Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

Como estão hoje 18 atrizes, cuja interpretação de “femmes fatales” conquistou o público

A imagem de uma mulher extremamente atraente e confiante, que parte os corações sempre povoou o imaginário coletivo. E, claro, a indústria do cinema transformou essa figura em diversas personagens memoráveis ao longo da história das telas. Heroínas ou vilãs, as femmes fatales são uma figura constante na história da sétima arte.

Nós, do Incrível.club, descobrimos como estão hoje 18 atrizes que já interpretaram mulheres com esse perfil.

Drew Barrymore (Ivy, Relação Indecente: A Sociedade Secreta, 1992)

No filme Relação Indecente: A Sociedade Secreta, a jovem acanhada Sylvie conhece a sedutora Ivy, interpretada por Drew Barrymore. Mas a nova amiga não parece ter boas intenções: seu alvo é o pai de Sylvie e sua riqueza. Atualmente, a atriz se dedica à produção, atua em séries e apresenta seu próprio programa.

Catherine Deneuve (Miriam, Fome de Viver,1983)

No filme Fome de Viver, Miriam, interpretada por Catherine Deneuve, é uma vampira imortal, que aplica em seus amantes uma espécie de feitiço conforme eles envelhecem. Um destino difícil aguarda aqueles que ela escolhe como seus parceiros de vida. Aos 77 anos, Catherine segue atuando em filmes.

Sharon Stone (Catherine, Instinto Selvagem, 1992)

Ao ouvir as palavras “femme fatale do cinema”, ​a primeiro personagem que vem à mente de muitos é Catherine, do suspense Instinto Selvagem. A escritora misteriosa que usa a sedução para manipular um detetive permanecerá para sempre em nossos corações. O papel foi interpretado por Sharon, que este ano lançou sua autobiografia. No livro, a atriz contou detalhes chocantes sobre as gravações do filme.

Jennifer Love Hewitt (Page, Doce Trapaça, 2001)

Em Doce Trapaça, Page é a filha de uma mulher que busca homens ricos. Junto com a mãe, ela faz de tudo para atrair sujeitos poderosos e roubar o seu dinheiro. Mas um dia, as coisas não saem como o planejado. Jennifer Love Hewitt, que interpretou o papel, hoje se dedica, principalmente, ao trabalho em séries.

Elizabeth Berkley (Nomi, Showgirls, 1995)

A heroína de Showgirls, Nomi, se muda para Las Vegas para realizar o sonho de dançar no show mais popular da cidade. Para isso, tem de conquistar o produtor do show e eliminar uma concorrente. É assim que a maioria das pessoas se lembra de Elizabeth Berkley, que fez o papel. Hoje, infelizmente, a atriz interpreta papéis menores.

Patricia Arquette (Alice, A Estrada Perdida, 1997)

O filme Estrada Perdida presenteou o público com mais uma femme fatale memorável, interpretada por Patricia Arquette. Alice é a esposa infiel de um gangster. A loira sensual se envolve com um mecânico, o que gera consequências desastrosas. Atualmente, a atriz segue atuando em filmes e séries de TV.

Faye Dunaway (Evelyn, Chinatown, 1974)

Evelyn, de Chinatown, é uma mulher bela e rica que recorre aos serviços de um detetive para seguir o seu marido infiel. A heroína envolve o homem que contratou em uma teia de intrigas, escândalos e esquemas secretos. Hoje, aos 80 anos, Faye Dunaway continua aparecendo nas telas.

Rebecca Romijn (Laura, Femme Fatale, 2002)

O filme Femme Fatale conta a história de Laura, uma mulher que não se destaca exatamente pelos valores morais. Após participar de um grande assalto, ela é forçada a se esconder atrás de uma nova identidade. Hoje, a atriz Rebecca Romijn atua em séries e curtas e também se dedica à dublagem.

Nicole Kidman (Suzanne, Um Sonho Sem Limites, 1995)

A carreira é o que mais interessa a Suzanne, personagem de Um Sonho Sem Limites. Para se tornar famosa na televisão, a jovem está disposta a tudo. Ela se envolve com um homem e o manipula para atingir seus objetivos. Como aspirante a âncora de telejornal, ela precisa de um crime para ter uma grande história. O papel foi interpretado por Nicole Kidman, que ainda é uma atriz muito requisitada e brilha regularmente nas telas.

