10 Artistas brasileiros que tiveram de mudar drasticamente para interpretar um novo papel

Ser ator nem sempre é mostrar algo glamouroso, pois — dependendo da escolha de um papel — dar vida a um personagem requer passar por mudanças radicais de visual e renunciar à bela aparência. Alguns raspam a cabeça, ganham peso ou emagrecem drasticamente. Outros recebem uma nova caracterização que até nos deixa com dificuldade para reconhecê-los. Mas essa é a beleza da profissão!

Incrível.club traz uma seleção de atores brasileiros que se transformaram totalmente para viver um personagem. E ainda trazemos um bônus, mostrando que dizer não à mudança na aparência também pode acontecer. Será que você adivinha de quem estamos falando? Venha descobrir!

1. Juliana Paiva — O Tempo Não Para

Para revelar a verdadeira idade de sua personagem Marocas, na novela O Tempo Não Para, a atriz Juliana Paiva precisou passar por cerca de quatro horas de preparação para as cenas do envelhecimento, além disso, as próteses usadas na caracterização, levaram quase um mês para ficarem prontas. E o processo de gravação, junto à equipe de efeitos visuais, levou de 10 a 12 dias.

2. Vivianne Pasmanter — Nos Tempos do Imperador

Em 2017, Vivianne Pasmanter precisou abandonar completamente à vaidade para interpretar Germana, em Novo Mundo. Viver a engraçada dona da pensão fez tanto sucesso que, em 2021, a atriz voltou com uma versão mais velha da mesma personagem na novela Nos Tempos do Imperador. “Foi um presente, uma grande alegria poder voltar”, afirmou. O processo de caracterização da versão envelhecida de Germana leva cerca de quatro horas, incluindo as pinturas para marcar as rugas e as próteses no nariz, boca e queixo.

3. Rodrigo Santoro — Hoje é Dia de Maria

Quando se trata de mudar radicalmente o visual, Rodrigo Santoro tira de letra. Ao longo de seus trabalhos nacionais e internacionais, o ator se transformou em diversos personagens. Além da caracterização, que levava cerca de três horas, para viver Dom Chico Chicote em Hoje é Dia de Maria, Rodrigo também precisou emagrecer 12 quilos, para aparentar mais fragilidade na atuação.

4. Giselle Itié — Bela, a Feia

Enquanto as demais atrizes da novela Bela, a Feia se produziam para ficarem mais bonitas, Giselle Itié levava uns 40 minutos para se transformar na desengonçada mocinha de aparelho nos dentes e que não fazia as sobrancelhas. “Gosto muito da expressão corporal da Bela. É bom porque você pode andar relaxada enquanto contracena com atrizes que têm que estar bonitas e poderosas 24 horas por dia”, revelou. Seu manequim 38 foi para o 44, mesmo sem precisar engordar, pois, para isso, foi necessário contar com a ajuda de enchimentos, conferindo-lhe aquela barriguinha saliente ao se sentar.

5. Isabelle Drummond — Sítio do Picapau Amarelo

Com apenas seis anos, Isabelle Drummond deu vida à boneca de pano mais famosa do Brasil. Segundo a atriz, era só colocar a peruca que já se sentia a Emília, como um passe de mágica. A personagem até então, fora interpretada apenas por atrizes adultas, portanto, Isabelle precisou passar por uma adaptação com a caracterização, roupas e inclusive o cenário em que a boneca gravaria. A atriz chegou a reviver a personagem anos depois, para uma cena da novela Verão 90.

6. Camila Morgado — Olga

Para gravar as cenas do campo de concentração no filme Olga, a atriz Camila Morgado precisou raspar a cabeça e emagrecer sete quilos. O resultado foi o sucesso de bilheteria logo nas primeiras semanas de exibição, superando outras produções brasileiras.

7. Regina Duarte — Chiquinha Gonzaga

Para interpretar Chiquinha Gonzaga aos 87 anos, eram necessárias cerca de cinco horas para se caracterizar, porque era preciso colocar um gel especial, à base de silicone, sobre um molde do rosto da atriz, que ao se solidificar, transformava-se em uma pele artificial enrugada e era colocada por etapas no rosto de Regina Duarte.

8. Klebber Toledo — Império

Além da maquiagem à base de óleo com uma espécie de fuligem que Klebber Toledo usou para se caracterizar, na fase em que Leonardo morava na rua, o ator também passou por uma fonoaudióloga. “Precisava entender melhor o ritmo da fala desse personagem, qual tipo de respiração é a dele, o que e como ele pensa, como reagiria naquelas situações”, afirma. O ator ainda conta que gostaria de ter tido tempo e emagrecido mais, bem como para uma maior dedicação a este momento de seu personagem, na novela Império.

9. Selton Mello — Nos Tempos do Imperador

Após 21 anos sem atuar em novelas, Selton Mello retorna às telinhas para viver Dom Pedro II, em Nos Tempos do Imperador. Além de usar lentes de contato azuis, representando os últimos anos de vida de seu personagem, o ator também usará barba postiça e muita maquiagem, ficando quase irreconhecível.

10. Nando Rodrigues — Gênesis

Ainda lembramos da aparência de Nando Rodrigues ao atuar em Haja Coração, mas para viver de corpo e alma o sacerdote Radamés, na novela Gênesis, o ator passou por uma transformação radical. Além de raspar totalmente a cabeça, o figurino e maquiagem de seu personagem egípcio, colaboraram para que Nando ficasse irreconhecível.

Bônus: Marina Ruy Barbosa se recusou à raspar a cabeça para a novela Amor à Vida

Mas o que fazer quando um ator não aceita mudar algo em seu corpo em favor de um personagem? Dona de uma cabeleira ruiva de causar inveja, a atriz Marina Ruy Barbosa se viu envolvida em uma polêmica ao se recusar a raspar a cabeça para viver Nicole, em Amor à Vida. Moral da história: o autor Walcyr Carrasco resolveu matar a personagem, tornando-a apenas uma fantasma no decorrer da trama, justamente por conta dos cabelos da atriz.

Para você, qual dessas transformações foi a mais drástica? Conte para a gente nos comentários e não se esqueça de compartilhar com aquele amigo que também admira a entrega dos atores aos seus personagens!

Compartilhar este artigo