20+ Fotos que é preciso olhar mais de uma vez para entender a verdade por trás da ilusão de ótica

Frequentemente, nos deparamos com fotos intrigantes na Internet, e algumas até parecem impossíveis de serem reais. No entanto, essa primeira impressão pode ser apenas uma “pegadinha” da nossa visão, que depois de uma análise mais detalhada revela a verdade por trás da ilusão de ótica e tudo se encaixa perfeitamente.

Nós, do Incrível.club, assim como os internautas, ficamos intrigados ao ver as fotos do nosso artigo de hoje pela primeira vez, e estamos prontos para compartilhá-las com você. Confira!

“Meu irmão me enviou uma foto em uma estação de esqui. Ela foi meu protetor de tela por uma semana antes de eu perceber que estava de cabeça para baixo”

“Um esquilo gigante flagrado do outro lado da rua”

“O meu cachorro de duas cabeças”

“A luminosidade, de alguma forma, me fez parecer transparente”

Quem é o bom garoto aqui?

Uma foto da lateral de um carro

“As minhas cortinas blackout projetam os carros do lado de fora no meu teto”

“Esta foto da minha namorada ficou parecendo editada. Ela parece uma colagem”

Será que este espelho vem acompanhado de botas gigantes em forma de pés?

“É uma van branca simples”

“O meu waffle ficou tão perfeito que parece até falso”

“Deitar-se atrás de um degrau certamente faz parecer como se você estivesse derretendo no chão”

“Um campo com um trator”

“Estas videiras no meu bairro parecem um elefante”

“Eu pintei esta arte de rua 3D hoje em um festival”

“Esta colina íngreme com árvores parece uma grande muralha verde”

O prédio deste museu parece estar afundando no lago

“Ótimas pernas...”

“E esta árvore que faz parecer que este cara tem um cabelo afro”

“Um maiô um ou um traje capaz de camuflar?”

“Apenas relaxando”

“O gatinho redentor”

Qual foto você achou mais intrigante? Já se deparou com uma ilusão de ótica no dia a dia? Conte para a gente na seção de comentários.

Observação: Este artigo foi atualizado em Outubro de 2021 para corrigir o material de origem e/ou imprecisões factuais.
Compartilhar este artigo