Incrível
Incrível

16 Casos em que cineastas capricharam nos detalhes ocultos de filmes

Alguns diretores simplesmente adoram adicionar a seus filmes os chamados easter eggs. Trata-se de referências ou detalhes ocultos que apenas espectadores muito atentos conseguem perceber imediatamente. Comunidades inteiras nas redes sociais são dedicadas a isso.

Nós, do Incrível.club, mergulhamos nessas comunidades e chegamos a uma questão: como não notamos coisas tão óbvias antes? Após conhecer alguns desses detalhes, vamos assistir aos filmes novamente como se fosse a primeira vez.

Sobrancelhas dos habitantes de Pandora

O filme Avatar, junto a Titanic, tornou-se uma das obras mais brilhantes do diretor James Cameron. De acordo com a trama, os humanos tiveram de ir ao planeta Pandora, onde viviam enormes criaturas azuis, os Na’vi. Para garantir que os membros da expedição não diferissem externamente dos seres humanoides, cada participante teve seu próprio avatar preparado, ou seja, um corpo controlado à semelhança dos Na’vi.

E embora todos os personagens de pele azul no filme fossem semelhantes entre si, o espectador ainda podia notar duas diferenças externas entre os verdadeiros habitantes de Pandora e as pessoas que chegaram ao planeta. Em primeiro lugar, os engenheiros criaram avatares com cinco dedos, familiares aos humanos, enquanto os Na’vi têm quatro. Além disso, os seres humanoides reais não têm sobrancelhas. As listras em sua pele podem se assemelhar a elas em forma, mas os Na’vi não têm pelos. Os avatares, por outro lado, têm.

Vestido da Miss Simpatia no concurso de talentos

O vestido colorido da protagonista da comédia Miss Simpatia foi visto por todos os espectadores do filme. É difícil não lembrar o quão engraçado a agente Gracie Hart ficou naquele traje. Mas só poucas pessoas perceberam de onde veio a ideia de vestir uma funcionária do FBI com tal figurino. Acontece que os personagens tiveram pouquíssimo tempo para criar trajes para o concurso de talentos. Portanto, eles simplesmente usaram a roupa da garota que distribuiu panfletos na entrada do evento.

Prêmio pelo videogame Matrix

Outro detalhe que só pode ser visto pausando o filme e olhando de perto é o prêmio na mesa de Neo. Na 4ª parte de Matrix, a câmera passa sobre a mesa do protagonista e mostra a estatueta.

Na estatueta diz que o prêmio é dedicado ao trabalho pelo videogame Matrix. Esse jogo foi criado pela companhia Deus Machina, a empresa de propriedade do personagem de Keanu Reeves. Curiosamente, o prêmio é datado de 1999, justamente quando estreou a 1ª parte da franquia. Assim, os cineastas instigam os espectadores a se perguntarem: o que era verdade e o que era ficção nessa história?

Roupas dos personagens da animação Encanto

As roupas dos personagens do desenho animado Encanto refletem sua essência. Por exemplo, o vestido de Luisa, a personagem mais forte do filme, é decorado com desenhos de halteres de exercício; Dolores, a personagem com superaudição, tem ondas sonoras na saia; e Pepa tem símbolos meteorológicos, já que o clima da cidade depende de seu humor. E, se olhar de perto, no traje de cada personagem poderá encontrar algo representativo.

Símbolo da Viúva Negra nos rascunhos de Peter Parker

Em Homem-Aranha de 2002 o personagem de Tobey Maguire tenta criar em rascunhos um traje de super-herói e um símbolo. Uma das opções que Peter Parker descartou foi o símbolo da Viúva Negra, outra heroína dos quadrinhos Marvel: uma ampulheta vermelha que foi levemente modificada no filme, mas ainda é reconhecível.

A propósito, os fãs têm uma teoria da razão do traje do Homem-Aranha ser vermelho. O super-herói escolheu essa cor porque está associada à sua namorada, a ruiva Mary Jane.

Cadarços de Forrest Gump

Somente um espectador atento notará que na cena em que Forrest Gump está sentado no ponto de ônibus, ele calça tênis muito sujos, porém com cadarços branquíssimos. Segundo os fãs, o protagonista do filme mostra assim que está tentando com todas as suas forças manter o presente de sua amada. Todos esses anos, Forrest não deixou de usar esses tênis e fez de tudo para mantê-los em seus pés.

Há outra versão também: os espectadores lembraram as palavras do amigo de Forrest, o tenente Dan, que o ensinou a cuidar sempre de seus pés.

A estante da presidente Orlean em Não Olhe para Cima

No filme Não Olhe para Cima, um livro escrito pela personagem de Meryl Streep, a presidente Orlean, aparece em cena de vez em quando. Mas grande parte das cópias está no escritório da autora da obra. Segundo o público, foi assim que os criadores do filme decidiram mostrar a arrogância da personagem. Esse é um comportamento narcisista clássico, de acordo com os espectadores.

