12 Exemplos de atuações que não atenderam às expectativas do público e da crítica

Não é tão fácil para atores e atrizes permanecerem em alta em Hollywood se o filme com sua participação fracassar nas bilheterias, ou se o seu personagem não for bem recebido pelo público. Os nomes desses artistas ainda aparecem nos pôsteres das produções cinematográficas, mas, às vezes, até seus fãs mais leais ridicularizam suas performances.

Nós, do Incrível.club, lembramos alguns atores populares cujos papéis causaram perplexidade e até raiva, tanto entre críticos profissionais quanto entre os telespectadores. E no bônus, incluímos o caso em que um personagem foi aceito pelo público, mas não pela crítica.

Robert Downey Jr. — Dolittle

Em 2021, Robert Downey Jr. foi indicado ao Framboesa de Ouro por seu papel principal em Dolittle. Os espectadores classificaram seu personagem como enfadonho. Alguns, apesar do amor pelo ator, até saíram do cinema sem esperar o final. “Aquele amado sarcasmo de Tony Stark não apareceu em nenhum momento do filme. Em vez disso, ele é pago para murmurar com um sotaque estranho, que muitas vezes dificulta entender aquilo que é dito”, comentou a crítica.

Nicole Kidman — AquamanBeing the Ricardos

No filme Aquaman, Nicole Kidman, de 51 anos, interpretou a Rainha Atlanna, a jovem mãe do protagonista. Alguns espectadores admiraram a beleza da atriz, embora não tenham gostado do filme. Outros, pelo contrário, ficaram incomodados pelo fato de sua aparência diferir da natural: “Quero ver Nicole Kidman, e qualquer outra mulher, sem Photoshop. Quero ver rugas e imperfeições. Deixem as mulheres envelhecerem”. A atriz respondeu a esses comentários, dizendo que Atlanna não pode envelhecer, porque tudo acontece no mundo dos super-heróis, e sua personagem nem mesmo é um ser humano.

Recentemente, noticiaram que Nicole Kidman interpretará a rainha da comédia Lucille Ball (I Love Lucy) em Being the Ricardos. Mas alguns espectadores já se manifestaram contra: “Eu gosto da Nicole Kidman, mas ela é uma escolha ruim para o papel de Lucille Ball”. A maioria dos telespectadores gostaria de ver Debra Messing estrelar o filme, atriz que interpretou uma comediante em um episódio da série Will and Grace. Segundo a opinião do público, ela tem uma aparência mais adequada ao papel. Mas Nicole Kidman está se preparando seriamente para sua futura atuação. Em uma entrevista recente, comentou que precisa sair de sua zona de conforto para incorporar Lucille nas telonas, já que nunca interpretou personagens engraçadas.

Jennifer Lawrence — Joy: O Nome do Sucesso

Em Joy: O Nome do Sucesso, a atriz de 24 anos interpretou uma mãe de dois filhos que eram pelo menos dez anos mais velhos que ela. Embora os críticos tenham notado que Jennifer Lawrence expressou perfeitamente a decepção e o desespero da personagem, ela ainda era muito jovem para incorporar todas as nuances da situação na tela. Por esse motivo, muitos espectadores e fãs da atriz simplesmente não acreditaram nela.

“Não fiquei convencido com a atuação de Jennifer Lawrence em Joy: O Nome do Sucesso. Ela tem a minha idade. É difícil imaginar que tenha dois filhos”, escreveu um internauta no Twitter.

Vale notar que a questão da discriminação por idade está sendo seriamente discutida em Hollywood. Enquanto as jovens desempenham papéis de mulheres maduras, as atrizes de meia-idade ou mais ficam sem trabalho. Não surpreende que cada vez mais pessoas se mostrem insatisfeitas, já que tais personagens poderiam ter sido interpretadas por atrizes mais velhas.

Adam Driver — Star Wars: O Despertar da Força

Por dez anos, os fãs esperaram ansiosos pela continuação dessa saga cult. E as expectativas de que o novo vilão tivesse a mesma presença marcante de Darth Vader eram grandes. Com o capacete, o ator passava uma imagem intimidadora, mas assim que mostrou seu rosto, recebeu uma enxurrada de críticas. Muitos espectadores pensaram que o personagem de Adam Driver não condizia com o vilão, e que sua escolha para o papel foi lamentável. “Sua atuação é tão fraca que as pessoas riram na plateia quando ele tirou a máscara”, disse um internauta.

O diretor, J.J. Abrams, defendeu o ator, dizendo que ele levou o papel muito a sério, mostrou a profundidade emocional do vilão e transmitiu a ideia central do filme, já que a evolução não pode acontecer só com um personagem positivo, mas também com um negativo.

Megan Fox — Transformers

A atriz ficou ainda mais famosa por seu papel em Transformers (2007). Muitos espectadores notaram que a aparência de Megan Fox combinava perfeitamente com a descrição da personagem, a garota mais popular da escola. Mas, simultaneamente, notaram que ela não expressava nenhuma emoção. “Para ser honesta, a primeira vez que a vi atuando foi em Transformers: A Vingança dos Derrotados e fiquei chocada com a estranheza e artificialidade da sua atuação”, disse uma telespectadora.