Laura Harring (Camila, Cidade dos Sonhos, 2001)

Laura Harring desempenhou dois papéis no filme ’cult’ Cidade dos Sonhos: a assustada Rita e a encantadora Camilla. A última é uma atriz que não leva em consideração os sentimentos das pessoas próximas, o que a leva a um final imprevisível. Laura Harring ocasionalmente aparece em filmes e séries de TV em papéis secundários.

Charlize Theron (Gilda, Três Vidas e Um Destino, 2004)

A mimada Gilda de Três Vidas e Um Destino leva um estilo de vida boêmio, ignorando todos os princípios. Durante um período histórico difícil, ela permanece fiel aos seus hábitos, o que não faz sentido para seu namorado. Atualmente, Charlize Theron se dedica não só à atuação, mas também à produção de filmes.

Emma Wiklund (Patra, série de filmes Taxi, 1998–2018)

A atriz e modelo Emma Wiklund é lembrada pelo público como uma deslumbrante delegada na série de filmes Taxi. Uma mulher da lei que é perigosa tanto para os inimigos quanto para os corações de seus colegas. Infelizmente, a atriz já não atua mais em filmes.

Emmanuelle Seigner (Mimi, Lua de Fel, 1992)

O filme Lua de Fel conta a história da francesa Mimi, que supera a traição da pessoa amada e se transforma em uma verdadeira femme fatale. Suas ações podem deixar qualquer espectador um tanto confuso. A atriz que desempenhou o papel, Emmanuelle Seigner, continua atuando em filmes.

Gong Li (Hatsumomo, Memórias de uma Gueixa, 2005)

Hatsumomo é a grande antagonista de Memórias de uma Gueixa. Sua beleza é admirada por todos na região, desde as “irmãs” mais novas até os homens poderosos. A jovem está disposta a arruinar a vida de uma rival para não compartilhar sua popularidade com ela. A atriz Gong Li ainda é muito requisitada para trabalhos nas telas, tanto pelos diretores chineses, como pelos de Hollywood.

Vera Fischer (Yvete, O Clone, 2001–2002)

Yvete é uma das personagens femininas mais marcantes da novela O Clone. Uma senhora madura, encantadora e sensual que acabou se tornando uma espécie de pomo da discórdia entre pai e filho. No entanto, ao contrário de muitas beldades fatais do cinema, Yvete tem um bom coração. Ícone da TV brasileira, Vera Fischer não tem aparecido muito nas telas nos últimos anos, mas, a julgar por seus perfis nas redes sociais, ela está em ótima forma e aproveitando a vida.

Kim Basinger (Lynn, Los Angeles — Cidade Proibida, 1997)

O papel em Los Angeles — Cidade Proibida rendeu à atriz Kim Basinger um Oscar. Lynn é uma mulher de princípios morais questionáveis, mas conquista o espectador desde os primeiros segundos do filme. Kim Basinger até hoje continua agradando o público com papéis no cinema. Há não muito tempo, ela estrelou os aclamados filmes Cinquenta Tons de Liberdade e Cinquenta Tons Mais Escuros.

Isabella Rossellini (Dorothy, Veludo Azul, 1986)

Em Veludo Azul, a atriz Isabella Rossellini interpretou uma bela cantora de cabaré desejada por um bandido perigoso e por um estudante comum. No caso do último, o envolvimento com a beldade traz problemas graves. Aos 68 anos, a atriz é dubladora de filmes e também se dedica às filmagens.

Jennifer Coolidge (mãe de Stifler, série de filmes American Pie, 1999–2012)

Jennifer Coolidge apareceu na comédia American Pie por apenas alguns minutos, mas acabou se tornando um dos personagens mais marcantes da franquia. Uma atraente mulher madura, ela é mãe de um dos personagens principais, que roubou os corações de seus amigos. Hoje, a atriz é frequentemente chamada para interpretar papeis de beldades maduras e sedutoras.

Qual dessas femmes fatales você mais admira? Comente.

Compartilhar este artigo