Os 11 programas de TV mais esquisitos do Japão

Gente
há 11 meses

Japão é um país incrível, capaz de superar os maiores desafios e se manter com uma das maiores potencias mundiais. Os japoneses têm muito a nos ensinar no que diz respeito a temas como educação, civilidade e respeito às pessoas de mais idade. Mas, quando o assunto é diversão, nós, ocidentais, ainda estranhamos muitas das maneiras dos japoneses de passar o tempo.

Neste post, o Incrível.club apresenta algumas das atrações mais interessantes (e das mais censuradas e diferentes...) da Terra do Sol Nascente.

Comestível — não comestível

¿Candy or not candy?” Esse é o nome do cômico programa de televisão japonês que, à primeira vista, parece que foi tirado de um manicômio. E o que mais você pode pensar se o objetivo dos participantes do programa é morder plantas, maçanetas, sapatos e outros itens pouco apetitosos? No entanto, essa é a única maneira que eles têm para distinguir um objeto real de um “objeto” feito de... DOCE. Independentemente de acharmos esse programa estranho, seria um absurdo não dar crédito à genialidade e talento dos chefs confeiteiros japoneses.

Mulheres contra lagartixas

A lagartixa é um animal que causa medo em muitas pessoas. Além disso, você ficaria surpreso em ver como esse réptil urbano é ágil e flexível ao sentir o cheiro de um bife cru. Agora, se esse filé estiver preso ao seu rosto, com certeza não deve ser uma sensação agradável experimentar quão dolorosas e até venenosas podem ser suas mordidas.

Esse é o resumo da competição desse programa de entretenimento japonês: as mulheres prendem um pedaço de carne crua em sua testa, posicionam-se em um enorme aquário e colocam seus nervos à prova. A primeira a se assustar e tirar a cabeça de dentro do aquário, perde.

Encontre a cadeira

Parece bastante inofensivo e até mesmo fácil. No entanto, o participante deve cumprir a tarefa com os olhos vendados. E é bom também o competidor tentar não prestar atenção nas vaias do público todas as vezes que esbarrar em algo ou tropeçar. A regra que funciona aqui é: quanto mais doloroso, mais divertido.

Bom proveito!

O objetivo é bem simples: duas mulheres assopram ao mesmo tempo em um tubo transparente, empurrando assim uma cigarra seca (o que, sinceramente, é muito semelhante à uma barata gigante). A vencedora será a que conseguir fazer com que sua rival “coma” o inseto.

Escada escorregadia

Os participantes do programa devem subir por uma escada molhada e escorregadia e, ao mesmo tempo, resistir a todos os tipos de “armadilhas” das pessoas que estão na parte de cima. Às vezes, os participantes do jogo precisam colocar roupas de, por exemplo, senhoras mais velhas. Em caso de falha, o “herói” do show não apenas cai da escada, mas vai diretamente para uma piscina.

A grande lavagem

Esse programa é tão insano que não poderia ter sido criado em nenhum outro país além do Japão. O protagonista do show precisa comer uma porção de macarrões tradicionais. Dentro de uma máquina de lavar roupa. Uma máquina de lavar roupa que está... girando. Isso diante de uma audiência que não para de rir. Além disso, para conseguir um “efeito” melhor, o participante está vestido com meias e fralda. E, como você pode imaginar, esse público não é composto por mulheres.

Saúde!

Nesta competição, os participantes do show competem para ver quem espirra mais rápido. Eles se revezam fazendo cócegas no nariz com um guardanapo. Alguns demoram alguns segundos para completar a tarefa e outros não conseguem espirrar, mesmo depois de um minuto.

O guloso

Essa é uma competição clássica, também popular em outros países: comer algo que está suspenso, sem a ajuda das mãos. Mas, ao contrário de nós, os japoneses preferem marshmallows em vez de maçãs. E isso ainda seria tranquilo, se os rostos dos participantes não estivessem amarrados por uma corda.

Lógica implacável

O programa de televisão “Tore!” combina desafios intelectuais e físicos. Por quanto tempo você conseguiria ficar em pé em uma plataforma que, a cada resposta incorreta, aproxima-se mais da parede? Algumas provas são tão específicas que, involuntariamente, lembram o filme de terror “Jogos Mortais”. Por exemplo, em um dos episódios, os participantes precisavam responder algumas perguntas durante sua própria mumificação. Em caso de erro, eles eram completamente envolvidos em um pano e colocados em um sarcófago. De qualquer forma, o “Tore!” tem uma enorme audiência, e a Nintendo até criou um videogame baseado nesse programa.

Equilíbrio, queijo e um homem faminto

As regras são simples: uma mulher gira em torno de seu eixo, com a testa apoiada em um bastão de beisebol. Assim que estiver zonza (desorientada), a participante deverá pegar uma colher de queijo quente, levar ao homem sentado na cadeira e alimentá-lo.

O boliche humano

Geralmente, para fazer um belo strike, é necessário “pensar” como se fôssemos uma bola. Ou ainda melhor: sermos a bola. Os participantes desse programa fazem um trabalho excelente derrubando os pinos de boliche com seu próprio corpo.

Imagem de capa Gaki no tsukai

Comentários

Receber notificações
Sorte sua! Este tópico está vazio, o que significa que você poderá ser o primeiro a comentar. Vá em frente!

Artigos relacionados