13 Novelas que foram tão reprisadas que muita gente já decorou a história

Arte
há 8 meses

As reprises de novelas são uma tradição na TV brasileira. O Vale a Pena Ver de Novo, por exemplo, consagrada faixa da Globo dedicada à reapresentação de clássicos da nossa teledramaturgia, está no ar há cerca de 40 anos. Durante esse tempo, dezenas de tramas inesquecíveis voltaram à programação do canal, garantindo a alegria dos noveleiros saudosistas e, não raramente, repetindo o sucesso da transmissão original. Algumas produções ficam tão marcadas na memória do público que chegam a ser reexibidas na telinha em mais de uma ocasião.

São folhetins que parecem nunca ter saído de moda e, a cada vez que uma nova repetição é anunciada, muita gente se pergunta: “ué, mas de novo?” Pensando nisso, decidimos listar 13 novelas brasileiras recordistas em reapresentações, cujas histórias você, provavelmente, já deve ter decorado. Confira!

13. Anjo Mau

Uma mulher gananciosa se infiltra na casa de uma família rica como babá. Essa é a história de Nice (Gloria Pires), a mocinha de caráter duvidoso que deu o que falar em Anjo Mau. Exibida originalmente pela Globo entre 1997 e 1998, a novela, que é o remake de uma trama produzida em 1976, foi tão bem-recebida pelo público que chegou a ser repetida em três ocasiões: duas vezes no Vale a Pena Ver de Novooutra no canal VIVA.

12. Roque Santeiro

Clássico irretocável da nossa teledramaturgia, Roque Santeiro, lançada em 1985, é, até hoje, uma das novelas de maior audiência da história da Globo. Sinhozinho Malta (Lima Duarte) e Viúva Porcina (Regina Duarte) são apenas alguns dos personagens memoráveis da trama, que caíram nas graças do público com seus trejeitos e bordões inconfundíveis. Tamanho sucesso já rendeu três reprises: foram duas no Vale a Pena Ver de Novo e mais uma, no canal VIVA.

11. O Rei do Gado

Os Mezenga contra os Berdinazi. A rivalidade entre duas famílias de origem italiana emocionou o público em frente à TV nos anos de 1996 e 1997. O casal formado pelo influente pecuarista Bruno Mezenga (Antonio Fagundes) e a humilde boia-fria Luana (Patrícia Pillar) era irresistível. O Rei do Gado, do autor Benedito Ruy Barbosa, foi uma novela marcante. Não à toa, ganhou quatro reexibições na telinha, três no Vale a Pena e uma, no canal VIVA.

10. Vale Tudo

“Quem matou Odete Roitman?” Em 1989, quando o último capítulo de Vale Tudo era originalmente exibido, o Brasil parou para desvendar um dos maiores mistérios da história da nossa TV. Frequentemente referenciada como uma das melhores novelas de todos os tempos, a trama foi reapresentada três vezes: além de ter passado pelo Vale a Pena Ver de Novo, chegou a ser transmitida no canal VIVA em duas ocasiões.

9. Mulheres de Areia

Quem não se lembra de Ruth e Raquel (Gloria Pires), as gêmeas que comoveram o Brasil em Mulheres de Areia? Na clássica novela de Ivani Ribeiro, transmitida originalmente em 1993, as irmãs eram fisicamente idênticas, mas tinham personalidades completamente distintas. Como o sensível Tonho da Lua (Marcos Frota) fazia questão de lembrar, uma era boa e a outra era má. A trama ganhou quatro “repetecos” ao longo dos anos, três na TV Globo e mais um, no canal VIVA.

8. Laços de Família

Em Laços de Família, acompanhamos um dilema que entrou para a história da TV: mãe e filha se apaixonam pelo mesmo homem. Na trama de Manoel Carlos, exibida pela Globo entre 2000 e 2001, Helena (Vera Fischer) abre mão do amor de Edu (Reynaldo Gianecchini) depois que sua filha, Camila (Carolina Dieckmann), se encanta pelo rapaz. A novela já foi repetida três vezes, duas no Vale a Pena Ver de Novouma, no canal VIVA.