Anne Hathaway — As Trapaceiras

Anne Hathaway foi criticada pelos internautas por seus dois últimos trabalhos em As TrapaceirasConvenção das Bruxas. Nas duas produções, o público não gostou do sotaque de suas personagens. “Gostaria de saber quem decidiu que Anne Hathaway deveria falar com aquele sotaque falso em Convenção das Bruxas?”, alguém perguntou no Twitter.

A respeito de sua personagem em As Trapaceiras, a atriz disse em uma entrevista que, segundo o roteiro, ela deveria falar com sotaque britânico. Contudo, ela foi contra essa ideia, temendo estragar tudo.

Gary Oldman — Mank

Gary Oldman foi indicado ao Oscar de Melhor Ator pelo novo filme Mank. No entanto, muitos críticos e espectadores ficaram indignados por um ator de 62 anos ter sido escolhido para interpretar um personagem que deveria ser 20 anos mais jovem. Muitos concordam que seu personagem, Herman Mankiewicz, pareceu muito velho e abatido. Enquanto sua esposa, da mesma idade do protagonista, foi interpretada por Tuppence Middleton, de 34 anos. “Então sua mulher tinha 13 anos quando eles se casaram?”, questionou uma espectadora.

Jessica Alba — L.A.’s Finest: Unidas Contra o Crime

Muitos espectadores consideram Jessica Alba uma bela e interessante personalidade pública, mas não ficaram entusiasmados com seu último trabalho. “A atuação terrível de Jessica Alba torna sua incrível beleza medíocre”, comentou um espectador sobre L.A.’s Finest: Unidas Contra o Crime, produção na qual interpretou uma policial com um passado difícil. Os críticos também não reconheceram o desempenho da atriz, razão pela qual não tem recebido, nos últimos tempos, prêmios cinematográficos de alto nível.

Tobey Maguire — Homem-Aranha

Apesar das boas menções dos críticos de cinema, o público considerou a escalação de Tobey Maguire para o papel de Homem-Aranha uma má ideia. As emoções de seu personagem foram consideradas por muitos como bastante caricaturescas, a ponto de virarem memes.

“Estou assistindo agora ao filme Homem-Aranha 3 com meu filho e percebi o quão terrível Tobey ficou no papel. Peter era um nerd, mas não precisa ser um completo perdedor, como nesses filmes”, disse um usuário do Reddit.

Jodie Foster — Elysium

Por interpretar uma secretária de Defesa, Jessica Delacourt, no filme Elysium, os críticos propuseram tirar da famosa atriz e diretora Jodie Foster uma de suas estatuetas do Oscar, que a estrela recebeu por atuações anteriores. Em particular, muitos ficaram indignados com o sotaque e a expressão vocal ruim de sua personagem.

Muitos espectadores concordam com a seguinte opinião: “Uma das performances mais confusas que vi nos últimos anos. Ainda não estou 100% certo do que ela pretendia interpretar nesse filme.”

Cameron Diaz — Gangues de Nova York

Em Gangues de Nova York, dirigido por Martin Scorsese, Cameron Diaz interpretou uma vigarista chamada Jenny. Os telespectadores observaram que a atriz era completamente inadequada para o papel, e sua personagem não parecia convincente. “A atuação artificial e o romance forçado com Leonardo DiCaprio tornaram as cenas do filme insuportáveis”, comentou um usuário nas redes sociais.

Natalie Portman — Sua Alteza?

Muitos espectadores não entenderam como Natalie Portman, possuidora de um elevado QI, formada em Harvard e amada pelos fãs por seus primeiro papéis (como no filme O Profissional), concordou em participar da comédia Sua Alteza?, que se revelou excessivamente vulgar e, como resultado, fracassou nas bilheterias. “Natalie Portman é tão maravilhosa, tão amável e tão inteligente. Mas não entendo como ela pôde estrelar Sua Alteza?”, ressaltou uma espectadora.

“Tenho quase certeza de que Natalie Portman deve estar se perguntando se as pessoas podem fazê-la devolver o Oscar que ganhou anteriormente”, escreveu um crítico de cinema após assistir ao filme.

Bônus: Adam Sandler e seu papel na comédia Juntos e Misturados

Esse é um exemplo de como às vezes o público e os fãs aceitam bem os personagens, enquanto os críticos de cinema, não. Por muitos anos, o comediante Adam Sandler estrelou filmes produzidos por sua própria empresa, a Happy Madison. Quase todas as comédias têm um enredo semelhante e sem surpresas, o que atrai o espectador, já que muitos, desde a infância, recordam das produções com a participação do ator.

Mas os críticos não gostaram muito dessas produções. Adam foi indicado 10 vezes para o prêmio Framboesa de Ouro, na categoria Pior Ator. E sobre a comédia Juntos e Misturados de 2014, dizem que o trabalho de Adam no filme “torna as crianças tolas”. Além disso, seu caso de amor fictício com a atriz Drew Barrymore não era nada convincente.

Você concorda com essas avaliações da crítica e do público? Compartilhe sua opinião nos comentários!

Compartilhar este artigo