11 Atores que fizeram sucesso em novelas famosas, mas não gostaram de seus personagens

Trabalhar na TV em uma produção de sucesso é o desejo de muitos atores por aí. No entanto, aparecer em uma trama do horário nobre nem sempre é sinônimo de satisfação profissional. Alguns famosos que atuaram em novelas conhecidas do público não esconderam sua decepção com os papéis que interpretaram.

Nesta lista que a equipe do Incrível.club preparou, vamos relembrar 11 personalidades da telinha que não gostaram de seus próprios personagens. Acompanhe!

1. Taís Araujo, em Viver a Vida

Responsável por novelas inesquecíveis como Por AmorLaços de Família, Manoel Carlos não conseguiu repetir o sucesso de suas obras anteriores em Viver a Vida. Na trama, Taís Araujo encarou o desafio de viver a protagonista, a primeira Helena negra escrita pelo autor.

Anos depois, porém, a atriz declarou que não gostava do texto: “Minha personagem era um erro”, confessou a moça. Na época, o drama da modelo Luciana, papel de Alinne Moraes, acabou ganhando um destaque maior na história.

2. Marcio Garcia, em Caminho das Índias

Bahuan, papel de Marcio Garcia em Caminho das Índias, é mais um caso de protagonista que parece não ter funcionado. Inicialmente, ele formaria um par romântico com a mocinha da história, Maya, vivida por Juliana Paes. Mas a falta de química entre os atores demandou que a autora, Gloria Perez, providenciasse algumas mudanças na trama.

O rapaz foi perdendo destaque no folhetim, enquanto Raj, interpretado por Rodrigo Lombardi, ganhou o coração da heroína. Marcio chegou a confessar que o personagem não deu certo: “Se fosse o meu início, minha carreira estaria comprometida”, revelou o galã.

3. Vera Fischer, em Salve Jorge

A novela Salve Jorge parece não estar entre os trabalhos favoritos de Vera Fischer. Na época da exibição da trama, a atriz criticou a pouca importância de sua personagem, Irina, e afirmou que, depois de tantos anos de carreira, esperava interpretar um papel de maior destaque.

Nas redes sociais, a loira acabou virando assunto entre os internautas por aparecer sentada em praticamente todas as cenas. Após as declarações, a veterana ficou afastada das produções da Globo durante algum tempo.

4. Marcello Antony, em Amor à Vida

Quem também revelou um sentimento de insatisfação por um de seus trabalhos na TV foi Marcello Antony. Na novela Amor à Vida, ele interpretou Eron, advogado que era companheiro de Niko, papel de Thiago Fragoso.

Para o ator, no entanto, a trama não abordava a relação familiar homoafetiva de maneira adequada e focava apenas em situações cômicas. O galã chegou a declarar, ainda, que as atitudes de seu personagem na história eram rasas e irrisórias.

5. Fúlvio Stefanini, em Amor à Vida

Marcello Antony não foi o único astro de Amor à Vida que ficou descontente com o papel que interpretou na novela. Poucos meses após o término das gravações, Fúlvio Stefanini também confessou a insatisfação que sentiu com relação ao texto do folhetim.

De acordo com o veterano, seu personagem, Denizard, acabou sendo esquecido pelo autor e excluído da trama central.

6. Marco Pigossi, em Fina Estampa

Marco Pigossi causou burburinho ao comentar sobre a reapresentação de Fina Estampa, folhetim em que interpretou o personagem Rafael. Em uma entrevista, o ator declarou se sentir insatisfeito com o texto e até mesmo com seu visual na época.

“Tenho vergonha de algumas coisas que são faladas na novela, de como são tratadas, vergonha um pouco também da minha atuação e das minhas mechas loiras”, revelou. Para o galã, a reprise da trama deveria ser “proibida”.

7. Eri Johnson, em Fina Estampa

Outro integrante do elenco de Fina Estampa que se queixou da figura que interpretava foi o veterano Eri Johnson. Ele comentou que seu personagem na trama, o Gigante, estava perdido na história e sem qualquer função narrativa.

O ator ponderou que o papel poderia ter sido melhor aproveitado, mas reconheceu que deveria ter reclamado menos na época.

8. Lima Duarte, em Araguaia

O talentoso Lima Duarte não escondeu a insatisfação que sentiu ao viver o fazendeiro Max, grande vilão da novela Araguaia. Experiente na profissão, ele chegou a declarar, na época, que o papel era “muito chato”.

No entanto, apesar de seu desagrado, o ator reconheceu que fez um bom trabalho e que a repercussão do personagem foi positiva.

9. Miguel Falabella, em A Viagem

Miguel Falabella não poupou críticas ao texto da clássica novela A Viagem. Na época, o ator declarou que o ritmo das filmagens era bastante cansativo e que precisava gravar muitas cenas em diferentes cenários.

Para a autora Solange Castro Neves, uma das colaboradoras da trama, a insatisfação do artista estava diretamente relacionada ao papel que ele interpretava. A novelista revelou que Falabella tinha a intenção de viver um tipo cômico, o que não era o caso de seu personagem, o rígido Raul.

10. José de Abreu, em Sonho Meu

Sonho Meu foi outra produção de sucesso da Globo exibida na década de 1990. Mas o ator José de Abreu, que teve destaque na história, parece ter se incomodado com os rumos de seu personagem, o vilão Geraldo.

Na ocasião, ele declarou que a trama não foi um dos melhores trabalhos que já fez e que o enredo, por estar cheio de contradições, não fazia sentido. Insatisfeito com a televisão na época, o artista afirmou, ainda, que, se pudesse, deixaria de atuar em novelas. Felizmente, isso não aconteceu.

11. Luiza Tomé, em Máscaras

Luiza Tomé também não gostou do tratamento que sua personagem recebeu na novela Máscaras, exibida pela Record TV. A atriz chegou a afirmar, em uma rede social, que aquele seria seu último trabalho com o autor Lauro César Muniz.

A veterana sentiu que estava apenas fazendo uma figuração na trama, pois o papel que interpretava não tinha qualquer relevância para a história. Na ocasião, Luiza confessou, ainda, que havia perdido toda a vontade de gravar suas cenas.

Se você estivesse no lugar desses atores, o que faria? E no seu trabalho, já passou por alguma situação parecida? Como fez para resolver? Conte nos comentários!

Compartilhar este artigo