18 Tatuagens que renderam boas histórias para contar

Curiosidades
há 2 meses

Tatuagem, sem dúvidas, é uma decisão muito séria. Antes de tudo, é melhor pensar cuidadosamente no desenho e certificar-se de que ele realmente lhe agrada. Além disso, é fundamental encontrar um bom tatuador para não acabar tendo dores de cabeça mais tarde. Porém, no fim, não importa se a tattoo é boa ou ruim, sempre há uma chance de se envolver em uma situação engraçada ou mesmo inusitada por causa dela.

Quando uma situação engraçada no estúdio de tatuagem se transforma em ideias para uma nova tatuagem

  • Não era a primeira vez que eu estava fazendo uma tatuagem com o tatuador. Ele e sua namorada têm seu próprio estúdio, uma atmosfera agradável e caseira. Servem comidas, bebidas, trabalham muito bem e ainda têm dois gatos, que você pode acariciar a qualquer momento. Enquanto o cara estava fazendo minha tattoo, bem tranquilo, de repente um dos gatos decidiu andar pelas prateleiras e acidentalmente jogou um vaso na cabeça da garota. Foi muito engraçado, até a coitada chorou de rir. De todo jeito, acredito que as tatuagens devem evocar emoções, e é por isso que tenho um gato no meu tornozelo, virando um vaso com a cauda. E, caramba, ainda dou risada toda vez que olho para essa tatuagem e me lembro daquele dia! © Ward 6 / VK

«O que eu queria e o que fizeram»

«Foi assim que consegui cobrir uma tattoo mal feita. Ainda dá para ver a cruz»

Quando remover a tatuagem acaba virando prioridade

  • Tenho a tatuagem de uma tarântula no meu ombro. Neste verão, durante um jantar em família no campo, minha filha de 5 anos a viu pela primeira vez, ficou assustada e bateu no meu ombro. Todos os parentes riram muito, e a pequena, por sua vez, disse: «Ela queria comer você!» Decidi remover tattoo. © Overheard / Ideer

«Eu a consertarei um dia, eu acho»

«Minha tatuagem é em homenagem ao meu coelho Willie. E eu o batizei com o nome do autor da história ’The Velveteen Rabbit’ (sem versão para o português). Era minha história favorita quando criança e ele se parece exatamente com o desenho do coelho no livro.»

«Deixei um amigo me ’tatuar’. Sem arrependimentos»

Às vezes, ter uma mãe liberal não é lá tão vantajoso assim

  • Quando eu tinha 14 anos, minha mãe me deu permissão para fazer uma tatuagem. O problema é que pessoas com menos de 18 anos não podem fazer tatuagens, então decidi trapacear. Fui ao estúdio e o funcionário pediu para ver meu documento. Fingi que tinha deixado minha bolsa na casa da minha mãe e que não tinha minha identidade comigo. Eu aparentava mais velha do que minha idade, então acreditaram em mim, sentaram-me em uma cadeira e perguntaram o que eu queria fazer. Não imaginava que conseguiria chegar tão longe no meu plano, então disse a primeira coisa que me veio à cabeça: «Meu nome». Ainda tenho meu nome tatuado na parte inferior das costas. © Louise Towle / Quora

«Primeira noite com uma tatuagem nova. Agora sou uma ’impressora’ ambulante»

«Minha irmã tem a fórmula para o hormônio da felicidade em uma mão e o hormônio do sono na outra, dessa forma ela os teria consigo em qualquer lugar»

«No início, achei que era um hematoma. Porém, três semanas após a sessão, ainda há marcas perto da tatuagem»

Quando a mãe decide seguir os passos do filho

  • Sempre me preocupei com a reação dos meus pais a uma possível tatuagem. Até que fiz, mostrei a eles. Esperava todo tipo de coisa, mas tudo que minha mãe fez foi perguntar:
    — Por que preto? Ficou bonito, legal! Ainda falta terminar?
    Alguns meses se passaram. Minha mãe chegou tarde um dia em casa e perguntou:
    — Você tem algum «Bepantol»?
    Analisei ela de cima a baixo, não vi nada. Eu sorri e disse:
    — Vamos lá, me mostre!
    Aos 52 anos de idade, ela decidiu fazer um «lustre» na barriga. Tinha vergonha das estrias depois de ter dois filhos, mas tomou a decisão de fazer isso e se livrou dos complexos em pouco tempo. © urpersonaljezus / Pikabu

«O tatuador fez uma aranha com nove pernas em mim»

Sempre dá para ousar, mesmo que você já tenha um pouco mais de 50 anos

  • Tenho uma grande amiga e me dou muito bem com a mãe dela. Tia Sônia tem 52 anos, é moderna e bem cuidada, tem ótima aparência. Um dia, ela me ligou perguntando se deveria fazer uma tatuagem já na sua idade. Disse que sua filha aprovou, mas que ela tinha receio. Eu a encorajei do fundo do coração e disse: «Sônia, você já está na idade de não se importar mais na reputação e não pensar no que as pessoas vão dizer». Ela cobriu a cicatriz no seu braço com uma flor, comprou vestidos sem mangas e foi trabalhar. A reação dos colegas mais velhos, segundo ela, fez com que se sentisse como uma garota adolescente. E em um bom sentido. © HeilHydra / Pikabu

«Solicitei uma nova placa para o carro»

«Por coincidência, o número gerado aleatoriamente correspondia aos números que eu havia tatuado no braço. Postei a foto na Internet e todo mundo pensou que minha tatuagem tinha sido feita de hidrocor.»

«Felizmente, troquei de tatuador antes que fosse tarde demais para salvar esta tatuagem»

«A lua ficou horrível! Estou muito chateada!»

«Originalmente era um diamante. Não tenho ideia do que aconteceu com ele»

«Marquei a sessão com um mês de antecedência, gastei com a viagem. E o artista simplesmente se esqueceu de mim! Rapidamente pesquisei algumas fotos no Google e isto foi o que consegui fazer de última hora»

As tatuagens podem ser uma caixinha de surpresas, podendo expressar arte, uma criatividade bem-humorada ou até mesmo eternizar uma história especial para seu portador.

Comentários

Receber notificações
Sorte sua! Este tópico está vazio, o que significa que você poderá ser o primeiro a comentar. Vá em frente!

Artigos relacionados