Incrível
Incrível

11 Museus estranhos, mas interessantes, que valem a pena visitar

Se você acha que visitas ao museu são entediantes, então nossa compilação vai mudar sua opinião. Nós coletamos os 11 museus mais incríveis do mundo, nos quais os visitantes não têm tempo para ficar entediados.

O Incrível.club espera que você, indubitavelmente, queira visitar pelo menos um museu. Em resumo, este post mudará sua opinião sobre visitas a esses centros de recreação.

1. O museu dos corações partidos (Zagreb, Croácia)

Na Croácia há um museu dedicado ao amor infeliz. Foi fundado pelo casal divorciado Olinka Vištica e Dražen Grubišić para ajudar as pessoas a sobreviverem ao término de seus relacionamentos.

Voluntários de todo o mundo trazem coisas que os lembram de sua experiência amorosa: cartas, fotografias ou brinquedos. Por exemplo, há um machado com o qual um homem destruiu os móveis de sua ex-namorada, que se apaixonou por outra.

2. Museu subaquático (Cancun, México)

A exposição deste museu é exibida no fundo do Mar do Caribe, no Parque Nacional de Cancun. É chamado de "evolução silenciosa" e reflete a história da humanidade desde a antiguidade até a modernidade. Para ver mais de 400 peças, você terá que mergulhar a uma profundidade de 10 metros.

O escultor Jason deCaires Taylor usou 120 toneladas de concreto, 400 quilos de silicone, 4 quilômetros de fibra de vidro e levou um ano e meio para criar essas figuras.

As peças deste museu servem como uma casa para os habitantes marinhos e de base para as colônias de corais.

3. Museu da morte (Los Angeles, Estados Unidos)

Em Los Angeles existe o Museu da Morte para quem já viu de tudo. Foi criado em 1995 e foram coletadas peças que têm a ver com o tema e tudo que está relacionado a ela. Aqui você pode ver fotos de aparelhos para execução, de acidentes e de cenas de crimes. No museu há uma sala separada com atributos para funerais e embalsamamento. O acesso ao museu é proibido a pessoas sensíveis, crianças e mulheres grávidas.

4. O museu da arte ruim (Boston, Estados Unidos)

Mesmo aqueles que desenham mais ou menos são capazes de mostrar ao mundo sua criatividade, se o trabalho for aceito pelo Museu da Arte Ruim, em Boston. Aqui, pessoas de todo o mundo vêm para ver essas criações.

Este museu foi inaugurado em 1993 pelo antiquário Scott Wilson. Encontrada no lixo, a pintura "Lucy no campo das flores" foi a primeira do acervo. O museu tem 3 salas de exposição, onde se encontram cerca de 600 objetos, e todo mês recebe pedidos de pintores. Mas 9 de 10 obras não são aprovadas na seleção, porque não são tão ruins. Em 1996, uma delas foi roubada e, embora uma recompensa tenha sido anunciada para sua devolução, desapareceu para sempre.

5. O museu dos esgotos (Paris, França)

Cerca de 100 mil pessoas visitam o Museu dos Esgotos em Paris todos os anos. Nele, você pode aprender como este sistema foi desenvolvido e com quais métodos eles purificavam a água desde os tempos romanos até os dias atuais. Nas galerias subterrâneas são exibidos objetos como mecanismos reais de esgoto, computadores para supervisão, etc. Em Paris existem cerca de 2.100 km de túneis. Nas áreas visitadas pelos turistas, há luz e ar fresco.

6. Museu de flocos de neve (ilha de Hokkaido, Japão)

No Japão há um museu de flocos de neve, fundado pelo cientista Nakaya Ukichiro. Existem apenas flocos únicos e excepcionais. Todos eles consistem em 95 por cento de ar e têm uma forma de 6 ângulos, mas nenhum se assemelha.

O museu está localizado nas cavernas de gelo. Mais de 200 fotografias estão penduradas em suas paredes. Perto delas, há informações sobre sua composição e sua construção.

7. Museu da dança (Estocolmo, Suécia)

Se você gosta de dança, visite o museu a ela dedicado em Estocolmo. Na coleção há máscaras, fantasias, cartazes e livros. Aqui você será informado sobre o desenvolvimento desta arte e sobre as danças nacionais de diferentes países. Além disso, performances ao vivo podem ser vistas nas constantes exposições do local.

8. Museu de marzipã (Szentendre, Hungria)

Se você gosta de doces, então vá ao Museu do marzipã na Hungria, que funciona desde 1994 e foi fundado pelo confeiteiro Caroy Sabo. Ele aprendeu essa habilidade por um longo tempo e abriu uma loja, mas não tinha tantos clientes. Então, em tom de brincadeira, fez uma caricatura de um famoso personagem daquela época. Depois disso, passou a ter muitos clientes. Entre os objetos do museu há um mapa da Hungria, o retrato de Mozart e o edifício do parlamento de Budapeste.

9. Museu do Cabelo (Avanos, Turquia)

Outro local original que você pode visitar é o museu do cabelo na Capadócia, Turquia. Está localizado numa antiga olaria e, desde 1976, acumula 16 mil exemplares de cabelo com os quais as paredes e o teto foram cobertos. O "acervo" pertence a várias mulheres e, ao lado dos fios, há as anotações com seus endereços.

Há uma lenda que diz que o dono da olaria Chez Galip abriu o museu devido a uma decepção amorosa. Sua amada foi embora e deixou uma mecha de seu cabelo como lembrança. Galip contou a história aos visitantes da olaria e eles também começaram a deixar seus fios de cabelo ali. Como resultado, teve de abrir um museu completo.

Duas vezes por ano, os visitantes escolhem as 10 mais belas mechas e os vencedores são convidados para férias gratuitas durante uma semana na Capadócia.

10. Museu da mentira (Kyritz, Alemanha)

Na cidade de Kyritz, na Alemanha, há algumas décadas, foi aberto o Museu da mentira. Assim é chamado porque todos os objetos são falsos. Nas 10 salas você pode encontrar itens como a orelha cortada de Van Gogh, o bigode de Hitler, uma vassoura de bruxa, o rádio do "Titanic" etc. Ao entrar no museu, os visitantes recebem sempre uma bebida e bolo. E eles os aconselham a andar pelo museu com o lema: "Não acredite no que seus olhos veem". E com razão, já que até o bolo é feito de plástico e a bebida é um chá comum.

11. Museu da massa (Parma, Itália)

É claro, o museu da massa só poderia ser aberto pelos italianos. Está localizado na província de Parma. São 6 salas de exposição nas quais você pode ver velhas ferramentas de agricultura, utensílios e máquinas antigas com a ajuda das quais a massa era feita. De acordo com os objetos deste museu, pode ser observada a evolução da produção de massa e pão.

Quais museus extraordinários você conhece? Compartilhe suas histórias com a gente nos comentários abaixo.

Incrível/Arte/11 Museus estranhos, mas interessantes, que valem a pena visitar
Compartilhar este artigo