20+ Curiosidades sobre os bastidores de grandes séries da televisão

Gravar uma série para a televisão não é uma tarefa fácil, especialmente quando se trata de grandes produções. O trabalho meticuloso de figurinistas, decoradores, cinegrafistas e dubladores é responsável por grande parte do sucesso por trás de grandes histórias emocionantes. E a função dos atores também não é nada fácil, as gravações podem levar horas e o sacrifício para incorporar um personagem é árduo e desgastante.

Nós, do Incrível.club, adoramos histórias de bastidores, então estamos ansiosos para compartilhar com você alguns segredos e algumas curiosidades por trás de 10 séries famosas no mundo todo. Mas advertimos: este post contém spoilers. Confira!

1. O Conto da Aia

  • Cada uma das prisioneiras tem um rastreador especial na orelha com um número individual. A personagem principal, interpretada por Elisabeth Moss, foi numerada com o número 1985, que coincide com o ano em que o romance homônimo foi publicado pela escritora canadense Margaret Atwood.
  • Quase todas as pinturas que estão na casa do Comandante Fred Waterford são replicas de artes que podem ser encontradas no Museu de Belas Artes de Boston. Os produtores queriam sugerir que, assim que o governo caiu, os representantes do novo regime certamente roubaram algumas obras para seu acervo pessoal.
  • De acordo com Elisabeth Moss, a pior cena que foi gravada foi a do parto na segunda temporada. A atriz disse que o papel da recém-nascida Nicole foi interpretado por vários bebês. Um deles foi melado com cream cheese e geleia para obter a aparência de um bebê recém-nascido. Logicamente, a criança não gostou nada de estar toda melada, então ela chorou e gritou a plenos pulmões diretamente no ouvido da atriz, atrapalhando a sua concentração.

2. Killing Eve: Dupla Obsessão

  • Villanelle é uma assassina altamente qualificada. Ela viaja para missões por toda a Europa e por isso é fluente em vários idiomas, como, por exemplo, francês e italiano. No entanto, Jodie Comer fala apenas inglês. E para complicar mais ainda, a atriz é de Liverpool, e possui um forte sotaque britânico. Para que fosse possível se adaptar bem ao papel, ela teve de trabalhar com um preparador vocal. “Quando estávamos filmando na Toscana, eu tinha uma equipe de italiano inteira lá para me ajudar. Eu disse: ‘Gente, se eu falar algo que não soe bem, ou estiver pronunciando errado, me avisem’, e foi o que eles fizeram”.
  • Na primeira temporada, Villanelle e Eve em um momento da trama se encontram na cozinha. Nessa cena, a assassina tenta animar o astral de Eve, derramando água fria sobre ela da cabeça aos pés. Para as cenas seguintes, Sandra Oh, que interpreta Eve, teve de manter os cabelos molhados, e para fazer isso, a atriz tomava um banho de gel para manter o efeito molhado. Mas o fato desagradável é que as gravações duraram 11 horas. Então, entre as tomadas, o cabelo da atriz era pulverizado com glicerina.

3. Downton Abbey

  • Os figurinos de alguns atores eram proibidos de serem lavados. Em uma entrevista, Sophie McShera que interpretava Daisy, uma assistente de cozinha, contou que os atores tinham remendos especiais costurados nas axilas, que eram lavados separadamente. A proibição de lavar as peças foi introduzida pela figurinista Anna Robbins e sua equipe para obter o máximo de precisão histórica, já que não havia lavagem a seco naquela época.
  • A rainha Elizabeth é uma grande fã de Downton Abbey. Por ter vivido grande parte da história, ela percebeu alguns erros factuais em alguns episódios. Por exemplo, a Rainha percebeu que na série, um soldado da Primeira Guerra Mundial usou medalhas que foram conferidas apenas durante a Segunda Guerra Mundial.

4. Caçador de Mentes

  • O diretor David Fincher filmou a cena do interrogatório de 9 minutos do maníaco Jerry Brudos 75 vezes até que ele decidisse que ela estava perfeita. Após cada tomada, ele se aproximava dos atores com um caderno amarelo, cheio de comentários. O diretor explicou com que velocidade e entonação as falas deveriam ser pronunciadas. Um trabalho semelhante foi feito individualmente com cada um dos três atores participantes da cena. O ator que fez o assassino em série ficou chocado com a meticulosidade de Fincher e perguntou: “Será que vamos fazer isso depois de cada tomada?”
  • Fincher ainda criou condições especiais para o ator Cameron Britton, que interpreta o maníaco Edmund Kemper. Ele ordenou que toda a equipe garantisse que Britton não se comunicasse com ninguém no local. “Certifique-se de que Cameron não fale com ninguém. Ele não pode confraternizar com ninguém. Eu não quero que isso seja uma coisa social. Ele tem de vir literalmente de Plutão e estar no show”, disse o diretor em uma entrevista.

