Incrível
Incrível

12 Imagens nostálgicas que mostram o quanto as cidades brasileiras mudaram com o passar dos anos

Lembrança, nostalgia, melancolia. Todas essas palavras podem ser sinônimos de “saudade”, mas cada uma à sua maneira, com suas particularidades. Da mesma forma que é difícil definir o conceito, também não é fácil compreender o sentimento, não é mesmo? Mas acreditamos que ver recordações do passado, muitas vezes, pode ser aquele “empurrão” necessário para tirar um sorriso do rosto e desfrutar das belas memórias dos velhos tempos.

Por isso, hoje, o Incrível.club decidiu entrar na máquina do tempo da internet para levar você a uma viagem pela história das cidades brasileiras e mostrar as transformações que passaram ao longo dos anos. Ao fim do artigo, separamos um bônus especial para você. Confira!

Bondinho do Pão de Açúcar, Rio de Janeiro

Cenário de filmes, séries e novelas, o bondinho do Pão de Açúcar é ainda um dos pontos turísticos mais icônicos da América Latina, do qual se tem vista para uma das mais belas paisagens brasileiras, a Baía de Guanabara. Em 1908, o engenheiro Augusto Ferreira Ramos teve a ideia de criar um trajeto aéreo que pudesse levar as pessoas ao alto dos morros da Urca.

O primeiro trecho, inaugurado em 1912, conectava a Praia Vermelha ao Morro da Urca, e o segundo, instaurado três meses mais tarde, fazia a conexão seguinte, do Morro da Urca ao Pão de Açúcar. O primeiro teleférico era de madeira e, por ter o formato parecido com um bonde, foi apelidado de bondinho.

Praia de Copacabana, Rio de Janeiro

Inicialmente chamada de Sacopenapã (de origem tupi), a praia de Copacabana é um dos lugares mais conhecidos do mundo e, sem dúvida, um cartão-postal brasileiro, que atrai inúmeros turistas anualmente. Lar de um dos patrimônios históricos do Brasil, o Copacabana Palace, hoje o bairro sedia inúmeros eventos da cidade, como foi o caso de competições de algumas das modalidades dos Jogos Olímpicos de 2016, shows de artistas internacionais e, é claro, a já tradicional festa de fim de ano.

Metrô de São Paulo

Com uma rede de 101 km de extensão, 6 linhas e 89 estações, o metrô de São Paulo é um dos maiores sistemas metropolitanos do mundo. Com a expansão da capital paulista, os meios de transporte já existentes na época — os carros de bois, carruagens, bondes — já não estavam suprindo a demanda do fluxo de vida corrido. Então, o primeiro teste de metrô realizado no Brasil ocorreu em 1972 (foto à esquerda), em São Paulo, ligando as estações Jabaquara e Saúde. Hoje, o metrô de São Paulo ocupa a 12ª posição em número de passageiros transportados por ano no mundo.

Museu do Ipiranga, São Paulo

O Museu do Ipiranga, oficialmente chamado de Museu Paulista da Universidade de São Paulo, foi inaugurado em 1895 e é o museu público mais antigo da capital paulista, que combina o monumento-edifício e o Parque da Independência. Em um acervo de mais de 450 mil unidades, uma das obras mais famosas é o quadro Independência ou Morte. Ainda em 2021, o edifício histórico se manteve em restauração, e sua reabertura ocorrerá no Bicentenário da Independência do Brasil, em 7 de setembro de 2022. Essas e outras informações podem ser encontradas aqui.

Avenida Paulista, São Paulo

Uma das avenidas mais importantes da cidade de São Paulo, a Avenida Paulista, foi inaugurada em 1891. Visto que foi criada para abrigar paulistas que queriam adquirir seu espaço na cidade, a avenida ganhou o nome de “Paulista”. A foto à esquerda mostra o local ainda no início do século XX, e podemos ver como a região mantinha um caráter mais residencial. Já a partir da década de 1960, edifícios comerciais começaram a surgir na avenida, que passou por uma reforma paisagística mais tarde. Hoje, a Avenida Paulista é lugar de inúmeros eventos, como a Parada do Orgulho LGBTQIA+ de São Paulo, que é considerada uma das maiores do mundo.

