Incrível
Incrível

11 Costumes argentinos e mexicanos que podem confundir a cabeça de qualquer um

Os latino-americanos têm uma grande diversidade nos costumes, tradições e gostos e ainda que muitas coisas sejam parecidas, não são necessariamente iguais, mesmo estando em um mesmo continente. Por exemplo, apesar de falarem espanhol, os sotaques, as expressões e os tons diferem, além das diferenças gastronômicas e culturais.

Por isso, vamos mostrar agora algumas diferenças e semelhanças entre os “reis da pimenta” (mexicanos) e os “amantes do mate” (argentinos). Confira!

1. O amor pelos doces

  • Na Argentina, consideram o doce de leite (conhecido como “cajeta” no México) quase como um alimento sagrado, pois é consumido em qualquer momento do dia e em diversos pratos. E até criaram um dia internacional para esse doce. De fato, segundo um estudo, os argentinos consomem em média até 3 kg de doce de leite por ano.
  • Se no México também adoram doces (tanto os típicos do país, quanto os vendidos nas mercearias de esquina), os mexicanos não costumam consumi-los a qualquer hora do dia, mas sim de sobremesa ou para “beliscar”.

2. A pimenta na comida

  • O México é tradicionalmente conhecido por seus pratos apimentados e vários estrangeiros que visitaram o país e não estavam acostumados a consumir especiarias enfrentaram o desafio de prová-las. Também foram surpreendidos com a enorme diversidade de graus de pimenta existentes. Isso é tão comum que até mesmo o prato aparentemente “sem pimenta” com certeza tem alguma.
  • Já na Argentina não costumam incluir pimenta em seus alimentos, pois consideram que basta adicionar sal para os pratos ficarem perfeitamente condimentados.

3. A bebida por excelência

  • Na Argentina, costumam tomar muito mate a qualquer hora e em qualquer lugar. A erva-mate tem múltiplos benefícios à saúde, devido ao excesso de vitaminas e suas propriedades antioxidantes. Mas o mais surpreendente é o costume argentino de compartilhar o mate, pois consideram uma prática capaz de unir as pessoas.
  • No México, as bebidas mais consumidas são o café, o chá ou o chocolate, mas geralmente em um determinado horário do dia (pela manhã ou à noite). Por outro lado, seria muito estranho compartilhar sua bebida com outra pessoa, a menos que seja alguém próximo ou de muita intimidade.

4. O café da manhã

  • Na Argentina, preferem alimentos doces no café da manhã. Por exemplo, é normal comerem croissants doces ou “medialunas” (pães doces) e biscoitos; ou que prefiram pedir um bolo em vez de um guisado.
  • No México, por outro lado, costumam consumir alimentos salgados no café da manhã, como tacos (pequenas panquecas de milho), chilaquiles (prato feito de tortillas partidas em pedaços e fritas) ou ovos em diferentes apresentações. Além disso, as “medialunas” são chamadas de “cuernitos” pelos mexicanos.
  • “Atualmente, moro no México. Certa vez, estava na Argentina comendo uma empanada de queijo na escola e uma amiga se aproximou e disse: ’Como assim está comendo uma empanada pela manhã?’ Eu me surpreendi, porque para mim era a coisa mais normal do planeta. Em seguida, me explicou que na Argentina costumam comer empanadas à tarde e croissants, biscoitos e alimentos desse tipo no café da manhã, a única coisa salgada nessa refeição é o pão torrado”.

5. Consomem frutos do mar e sopas de entrada

  • Os argentinos não costumam comer mariscos, mesmo no litoral, pois preferem carne, principalmente a vermelha. Quanto às refeições, não têm o hábito de consumir sopas, cremes ou caldos, normalmente só fazem isso no inverno, principalmente em pratos com lentilha.
  • Já no México você não pode dizer que foi à praia se não consumiu ao menos o tradicional coquetel de camarão como aperitivo. E as refeições costumam ter três pratos: uma entrada, como sopas, cremes ou caldos (mesmo em dias quentes, esse costume é típico das mamães mexicanas), um prato principal e, por fim, uma sobremesa.

6. O jantar

  • Na Argentina, costumam sair para jantar e comem muito assado, ou seja, um conjunto de chorizos (embutidos, como salame e linguiça), miudezas e carnes, principalmente a de boi, em grandes porções.
  • O México é conhecido pelo consumo dos tradicionais tacos, principalmente à noite. Os tacos são geralmente recheados com carne temperada, legumes, limão e muito, muito molho. Esse alimento é muitas vezes consumido em barracas, ou em estabelecimentos presentes em quase qualquer esquina, ou quarteirão.

