Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

5 Mitos sobre ecologia que você deve deixar de acreditar

Desde a infância, ouvimos falar sobre o desrespeito ao meio ambiente. O Planeta está passando por uma crise ecológica e, para ajudá-lo, é necessário usar sacolas de papel em vez de plástico, bem como evitar o desmatamento.

No Incrível.club descobrimos que certas declarações com o rótulo de "ecológico" se tornam um mito e, além disso, descobrimos como muitos falam bobagens nas aulas de biologia e geografia.

1. As florestas são os pulmões do Planeta

As florestas fornecem à Terra a mesma quantidade de oxigênio que consomem. Elas são as melhores opções para proteger o solo da erosão e purificar o ar.

O oxigênio em grandes quantidades é produzido por bactérias e organismos unicelulares que habitam os mares e oceanos. Estes seres podem ser classificados como os pulmões do Planeta.

Verdade: as florestas, por causa de suas funções, assemelham-se mais com o funcionamento do fígado e dos rins no corpo humano.

2. Os ecossistemas naturais não têm desperdício

Pode-se falar da natureza como uma grande autorreguladora, mas nela nem tudo é reutilizado. Se assim fosse, os substratos não se formariam. O carvão, o petróleo, o xisto e o mármore são "detritos" das biosferas anteriores, uma espécie de lixo que a natureza gerou espontaneamente.

Verdade: os ecossistemas armazenam lixo, mas este é enterrado na forma de sedimentação, de formaque não provoca impacto adverso sobre o meio ambiente. A menos que, naturalmente, os seres humanos interfiram, como no caso da extração do petróleo.

3. Todas as grandes catástrofes do Planeta são resultado da ação humana

Vamos por partes: a destruição da camada de ozônio e o aquecimento global e as enchentes e secas que geram, assim como furacões e outros eventos climáticos são, sim, causados pela ação humana.

Verdade: às vezes o meio ambiente provoca seus próprios desastres. Os terremotos, por exemplo, causados pela movimentação das placas tecntônicas, não é resultado da atividade do homem.

Mas, infelizmente, a influência perniciosa dos homens sobre sua situação já é muito mais notável e poderosa.

4. O papel e o plástico biodegradáveis ​​são mais ecológicos do que o plástico feito de petróleo

Muitos pensam que uma sacola de papel é mais ecológica porque se decompõe mais rapidamente do que uma sacola de plástico. Mas ninguém parou para pensar sobre como a produção do papelão e do papel afetam a natureza: contamina a água e também pode causar desmatamento.

O plástico biodegradável, que alguns dos gigantes dos alimentos possuem, é de origem vegetal, por isso se decompõe relativamente rápido. Mas esta decomposição requer um lugar com condições especiais e não dever ser feita em aterros, onde a maioria dessas sacolas acaba sendo jogadas.

Verdade: todos os tipos de embalagens prejudicam o meio ambiente. Portanto, seja qual for a sacola e o tipo de plástico que você escolher no seu cotidiano, reutilize-os e depois os deposite em locais destinados à reciclagem.

5. Estamos vivendo a primeira crise ecológica da Terra

A primeira crise ecológica ocorreu cerca de 50 mil anos atrás, quando os primeiros humanos esgotaram os recursos em regiões específicas.

Então, para superar a escassez de alimentos, tiveram a ideia de migrar ou de botar fogo no solo, para renovar o ecossistema.

Verdade: ao longo da existência humana, ocorreram várias crises ambientais. Mas, com o domínio da tecnologia para superá-las, o homem provocou novos desastres ecológicos. E cada vez mais numa maior escala.

Imagem de capa depositphotos