas boas são para compartilhar

2. Bichanos acompanham os pequenos em suas aventuras mais loucas

3. Às vezes brincam de coisas diferentes, mas tudo dá certo no final

4. Vovó e eles têm um relacionamento particular. Alguns os chamam de convencidos

5. Você o procura por todos os cantos e o encontra em seu lugar favorito: no meio do seu guarda-roupa

6. Ele está ao seu lado mesmo nos momentos em que você precisa ficar sozinha

7. Mesmo quando era uma menina

8. Não é dos que adoram abraços, mas os recebe quando lhe dão

9. É o primeiro a sair correndo quando abrimos a caixa de transporte

10. E o primeiro a aproveitar as festas, mesmo que o faça em silêncio

11. “O drama da visita ao veterinário”

12. Às vezes a emoção dos outros o assusta

13. Mas seu coração seria destruído se tivesse de deixar esses momentos em família

14. Seu aliado nas noites de insônia

15. É por isso que, ao pensar em gatinhos abandonados, dá vontade de chorar

16. Às vezes não se mete com caras de outras espécies (mesmo que menores), mas todos temos defeitos

17. Na verdade é um incorrigível

18. Mas isso não importa, porque nós os amamos e eles nos amam e assim é a vida em família

Bônus: não são os únicos bichos que se importam com os demais

E você? É uma pessoa que tem gatinhos ou cãezinhos como membros da família? Concorda as ilustrações de Margherita? Conte para a gente nos comentários!