Bota na animação Divertida Mente

Os estúdios da Pixar adoram deixar referências ocultas em seus desenhos animados. Assim aconteceu com a animação vencedora do Oscar, Divertida Mente. Os espectadores atentos encontraram nela um objeto que já conheciam há muito tempo. Estamos falando de uma bota, que está, entre outras coisas, na cabeça da protagonista. A mesma bota pode ser vista no filme anterior do estúdio, WALL·E. Foi nela que o pequeno robô cultivou uma planta.

Nick Fury e Jules Winnfield seriam a mesma pessoa

Outra fonte inesgotável de referências ocultas são os filmes da Marvel. Acredita-se que Nick Fury do universo cinematográfico Marvel e Jules Winnfield de Pulp Fiction: Tempo de Violência sejam a mesma pessoa. Ambos os personagens são conectados pelo ator que os interpretou, Samuel L. Jackson. E as palavras que Jules diz no final do filme de Tarantino estão escritas na lápide de Nick Fury.

Cena com jornal no filme O Expresso Polar

Em uma das cenas de O Expresso Polar é possível ver em um jornal um cartaz com o nome do shopping center Lone Pine Mall. Se acredita já ter visto essa combinação de palavras antes em algum lugar, então sua intuição não falhou. Esse é o nome do shopping no filme De Volta para o Futuro de 1985. Os espectadores até encontraram uma explicação para essa coincidência: O Expresso Polar ocorre no Natal de 1956, e os eventos da ação dirigida por Robert Zemeckis ocorrem em 1955. Ou seja, os personagens dos dois filmes viveram na mesma época. Assim, eles poderiam ir ao mesmo shopping center.

Emblema da Nike na armadura do cavaleiro

No filme Coração de Cavaleiro (A Knight’s Tale), o público reconheceu o famoso logotipo da Nike. De acordo com a trama, o símbolo é feito pelo criador da armadura.

Aliás, o fundador da empresa de artigos esportivos deu sinal verde para tal inserção no cinema, além de ter ressaltado que algo mais o conecta com esse filme. O nome do empresário é Phil Knight, uma consonância com a palavra inglesa knight (cavaleiro), que faz parte do título original.

Silhueta humana nas montanhas em As Aventuras de Pi

O filme As Aventuras de Pi está repleto do espírito da unidade do homem e da natureza. Isso é observado tanto por cientistas quanto por espectadores. Algumas cenas são muito mais simbólicas do que podem parecer à primeira vista. Inclusive, alguns cinéfilos viram a silhueta de uma pessoa nas montanhas e colinas verdes.

Placa do carro em Homem-Aranha: Sem Volta para Casa

De acordo com os fãs do universo cinematográfico Marvel, é comum ver as placas dos carros nesses filmes como detalhes ocultos. Por exemplo, o número de identificação nesse automóvel em Homem-Aranha: Sem Volta para Casa remete os espectadores para a história em quadrinhos de 1963, onde o super-herói encontra pela primeira vez o vilão Doctor Octopus.

Dr. Toad nos créditos da comédia Uma Babá Quase Perfeita

Poucos prestam atenção aos créditos no final dos filmes, mas é lá que às vezes se escondem detalhes interessantes, como no caso da comédia Uma Babá Quase Perfeita. O papel do barman é desempenhado por um ator sem nome e sobrenome. Em vez disso, seu pseudônimo é Dr. Toad.

Na verdade, esse é Robert Todd Williams, o meio-irmão do ator principal Robin Williams. Talvez ele não quisesse indicar seu nome verdadeiro devido ao fato de não ser ator: seu trabalho sempre foi a viticultura.

Pés descalços de Héctor na animação Viva: A Vida é uma Festa

Na maior parte do desenho animado Viva: A Vida é uma Festa, Héctor anda descalço. E só no final da história ele aparece calçado. Dessa forma, o público demonstra que os parentes aceitaram o personagem e permitiram-lhe a coisa mais sagrada: os sapatos. Acontece que toda a família Rivera se dedicava ao ramo dos calçados.

Colarinho de Peeta Mellark

Em Jogos Vorazes: A Esperança — Parte 1, Peeta se dirige a Katniss através da televisão. Todos em frente à tela ouvem atentamente o vencedor dos Jogos Vorazes, mas apenas sua parceira entende que ele está sendo forçado a fazer esse discurso. Os cineastas também deixaram nessa cena uma dica de que o personagem não está disposto a dizer o texto: repare no colarinho de Peeta, que parece ameaçá-lo.

Quais detalhes e referências você mesmo notou enquanto assistia a filmes e séries? Conte para a gente.

Incrível/Curiosidades/16 Casos em que cineastas capricharam nos detalhes ocultos de filmes
Compartilhar este artigo