Ouro Preto, Minas Gerais

No coração de Minas Gerais, está situada uma cidadezinha marcada por contrastes, com apenas cerca de 75 mil habitantes, mas que reúne o maior e mais importante acervo da arquitetura e da arte do período colonial de todo o Brasil. Ouro Preto foi uma das primeiras cidades no mundo a receber o título de Patrimônio da Humanidade, em 1980.

Viaduto Otávio Rocha, Porto Alegre

Lar dos famosos churrascos, das belas paisagens montanhosas e dos charmosos bás e tchês, Porto Alegre é uma cidade rica em história e detentora de muitos prêmios, como melhor cidade em qualidade de vida do Brasil, que recebeu da ONU em 2010. A foto acima mostra um dos pontos mais centrais da cidade gaúcha, o Viaduto Otávio Rocha, inaugurado em 1932, a fim de ligar as zonas da cidade, que até então eram separadas por um “morrinho”, um dos pontos históricos da região.

Praça Raul Soares, Belo Horizonte

A capital mineira, considerada a primeira capital moderna projetada e inspirada nos modelos de Paris e Washington, é famosa pelo seu passo “mais lento” de vida, sua vegetação abundante e, é claro, sua culinária: o pão de queijo, a broa de fubá, o torresmo e também a deliciosa sobremesa Romeu e Julieta. Além disso, há quem diga que a primeira coxinha de catupiry surgiu em Belo Horizonte. A Praça Raul Soares, além de concentrar uma bela vista, é um dos pontos mais conhecidos da cidade.

Salvador, Bahia

Salvador foi a primeira capital do Brasil até 1763 e hoje é uma das maiores cidades brasileiras, junto de São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília. A foto à direita mostra a vista da cidade a partir do Elevador Lacerda, que foi o primeiro elevador do Brasil, construído em 1873. E Salvador não figura apenas nos rankings brasileiros, mas também nos mundiais. O carnaval de Salvador já conseguiu uma posição no Guinness Book, como a maior celebração de carnaval de rua do mundo.

Asa Sul de Brasília

A Asa Sul é o bairro mais populoso do Plano Piloto de Brasília, pois é uma das áreas mais predominantemente residenciais da cidade. Além de contar com diversos pontos de lazer e infraestrutura, a região é uma área tombada pela UNESCO como Patrimônio Mundial. Se você estiver pensando em se mudar para Brasília, esse bairro talvez seja uma boa escolha! Acima, é possível observar com clareza o seu desenvolvimento com o passar dos anos.

Teatro Amazonas, Manaus

Inaugurado em 1896, o Teatro Amazonas é um dos teatros mais importantes do País e o símbolo cultural de Manaus. Além do mais, é um dos monumentos arquitetônicos que contribuíram para a cidade ficar posteriormente conhecida como a Paris dos Trópicos, pois a intenção era que o edifício aproximasse Manaus de uma capital europeia. Lindo desde a sua construção, não?

Rua das Flores, Curitiba

Embora a capital paranaense possa ser uma das cidades mais frias do País, Curitiba tem muito charme e conforto para oferecer aos seus locais e aos turistas. A Rua XV de Novembro, talvez mais conhecida por Rua das Flores, é uma área quase pitoresca no centro de Curitiba. Essa foi a primeira rua apenas para pedestres do Brasil, quando o trânsito de veículos foi parado em 1971. Hoje, o local conta com muitas lojas, restaurantes e até um bondinho.

Bônus:

Até meados do século XX, o bonde elétrico era um dos principais meios de transporte coletivo no Brasil. Embora hoje muitos não consigam imaginar o dia a dia sem a praticidade e velocidade dos metrôs, os bondes faziam parte do cotidiano de muitos brasileiros. E tudo começou no Rio de Janeiro, onde esse serviço se tornou o primeiro sistema de bondes do País

“Bonde durante uma greve de ônibus no Rio de Janeiro, 1961”

Bonde puxado por mulas em Pernambuco, 1951”

“Bondes elétricos circulando nos Arcos da Lapa, Rio de Janeiro, 1955”

“Bonde elétrico circulando pelas ruas de Fortaleza, 1930”

E aí, gostou? Agora é a sua vez: você ainda guarda fotos da sua infância, do lugar onde cresceu? Compartilhe-as conosco nos comentários! Estamos curiosos!

Incrível/Fotografia/12 Imagens nostálgicas que mostram o quanto as cidades brasileiras mudaram com o passar dos anos
Compartilhar este artigo
Você pode gostar destes artigos