10 Cenas que foram impiedosamente cortadas dos nossos filmes favoritos (e sem motivos relevantes)

Não é segredo que a versão final de um filme não inclui todo o material gravado. Na fase de edição, inúmeras cenas são cortadas. Muitas vezes, no entanto, os criadores tomam decisões duvidosas aos abdicarem de momentos, que dariam mais profundidade aos personagens ou, talvez, que ajudariam a justificar melhor o contexto de alguns eventos.

Nós, do Incrível.club, revemos e selecionamos os fragmentos cinematográficos, que, ao nosso ver, foram removidos injustamente. Por isso, acompanhe!

Harry Potter e as Relíquias da Morte: Parte 1

Na primeira parte do último filme, Rony explica por que naquele momento seria perigoso pronunciar o nome do “Lord das Trevas”. O que acontece é que havia um feitiço capaz de rastrear aqueles que fossem inimigos de Voldemort. O bruxo, depois, pronuncia o nome e, rapidamente, os comensais da morte conseguem localizá-lo.

Jogos Vorazes

Lembra-se da Rue de 12 anos, do Distrito 11, que se esforçava ao máximo para proteger a Katniss? Quem não leu o romance pode não compreender por que a protagonista se sentia tão próxima da menina e por que chorou tanto após a morte dela. Mas as cenas cortadas, certamente, põem todos os pingos nos “is”.

Katniss dividia comida com Rue porque no 11º Distrito não havia carne e a pequena nunca tinha experimentado coelho. Também não nos mostraram como as duas conversavam bastante sobre “coisas de menina” antes de dormir. Nesse fragmento, podemos ver que Katniss ficou apegada à garota porque ela se parecia com sua irmã, Prim.

Frozen 2

Nesse desenho animado, muitos fragmentos legais não foram incluídos na versão final. Um deles: o fato de que o rei e a rainha tentaram encontrar maneiras de lidar com os poderes de Elsa desde cedo.

As irmãs exploravam o castelo e encontraram um quarto secreto, onde havia muitos livros com textos sobre as possíveis fontes dos poderes da protagonista. Foi assim que as meninas descobriram os estudos que a mãe delas havia feito sobre algumas lendas que mostravam um destino trágico a muitas criaturas mágicas, parecidas com Elsa. Talvez por esse motivo, o rei e a rainha tenham tentado suprimir as habilidades da filha desde pequena. Eles tinham medo de que a natureza da magia dela fosse levar a consequências fatais. A ideia, aliás, de colocar luvas na pequena Elsa foi da mãe, não do pai.

Nessa mesma cena, as irmãs descobrem que a cultura da tribo Northuldra era proibida em Arendelle. E essa é, provavelmente, a razão pela qual Iduna tenha decidido esconder das filhas sua verdadeira origem.

Vingadores: Ultimato

É de partir o coração o sacrifício que a Viúva Negra faz no filme. Essa cena, porém, deveria ter sido ainda mais comovente. No fragmento retirado, Natasha Romanoff e o Gavião Arqueiro lutam juntos contra os guerreiros de Thanos. Durante a batalha, a heroína leva diversos tiros e, reunindo as últimas forças, rasteja até a beirada do penhasco para pegar a joia do infinito. Logo depois, ao ver Thanos se aproximar, decide se atirar lá de cima. Nessa hora, a reação no rosto de Clint é de total desespero. Não há, portanto, uma despedida, diferentemente do que acontece na versão exibida. Ao que parece, dessa forma, teria sido muito mais difícil para o herói lidar com a morte da amiga.

O Silêncio dos Inocentes

Todas as cenas do filme em que Anthony Hopkins está presente são brilhantes. Porém, em um dos fragmentos cortados, o Dr. Lecter faz um monólogo impressionante sobre a psicologia do assassino Buffalo Bill. Ele argumenta que Bill não nasceu violento, mas foi condicionado pelos anos de violência constante que sofreu.

Apenas poucos elementos do discurso entraram para a versão final. Mas o monólogo original, sem cortes, ofereceria aos telespectadores uma visão mais profunda da mente distorcida de Bill. Permitiria, também, uma melhor compreensão da personalidade do próprio Lecter, à medida que, enquanto fala, mostra algumas emoções incomuns no rosto: ao que parece, o personagem poderia estar chorando.

Thor

Desde o começo, vemos a coroação de Thor. Antes da cerimônia, no entanto, há uma conversa muito comovente entre Loki e o irmão. Nessa cena removida, veríamos como Loki realmente se sente em relação a Thor: o supervilão admite ter momentos de ciúme, mas pede ao irmão para nunca duvidar do amor que tem por ele.

Como Treinar Seu Dragão 3

Você se lembra de quando a Astrid fala com a mãe do Soluço sobre o casamento? A garota diz que não é contra se casar com ele, mas quer se casar por amor e não apenas em prol da união. Em seguida, Astrid pergunta à mãe do Soluço como ela decidiu se casar com o seu então falecido marido. Infelizmente, esse fragmento bastante tocante da conversa não foi incluído.

O Diabo Veste Prada

Miranda Priestly é uma editora-chefe muito exigente. Uma de suas assistentes, Andrea, passa o filme se esforçando ao máximo para ganhar algum elogio da chefe. E consegue, mas, infelizmente, essa foi uma das cenas cortadas.

Nesse fragmento, finalmente podemos conhecer o marido de Miranda. Ele aborda, de forma bastante arrogante, o CEO da empresa, deixando a própria esposa em maus lençóis. Andrea, então, intervém no conflito para ajudar, e a “dama de ferro” a agradece em seguida.

Provavelmente, os criadores acharam essa cena dispensável, por isso optaram por manter a imagem da personagem de Meryl Streep severa e fria. Contudo, aqueles que assistiram à estreia do filme nos cinemas puderam ver essa cena. O resto, não teve tanta sorte.

Kill Bill — Volume 2

Por motivos desconhecidos, Quentin Tarantino cortou uma cena do filme que mostraria todas as habilidades de luta de Bill. Se tivesse sido incluída no longa, seria mais fácil para os espectadores compreenderem o que esse personagem realmente era capaz de fazer e por que todos tinham tanto medo dele.

Titanic

A história de amor entre Rose e Jack é, sem dúvida, o núcleo mais significativo do longa. James Cameron, porém, não se concentrou apenas na trágica relação desse casal. Nas cenas removidas, teríamos visto, também, a interessante história de amor entre Fabrizio, amigo do Jack, e Helga.

Você lembra de quando Jack e Rose estão apoiados na popa do transatlântico no final do longa? O que vemos é a protagonista trocando olhares com uma loira apavorada: essa mulher é a Helga. Ela se pendurava na grade, mas não aguentou e caiu.

O casal secundário aparece em mais de uma das cenas cortadas. Inicialmente, Fabrizio a conheceu no deck inferior, mas, como a garota não falava inglês, ele tentou se comunicar por meio de mímicas. Na cena seguinte, os dois apareciam dançando juntos.

O mais comovente, contudo, seria o fragmento da despedida. Quando todos os passageiros da 3ª classe ficaram presos, Helga aguardava ao lado de seus pais. Fabrizio tentou encontrar outra saída para levar a amada com ele, mas Helga não pôde deixar a família e, assim, os dois se beijaram por uma última vez. Fabrizio, então, prometeu que nunca a esqueceria.

A propósito, em um dos momentos finais do filme, quando Rose volta ao Titanic, podemos ver que Fabrizio e Helga teriam se reencontrado após a morte. Lindo, não é?

O que você acha: valeu realmente a pena cortar essas cenas dos filmes? Comente!

Compartilhar este artigo