Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

Como foi filmada a série Sex and the City, adorada por muitos há mais de 20 anos

21-5
354

Em 1998, uma série de TV sobre a vida de mulheres de mais de 30 anos fez um enorme sucesso e “catapultou” quatro atrizes ao estrelato. Sex and the City levantou questões sobre as quais poucas garotas falavam abertamente. E as quatro personagens tinham personalidades bastante distintas umas das outras. Tínhamos a levemente infantil Carrie, a emancipada e liberal Samantha, a inteligente Charlotte e a ambiciosa Miranda. A série ganhou sete prêmios Emmy e oito prêmios Globo de Ouro.

Nós, do Incrível.club, amamos essa série. E, claro, os curiosos fatos sobre como ela foi filmada não nos deixaram indiferentes.

O roteiro é baseado em um livro autobiográfico

A autora do livro Sex And the City, Candace Bushnell

  • O livro da jornalista Candace Bushnell foi baseado em sua experiência pessoal. Quando os produtores da série decidiram filmar a história, compraram os direitos da adaptação cinematográfica por 60 mil dólares. E embora a série tenha sido baseada no livro, os produtores foram além e criaram histórias completamente novas para as personagens. Apenas uns poucos episódios tiveram como base a história original escrita por Candace.

  • Mr. Big, ou o “homem dos sonhos”, foi inspirado em um cara real, Ron Galotti, executivo de uma revista e ex-namorado de Candace. Ele era um daqueles sujeitos de Nova York com muito carisma e que chamam a atenção imediatamente quando entram em um local. Eu o chamei de Mr. Big porque ele era como um grande homem, daqueles que frequentam os campus universitários, compartilhou a escritora.

  • Muitos fãs gostaram tanto da série de TV que decidiram ler o livro. Resultado: ficaram desapontados. Segundo eles, o livro é entediante, sem lógica e sem uma estrutura clara.

  • As personagens principais do livro eram diferentes das que foram adaptadas para as telas. Charlotte, por exemplo, era uma aventureira afetiva. Miranda trabalhava como produtora em uma TV a cabo e Samantha era produtora de cinema.

Carrie Bradshaw poderia ser completamente diferente

  • Sarah Jessica Parker recusou o papel por um longo tempo. Então, a hoje famosa atriz Lisa Edelstein (Dra. Lisa Cuddy no seriado House) quase foi chamada. Os produtores não ficaram constrangidos por ela ter cabelo preto, ao contrário de Sarah.

  • Sarah demorou para se decidir sobre o papel justamente por causa da nudez excessiva da série. A atriz foi convencida por seu marido, o ator Matthew Broderick. Antes de concordar, ela impôs uma condição, que passou a ser expressa em seu contrato: não atuar nua. Portanto, somente as outras três personagens poderiam fazer cenas de nudez.

  • A cena inicial, em que um ônibus joga água em Carrie com seu famoso tutu, poderia ser diferente. Na abertura alternativa, a atriz usava um vestido da azul Marc Jacobs e estava flertando com um cara que estava passando.

O casting para os outros papéis não foi fácil

  • Kim Cattrall, que interpretou a personagem Samantha, também não aceitou o papel imediatamente. No início, sua ideia era a de fazer um papel de mãe na série. Afinal, Kim é 10 anos mais velha que as colegas de set. Ela também ficou envergonhada com a franqueza do papel, mas ainda assim aceitou.

  • Já Cynthia Nixon estava determinada a interpretar o papel de Miranda e, para isso, chegou, inclusive, a mudar radicalmente a cor do cabelo. Os produtores enxergavam a personagem como ruiva, mas Cynthia era naturalmente loira. Por fim, o esforço valeu a pena.

  • O elegante Alec Baldwin deveria viver Mr. Big. Mas o diretor mudou de ideia depois de se encontrar com Chris Noth. “Inicialmente, pensei em Baldwin como Mr. Big. Mas, depois, me encontrei com Noth e percebi que ele era perfeito para o papel.”

  • Kristin Davis poderia ter interpretado Carrie. Ela fez o teste para o papel. Mas, em uma conversa com os diretores, a constatação foi a de que seu perfil combinaria mais com a tímida Charlotte.

O visual das personagens principais foi uma parte importante da história

  • Mais do que Carrie, Samantha, Charlotte e Miranda, os personagens centrais do filme são a moda e os relacionamentos. Por isso, o visual das garotas ganhou um peso enorme. Vale destacar que nem todas as peças eram caríssimas. Por exemplo, o famoso tutu de Carrie foi comprado em um brechó por 5 dólares.

