10 Atores que, apesar de seu grande talento, foram afastados de grandes produções de Hollywood

Uma personalidade difícil, comentários maldosos, uma visão muito original sobre como deve ser seu personagem ou simplesmente azar — essas são algumas das razões pelas quais alguns atores podem ser dispensados de alguma produção, mesmo que eles sejam talentosos, conhecidos e estejam totalmente dedicados à trama.

Incrível.club decidiu relembrar alguns exemplos de atores que foram demitidos mesmo sendo grandes nomes dentro de Hollywood. Confira!

Johnny Depp, Piratas do Caribe

É difícil imaginar a franquia Piratas do Caribe sem o capitão Jack Sparrow, mas a Disney parece ter conseguido: a empresa anunciou que Johnny Depp não participará do reboot da série de filmes.

Sean Bailey disse que quer trazer algo novo e fresco para o recomeço da série de filmes de fantasia e aventura. O roteiro, que foi idealizado sem a participação de Depp, será escrito por Paul Wernick e Rhett Reese, que já trabalharam no longa Deadpool.

Outras razões para tais mudanças radicais também foram levantadas: os advogados de Depp afirmaram que o contrato com o ator foi rescindido devido à denúncia de Amber Heard sobre violência doméstica.

Thomas Gibson, Mentes Criminosas

Thomas Gibson interpretou Aaron Hotchner, um dos personagens centrais da série Mentes Criminosas por 11 temporadas, mas na 12ª algo deu errado. O contrato do ator primeiramente foi suspenso e depois totalmente cancelado. O motivo foi uma briga no set de filmagens: segundo rumores, no calor da emoção criativa, Tom agrediu o produtor do show Virgil Williams. Então, o ator teve de ser desligado devido aos seus problemas de temperamento dentro do ambiente de trabalho.

Annette Bening, Batman: O Retorno

A imagem da Mulher-Gato do filme do Batman de 1992 sempre esteve firmemente enraizada em Michelle Pfeiffer, mas, inicialmente, o papel iria para uma atriz completamente diferente — Annette Bening. Foi justamente nela que o diretor havia enxergado a oponente de Michael Keaton na produção, mas Annete acabou ficando grávida e a vilã teve de ser interpretada por outra atriz.

No entanto, Annete conseguiu trabalhar em outro blockbuster de super-heróis: em 2019, Capitã Marvel foi lançado, e a atriz interpretou a Dr. Wendy Lawson.

Edward Norton, The Avengers: Os Vingadores

Edward Norton, que interpretou a conhecida criatura verde no longa O Incrível Hulk, acabou sendo dispensado, para a indignação dos fãs, da mega produção do filme dos Vingadores. Edward é conhecido pelo fato de muitas vezes sabotar o trabalho no set de filmagens (por exemplo, reescrevendo o roteiro), e até mesmo forçou a Marvel Studios, que normalmente não faz estes tipos de comentários, a explicar sua ausência em The Avengers: Os Vingadores.

A empresa explicou a substituição afirmando que o ator não deveria ser apenas talentoso e profissional, mas também deveria saber cooperar com os membros da equipe. E ao que parece, faltava o último requisito em Edward.

Ashton Kutcher, Tudo Acontece em Elizabethtown (2005)

Ashton Kutcher fez um longo e árduo teste para fazer o papel do infeliz designer Drew Baylor, mas acabou não o conseguindo. Apesar de algumas cenas já filmadas, o personagem acabou indo para Orlando Bloom.

O diretor inicialmente sempre quis que Bloom desse vida ao personagem principal, mas o ator estava sempre ocupado. Assim que o inglês ficou livre, o papel foi dado a ele sem muitos rodeios, e Kutcher foi demitido.

Stana Katic, Castle

Por 4 temporadas, os espectadores se perguntavam quando Castle e Beckett se tornariam um casal; finalmente o ponto alto aconteceu no episódio 81 intitulado de Always.

No entanto, mais tarde a ABC chocou os fãs ao anunciar que não veríamos mais Kate Beckett em Castle na 9ª temporada. O motivo era a inimizade entre Stana Katic e Nathan Fillion: apesar da relação calorosa em cena, os atores brigavam constantemente no set. Depois, foi revelado também que, devido a problemas de financiamento, Tamala Jones, que desempenhava o papel da cientista forense Lanie Parish, igualmente deixaria o elenco, então a série foi encerrada.

Lori Petty, O Demolidor

O papel da tenente de polícia Lenina Huxley em O Demolidor era para ter sido de Lori Petty. A atriz passou vários dias no set e foi demitida devido a desentendimentos com o diretor. Petty via sua personagem de uma forma diferente, e então ela resolveu deixar o projeto, e quem assumiu a personagem foi a atriz Sandra Bullock.

Patrick Dempsey, Grey’s Anatomy

Patrick Dempsey passou 10 anos no elenco fixo da série Grey’s Anatomy, interpretando o neurocirurgião Dr. Derek Shepherd, mas na 11ª temporada ele deixou o projeto abruptamente: na série, (atenção spoiler) seu personagem é atropelado por um caminhão e morre. As razões para a demissão de Dempsey foram seus constantes atrasos e a falta de vontade em aprender as falas: o ator sempre esquecia suas falas e atrapalhava o trabalho no set de filmagens.

No entanto, a demissão acabou sendo amigável: a showrunner da série, Shonda Rhimes, elogiou a atuação do ator e lamentou sua saída do elenco.

Harvey Keitel, Apocalypse Now

O papel do capitão Willard em Apocalypse Now, que foi responsável por tornar Martin Sheen famoso, foi originalmente planejado para outro ator: o diretor Francis Coppola ficou tão impressionado com a atuação de Harvey Keitel em Caminhos Perigosos que o convidou para seu filme.

No entanto, durante o processo de filmagem, Keitel não estava conseguindo interpretar Willard como Coppola esperava: a ator tinha dificuldade em atuar como um espectador passivo. Como resultado, o capitão foi interpretado por Sheen, e esse papel tornou o ator bastante popular devido ao sucesso do longa.

Taylor Momsen, Gossip Girl: A Garota do Blog

A pequena Jenny interpretada por Taylor Momsen durou 4 temporadas em Gossip Girl: A Garota do Blog, pois a atriz foi demitida e a sua personagem foi removida da série. O motivo foi o comportamento não muito responsável da atriz: Momsen raramente aparecia no set de filmagens, esquecia as falas e, às vezes, se comportava de forma desequilibrada.

Qual dessas demissões você sentiu mais? Conte para a gente na seção de comentários.

Compartilhar este artigo