5. Muhtesem Yüzyil (sem versão para o português)

  • No centésimo episódio, Lütfi Paşa bateu em Şah Sultan bem no rosto. Esse tapa foi real, embora tenha sido originalmente planejado que o ator batesse em sua esposa na ficção de mentirinha. Mas a atriz, que interpretou o papel de Şah Sultan, insistiu que fosse de verdade: ela queria sentir aquele tapa na cara e experimentar as emoções reais ao sofrer o golpe. Ela precisava disso para interpretar melhor a cena. E a atriz estava pronta para fazer isso durante várias tomadas, mas, felizmente, a cena foi filmada de primeira.
  • episódio da tentativa de assassinato de Hürrem Sultan, também conhecida como Roxelana, seria interpretado por dublês. No entanto, os atores do elenco principal ficaram tão empolgados com o processo de filmagem que, no final, eles mesmos gravaram a cena. Grandes pedras feitas de isopor foram jogadas sobre as atrizes, elas sentiram uma dor real, embora não fosse nada sério.

6. The Witcher

  • No estúdio de gravação da série, Henry Cavill quase ficou cego. O ator admitiu que isso quase aconteceu por causa das lentes de contato usadas para o papel. A produção recomendou que ele deveria usá-las apenas algumas horas por vez, mas o ator não queria deixar o personagem entre as tomadas. Como resultado, durante as filmagens nas Ilhas Canárias, a poeira da areia vulcânica entrou nos olhos de Cavill e arranhou sua córnea. Doía quando o ator olhava para a luz, então ele se escondia nas sombras. Felizmente, a sua visão não foi comprometida e ele não precisará mais visitar o oftalmologista tão cedo.
  • No começo da série, Yennefer era corcunda e tinha problemas na mandíbula. Quando Anya Chalotra filmou esses episódios, ela foi obrigada a usar um protetor bucal, que, por sua vez, causava um grande incomodo. Por causa desse acessório, a atriz teve algumas feridas na boca, porém, apesar das dores, o protetor bucal a ajudou a entrar no personagem.

7. Stranger Things

  • Lembra da cena no final da terceira temporada, em que Eleven lê a carta que Hopper deixa e começa a chorar? Millie Bobby Brown não ensaiou aquela cena. Ela disse que queria ler o texto pela primeira vez diretamente para a câmera, por isso suas emoções foram tão sinceras e reais.
  • O primeiro beijo da atriz Millie Bobby Brown aconteceu no set de filmagens. Quando a cena foi filmada, ela disse: “Isso é beijar? Só isso? Isso foi péssimo!”

8. Shameless

  • Justin Chatwin e Emmy Rossum, que interpretam Steve e Fiona, respectivamente, são um casal na série. Eles têm muito tempo de tela, e o show conta com muitas cenas íntimas com a participação desses personagens. Então, filmar essas cenas é um verdadeiro desafio para Emmy, já que seu parceiro adora comer atum e outros alimentos que têm um cheiro muito forte apenas para brincar com ela.
  • O criador da série, John Wells, proibiu que os atores trouxessem as folhas do roteiro para o estúdio de gravação. Os artistas deveriam saber todas as suas falas perfeitamente.

9. The Young Pope

  • As autoridades do Vaticano não permitiram que a equipe de filmagem entrasse no Santo dos Santos, mas isso não impediu os criadores da série. 40 construtores e 25 pintores trabalharam por quase 2 meses para criar uma cópia em tamanho real da Capela Sistina.
  • Jude Law admitiu que era fisicamente difícil para ele interpretar Lenny Belardo. E tudo por causa da roupa pesada do papa, que eram literalmente dois tapetes bordados a ouro. A enorme peça de metal na cabeça também não era nada confortável. “Eu mal conseguia me mover e não tenho ideia de como um cara de 70 ou 80 anos faz isso, porque sou uma pessoa de 44 anos bastante saudável e era muito desconfortável”.

10. Vikings

  • As batalhas vikings antigas eram bastante cruéis, então os criadores da série queriam que as cenas de batalha parecessem o mais real possível. E para isso foi necessário usar muito sangue falso. Em uma entrevista, o especialista de efeitos especiais Tom McInerney compartilhou como era o processo de filmagem dessas cenas: “Tínhamos de fazer aproximadamente dez barris de 50 litros de sangue para cada cena de batalha e o desafio era fazer algo que não manchasse os trajes ou a pele dos atores. Nós inventamos um novo tipo de ’sangue’ feito de xarope de açúcar e corante alimentício que podia ser removido facilmente”.
  • A atenção aos detalhes era uma marca registrada da série. Os criadores tentaram fazer com que tudo se encaixasse no contexto da época. Incluindo a trilha sonora. O compositor norueguês Einar Selvik não usou equipamentos modernos para criá-la. Ele utilizou instrumentos escandinavos. Por exemplo, um deles era feito com chifres de cabra e as cordas de outro eram feitas de crina de cavalo.

Você já assistiu a todas as séries do nosso post de hoje? Conhece alguma outra curiosidade sobre elas? Conte para a gente na seção de comentários.

Compartilhar este artigo