  • Carrie vestiu cada peça apenas uma vez — embora tenhamos visto algumas delas novamente nos filmes criados a partir da série. Nos episódios houve apenas uma exceção: o casaco de pele que a personagem usou na primeira e na sexta temporada.

  • Quase todas as roupas para atrizes foram alugadas. Apenas no caso de Miranda, o figurino foi, predominantemente, comprado.

  • Às vezes, os trajes tinham “narrativas” próprias. Por exemplo, a atriz Bridget Moynahan, que interpretou Natasha, a rival de Carrie, estava vestida de branco o tempo todo. Isso remetia ao fato de que ela era uma pessoa “convencional”.

  • Sarah Jessica Parker tinha de usar salto alto até 18 horas por dia, o que era terrivelmente cansativo. Um dos grandes mistérios do seriado, aliás, teve a ver com calçados. O caso das peças de cores diferentes usadas por Carrie. A explicação: a figurinista simplesmente concluiu que sandálias de duas cores combinariam bem com o vestido e que tal escolha seria divertida.

Curiosidades sobre as filmagens

  • gravidez da atriz Cynthia Nixon foi incluída na série. A barriga dela nos episódios nos quais aparece grávida de Brady era real.

  • Na quinta temporada, quem engravidou foi Sarah Jessica Parker. Os produtores decidiram não inventar uma gravidez para sua personagem e simplesmente disfarçaram a barriga com roupas o máximo possível. Por fim, encurtaram a temporada.

  • Na sexta temporada, Carrie encontra Aidan já com um bebê. Essa criança é o filho real de Sarah Jessica Parker, o mesmo da gravidez da temporada anterior.

  • Curiosamente, a verdadeira razão pela qual Carrie terminou com Aidan teve a ver com a mãe de Candace Bushnell (que, como mostramos no início, é a autora do livro que deu origem à série) simplesmente odiava o personagem de John Corbett: “Ela me perguntou: ’Por que Carrie está com Aidan, e não com Mr. Big? Você precisa se livrar de Aidan!’” Os produtores da série concordaram.
  • Sarah Jessica Parker contou uma história curiosa. Uma vez, em uma loja, ela achou um armário antigo, mas não se atreveu a comprá-lo imediatamente. Depois que voltou, descobriu que o móvel já tinha sido vendido. Poucos dias depois, Sarah foi ao set de filmagens e descobriu que exatamente aquele armário antigo havia sido comprado para compor o cenário do apartamento de Carrie.

A série teve vários finais alternativos

  • A série teve diversos finais possíveis. Em um deles, Carrie conta às amigas que terminou com Mr. Big devido à infidelidade do rapaz e diz “está terminando com ele para sempre”. Em outro final, ela se casa com Alexander Petrovsky.

  • Mas o fato é que o casal tinha química e era querido pelo público. Por isso, os produtores resolveram criar um final feliz para Carrie e Big.

O que aconteceu com as atrizes depois da série

  • Em 2008 e 2010, foram lançados dois longas, “Sex and the City” e “Sex and the City 2”, que contavam a continuação da história. Houve, ainda, algumas negociações sobre a filmagem de uma terceira parte. Mas Kim Cattrall se recusou a atuar, argumentando que já havia superado o papel de Samantha tanto moralmente quanto em idade. Essa decisão acabou gerando um enorme conflito entre ela e Sarah Jessica Parker. Kim também não gostou do roteiro do terceiro filme: Mr. Big morre e Carrie tenta voltar à vida normal após a perda do marido.

  • A amizade nas telas nunca ocorreu na vida real. “Nunca fomos amigas. Éramos apenas colegas e depois das filmagens paramos de nos comunicar. Estávamos conectadas apenas pela série e não se poderia esperar que, hoje, uma ligasse para a outra para saber como vai a vida”, disse Kim Cattrall.

  • Após o sucesso da série, as atrizes foram convidadas para filmes e comerciais. Mas nenhuma delas conseguiu voltar a ter tanto sucesso. Sarah Jessica Parker está criando três filhos, estrelando comerciais e começando uma nova carreira como designer de moda e calçados. Kim Cattrall atua no teatro, participa de vários projetos de caridade e voltou a projetos de televisão. A paixão de Cynthia Nixon são o teatro e a política. Ela até concorreu ao governo do Estado de Nova York. Kristin Davis cria dois filhos adotivos e se sente realizada como voluntária em vários projetos humanitários.

Você já assistiu a essa série? Qual era sua personagem favorita? Comente.

Imagem de capa Sex and the City / HBO
21-5
354
Compartilhar este artigo