Mãe que não tinha com quem deixar o filho para ir trabalhar, recebe apoio inesperado da empresa

Gente
há 3 meses

No equilíbrio delicado entre ser mãe e desbravar o mundo profissional, as mulheres enfrentam desafios únicos. Hoje, apresentamos uma história breve e inspiradora de uma mãe que, ao encarar as complexidades dessa dupla jornada, viu-se surpreendida por um gesto de empatia adotado pela empresa em que trabalha.

Como tudo começou

Renata Vinhaes divide uma conta no TikTok com seu parceiro, compartilhando um pouco do dia a dia com a família, o casal e o filho Lucca. Em um vídeo que fez bastante sucesso, ultrapassando meio milhão de visualizações, Renata revela uma surpresa preparada pela empresa na qual trabalha para ajudá-la com a jornada na maternidade.

A surpresa

Ela foi surpreendida ao descobrir que a empresa havia adaptado uma sala, com um espaço especialmente dedicado ao bebê, permitindo que ela trouxesse seu filho para o trabalho e o tivesse ao seu lado. Essa solução foi pensada diante de sua situação, uma vez que ela não tinha com quem deixar a criança enquanto estava no trabalho.

Conforme mostrado no vídeo, o ambiente está equipado com um trocador, uma variedade de brinquedos, uma área destinada a guardar fraldas e outros itens essenciais para o bebê, incluindo um berço.

Nova dinâmica de trabalho

“Agora ele é mimado com brinquedinhos pelas titias e tem até escala para ficar com ele”, compartilha Renata.

“O aniversariante do mês ficou diferente, não é?”, complementa Renata sobre o filho receber uma festinha de aniversário da empresa para comemorar mais um mês de vida.

Quando questionada por um internauta sobre a possibilidade de trabalhar em casa (home office) para evitar a necessidade de levar o bebê para o trabalho, Renata respondeu: “Me deixaram à vontade para falar se não ficasse bom ir presencialmente todos os dias. Na empresa todos me ajudam com o bebê e em casa ficaria sozinha.”

Assista ao vídeo completo abaixo:

A atenção especial dada pela empresa à colaboradora e seu filho foi elogiada como um modelo a ser seguido. A história também serviu como reflexão, conforme expressou esta internauta: “O dia que as empresas entenderem que funcionário que trabalha tranquilo produz mais e melhor. Que essa empresa prospere demais e você também”. Outra internauta também elogiou a empresa e fez um desabafo: “Isso que é empresa. Parabéns! Eu tive que parar de trabalhar, porque estava difícil arrumar alguém pra olhar o meu neném.”

Esses comentários evidenciam a importância de ambientes de trabalho sensíveis às necessidades das mães. Eles também abrem espaço para explorar mais a fundo outra perspectiva: a experiência de mães que, após a chegada do bebê, sentem falta do seu papel profissional. Para uma análise mais profunda das emoções e desafios enfrentados por essas mães, confira este artigo, no qual uma mãe busca conselhos para equilibrar a maternidade e a carreira.

Comentários

Receber notificações
Sorte sua! Este tópico está vazio, o que significa que você poderá ser o primeiro a comentar. Vá em frente!

Artigos relacionados