7. As festas de formatura

  • Na Argentina, quando alguém se forma, costumam fazer festas temáticas e os formandos escolhem o tema, a decoração do local e as fantasias.
  • “Cursei o ensino médio na Argentina; já no México e em outros países, as festas de formatura são eventos de gala, com vestidos longos e ternos. Mas logo percebi que na Argentina os formandos costumam fazer festas temáticas com fantasias. Eles mesmos decoram o lugar e fazem a fantasia. No meu caso, meu grupo resolveu fazer a festa da Coca-Cola e eu fui de Coca Zero”.
  • As formaturas no México são um pouco diferentes, pois, de certa forma, são formais ao serem realizadas nas escolas. As mulheres usam vestidos longos e elegantes e os homens, ternos. Terminada a cerimônia, fazem festas ou bailes em salões, ou nas casas dos jovens.

8. Gestos característicos

  • Os argentinos fazem um gesto com as pontas dos dedos juntas, chamado de “montoncito”. Fazem isso com apenas uma mão e tem vários significados, como “o quê?”, “o que você tem?” ou “o que está me dizendo?”, entre outros.
  • No México, um gesto bem conhecido é a saudação informal com os dedos indicador e médio levantados em forma de “V”, como o gesto da paz. Às vezes dão uma piscadela ou mostram a língua ao mesmo tempo.

9. A paixão pelo futebol

  • Na Argentina, são muito apaixonados por futebol e as partidas não são suspensas, mesmo se tiver um furacão. Nas Copas do Mundo, quando é a vez da seleção argentina jogar, todos nas escolas podem assistir ao jogo.
  • No México, a paixão pelo futebol é parecida, principalmente nas Copas do Mundo. Nos escritórios, costumam projetar os jogos do time mexicano nas salas de reunião ou nos refeitórios e todos os funcionários são convidados a assistir ao jogo. Às vezes, até os chefes dão certas coisas, caso o México ganhe a partida.

10. A saudação com beijo na bochecha

  • Na Argentina, é comum tanto homens quanto mulheres se cumprimentarem com um beijo na bochecha ao se encontrarem em um ambiente informal; já o aperto de mão só é dado em ocasiões muito formais.
  • No México, cumprimentar com um beijo na bochecha é comum apenas entre as mulheres e às vezes entre homens e mulheres. Hoje em dia, e apesar de a inclusão estar cada vez mais imersa em nossas vidas, continua sendo um tabu e muito estranho ver esse gesto entre os homens. Quanto ao aperto de mão, também costuma ser usado em ambientes formais.

11. Algumas palavras são compreendidas de forma diferente na Argentina e no México

  • Na Argentina, a balada é chamada de “boliche” e os jovens costumam sair entre 11 h da noite e meia noite.
  • No México, como no Brasil, boliche é onde você joga, compete com seus amigos e se diverte e não há um horário específico para ir a esses locais. Por outro lado, há os clubes onde você pode ir com seus amigos para dançar, beber, conhecer pessoas ou simplesmente sair. Geralmente costumam chegar a esses lugares entre 7 h e 8 h da noite.
  • “Sou mexicana. Uma vez, fui à Argentina e meus amigos disseram: “Ei, vamos ao boliche à noite”, e eu disse: “Ah, vamos, nunca fui à noite, mas vai ser divertido”. Eles me olharam como se questionassem: “Hein? Mas a que horas você vai aos boliches (baladas)?”
  • “Facturas”, na Argentinas, são pães doces comidos geralmente pela manhã.
  • No México, “facturas” são as cobranças, contas.

Conheça mais alguns exemplos de palavras usadas na Argentina e no México e no Brasil, respectivamente:

  • Mozzarella / Mosarela / Muçarela
  • Laburo / Jale / Bico (trabalho)
  • Morfar / Comer / Comer
  • Ananá / Piña / Abacaxi
  • Palta / Aguacate / Abacate
  • Táper / Túper / Lancheira
  • Remera / Playera / Camiseta
  • Pollera / Falda / Saia

Você já foi para esses países? Qual foi a coisa mais estranha que você já viu em uma viagem e que considera muito diferente de onde mora?

Incrível/Curiosidades/11 Costumes argentinos e mexicanos que podem confundir a cabeça de qualquer um
Compartilhar este artigo
Você pode gostar destes artigos