Incrível
Incrível

20 Razões tão absurdas para não ser contratado que seria possível até filmar uma comédia sobre isso

São as entrevistas de trabalho que frequentemente determinam o destino profissional, em que as perguntas esquisitas surgem e, às vezes, até alguma loucura acontece. Os heróis das histórias de hoje falaram sobre diferentes razões por não ter passado em uma entrevista, e sobre a dúvida que ainda resta: “O que foi aquilo?”.

Nós, do Incrível.club, temos certeza de que você também tem histórias sobre entrevistas loucas, então vamos esperar por seus comentários depois de ler este artigo.

  • Há alguns anos, não consegui um emprego, pois eu sabia mais sobre os programas necessários do que o chefe do departamento. © Alena Romanova-Bessoltsina / Facebook
  • Não fui contratada porque eu era “feia”. A propósito, a gerente era uma verdadeira “chupa-cabra”. Sério! Ao telefone, a voz dela era muito legal, mas quando a vi pessoalmente, fiquei até assustada. Então a antipatia foi mútua. © Maria Medvedeva / Facebook
  • Ainda estudante, tentei conseguir um emprego em um restaurante de fast food. Não me contrataram porque eu era muito alta. O proprietário, de apenas 1,50 m de altura, me disse: “Como você vai ficar com a sua altura de 1,82 m atrás do balcão?” Depois da faculdade, eu queria trabalhar na polícia. Me rejeitaram, pois não era casada. Tinham certeza de que eu encontraria um marido na delegacia e entraria de licença de maternidade. © Lena Solomyanaya / Facebook
  • Uma vez tive uma entrevista estressante. A mulher claramente desfrutava da sua obscenidade, e foi paga na mesma moeda. Ela esperava me ver chorar, mas “apanhou” de volta. De qualquer forma, não gostamos uma da outra. © Olena Kovalenko / Facebook
  • A conversa telefônica de anteontem com um recrutador de uma empresa:
    — Seu filho vai para o jardim de infância? E se ele ficar doente?
    — Meu filho tem o pai.
    — Isso é bom, estamos felizes por você. Mas tem alguém para cuidar do seu filho? © dishiko / Twitter
  • Certa vez, fui rejeitada porque tenho uma leve dislalia. Na verdade, um economista nem se comunica muito com outras pessoas. © Anastasia Talaat Luschik / Facebook
  • Certa ocasião, me disseram que eu era muito jovem — na época eu tinha 34 anos — e bonita. Nessa primavera meu marido não foi contratado para uma posição de diretor comercial com a seguinte explicação: “Você é muito velho — ele tem 43 anos — e inteligente, sabe e entende demais”. © Ligueia Nikto / Facebook
  • Isso aconteceu em um banco bastante conhecido em que eu trabalhava como freelancer. Certo dia, entrei no RH e fiquei profundamente surpreso. Uma estagiária bem novinha estava sentada frente a uma mesa com um monte de currículos. Ela tinha uma régua com a qual media as margens e a distância entre a fotografia e as bordas da folha. E, como descobri, olhava as fonte de texto também, verificando se um currículo correspondia aos padrões de tal documentação. Se não, era descartado. Perguntei ao chefe dela: “O que está acontecendo?”. E ele me respondeu que se um candidato não caprichasse no seu currículo, trabalharia da mesma maneira. E, consequentemente, não merecia nem uma entrevista. E não importava a experiência que ele tivesse. “Não há coisas insignificantes no nosso negócio!” © mrAibo / Pikabu
  • Há muito tempo, cerca de 30 anos atrás, não consegui um emprego porque tinha um cão inadequado, um poodle. Por que mencionei meu cachorro? © Natalia Natalia / Facebook
  • Na fase final da entrevista para o cargo de editora do jornal da fábrica falei com uma das gerentes. Ela me perguntou: “Por que você quer trabalhar conosco?” Respondi: “Não tenho ninguém para me sustentar”. Percebi que havia falado demais, mas era tarde. Não me ligaram de volta. © Odissey_ka / Twitter
  • Certa vez, tive uma entrevista final com o CEO depois de uma série de testes e provas de RH. Me disseram que gostavam de mim, mas que eu tinha 27 anos, então eu entraria de licença de maternidade em breve. E não me contrataram. © fmbjkn / Twitter
  • Me perguntaram se eu podia fazer horas extras, pedi desculpas e disse que meus filhos ficavam na escola no máximo até as 18h30. Então escutei outra pergunta: “Imagine, você tem de ir ao trabalho, vai no seu carro e vê que ele está cheio de bolas de ping-pong. O que você faz?” Eu disse: “Chamo um táxi por minha conta e vou ao trabalho”. O diretor disse: “Entendi”. Meia hora depois, recebi um e-mail dizendo que eu não era a pessoa certa para eles. Ainda não entendo essa pegadinha sobre as bolas, e como deveria ter respondido. © Olga Aksyonova / Facebook
  • Sempre recebo respostas com formulações gerais do tipo: “Não foi uma decisão fácil, consideramos muitos candidatos interessantes, no entanto...”. Uma vez tentei perguntar o que eu havia feito de errado que nem queriam falar comigo. Me disseram que as razões não podiam ser divulgadas. © Lachatnoiret / Pikabu
  • Já fui rejeitado porque não tinha uma foto no meu currículo, ou porque a “carta de apresentação era muito original” (citação literal). Contudo, a resposta favorita foi: “Você é muito jovem, não pode saber tanto”. © VanDs / Pikabu
  • A entrevista estava indo bem até que me perguntaram sobre o meu signo do zodíaco. Respondi: “Capricórnio”. E a senhora que havia feito a pergunta franziu os lábios e respondeu: “Entendo, tudo”. © Vladislava Didenko / Facebook
  • Em uma entrevista fui elogiada e admirada por ter uma experiência impressionante para a minha idade, tão jovem. Porém me disseram que tinham de dizer não pois eu havia me casado recentemente. Ficaram com medo de que eu tirasse licença maternidade logo. Menti que não podia ter filhos. Então me disseram que não queriam contratar doentes. © Katerina Vorobievskaya / Facebook
  • Certa vez não fui contratada porque meu marido me deu uma carona para a entrevista. Me disseram que era um sinal de que eu não era autossuficiente. A melhor parte é que, um ano depois, fui contratada pela mesma empresa, com o meu marido me dando carona outra vez. Descobri que apenas haviam mudado de chefe do RH. © Elena Serve / Facebook

Agora é a sua vez de falar sobre a entrevista mais louca da sua vida.

Imagem de capa Elena Serve / Facebook
Incrível/Arte/20 Razões tão absurdas para não ser contratado que seria possível até filmar uma comédia sobre isso
Compartilhar este artigo