7. Chocolate com Pimenta

Sucesso de época do autor Walcyr Carrasco, Chocolate com Pimenta, de 2003, é uma clássica “novela das seis”: leve, divertida e repleta de romance. Na trama, assistimos à jornada de Ana Francisca (Mariana Ximenes), jovem de origem humilde que, após herdar uma fábrica de chocolate, retorna à sua cidade prometendo se vingar de quem a humilhou no passado. O folhetim teve, no total, quatro reexibições, todas com grande repercussão: três na TV Globo e outra, no canal VIVA.

6. O Cravo e a Rosa

Outra novela que reaparece com frequência na telinha é O Cravo e a Rosa, comédia de época exibida pela Globo no início dos anos 2000. A divertida história de amor entre Catarina (Adriana Esteves) e Petruchio (Eduardo Moscovis) ganhou reprises em quatro momentos: chegou a ser escalada três vezes para a TV Globo e foi destaque na programação do canal VIVA, quebrando recordes de audiência.

5. A Gata Comeu

Clássico cult de 1985, A Gata Comeu é uma das tramas mais adoradas pelos noveleiros saudosistas. Repleta de bom humor, a história acompanhava o atrapalhado romance entre Jô Penteado (Christiane Torloni) e Professor Fábio (Nuno Leal Maia), uma dupla que vivia se estranhando, mas não conseguia se desgrudar. As reprises, até agora, foram três, duas como cartaz do Vale a Pena Ver de Novo e uma, no canal VIVA.

4. Pantanal

Uma das novelas de maior sucesso fora da Globo, Pantanal, da extinta Rede Manchete, quebrou recordes de audiência em 1990. A história de Juma Marruá (Cristiana Oliveira), a “mulher-onça”, virou um fenômeno no país e chegou a alcançar a liderança na medição do IBOPE. Tanta repercussão, claro, fez com que a novela fosse reprisada em 4 ocasiões: foram três “repetecos” na própria Manchete e outro, no SBT.

3. A Viagem

Os mistérios da vida, as relações que vão além da própria morte e um amor capaz de superar qualquer barreira. O remake de A Viagem, da autora Ivani Ribeiro, foi um dos grandes sucessos da Globo, no ano de 1994. Personagens emblemáticos como a mocinha Diná (Christiane Torloni) e o vilão Alexandre (Guilherme Fontes) ficaram marcados na memória do público. Até hoje, a novela foi reexibida em quatro momentos, duas vezes no Vale a Pena e mais duas, no canal VIVA.

2. Por Amor

A inesquecível história de uma mãe que troca seu bebê, saudável, pelo de sua filha, que faleceu durante o parto. A jornada de Helena (Regina Duarte) em Por Amor, novela de Manoel Carlos exibida originalmente pela Globo em 1997, muita gente sabe de cor. Um verdadeiro clássico do gênero, a trama já foi reapresentava na telinha por quatro vezes: duas reprises aconteceram no Vale a Pena Ver de Novo, enquanto o canal VIVA garantiu o “repeteco” em outras duas ocasiões.

1. A Escrava Isaura

Baseada no livro homônimo do escritor Bernardo Guimarães, A Escrava Isaura foi a grande aposta da Record TV para a retomada de seu setor de teledramaturgia, em 2004. Com uma produção caprichada, a trama conseguiu, na época, elevar os índices de audiência da emissora no horário em mais de 50%. Graças ao sucesso, a novela garantiu nada menos que oito reapresentações, quatro na própria Record, uma no canal por assinatura Fox Life, uma na TV Brasil e duas na Rede Família.

Mas se você realmente gosta de novelas, vai querer saber que nem tudo é o que parece. As representações culturais nas novelas brasileiras podem ser surpreendentemente imprecisas.

Comentários

Receber notificações
Sorte sua! Este tópico está vazio, o que significa que você poderá ser o primeiro a comentar. Vá em frente!

Artigos relacionados