Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração
Incrível

10+ Dados científicos sobre os canhotos que provavelmente você não conhecia

Antigamente, desempenhar atividades como comer, desenhar, gesticular ou cumprimentar com a mão esquerda não era muito bem-visto, ainda que esses gestos acontecessem de maneira instintiva. Muitas vezes o ato era considerado estranho e em algumas situações era enxergado como um sinal maligno. Por sorte, os tempos mudaram e a ciência passou a pesquisar o que há por trás do uso predominante de um lado do corpo. Os resultados de diferentes pesquisas deixaram essa discussão ainda mais interessante.

Hoje, o Incrível.club vai mostrar que usar os membros direitos ou esquerdos é muito mais do que uma simples escolha. Confira e não perca o bônus no final do post!

1. Uma em cada dez pessoas no mundo é canhota

Em abril de 2020 foi publicado um estudo muito ambicioso sobre o mundo dos canhotos. Segundo ele, pelo menos 10,6% das pessoas no mundo todo são canhotas.

A porcentagem varia de 9,3% a 18% dependendo da região. Mas é curioso perceber que em algumas culturas essa condição ainda é considera um traço genético relacionado à maldade. É por isso que algumas pessoas canhotas ainda são chamadas de sinistras e também é por isso que em algumas partes do mundo as pessoas impedem as crianças de serem canhotas.

2. Os canhotos são mais inteligentes

No Paquistão foi realizado um estudo com alunos de diferentes idades para confirmar ou descartar de vez a teoria de que os canhotos são mais inteligentes. No grupo, 50% eram destros e 50% eram canhotos.

Após a realização de testes descobriu-se que independentemente do grau de escolarização as pessoas que usavam predominantemente a mão esquerda mostraram uma inteligência maior, dado que foi confirmado por um melhor desempenho acadêmico (na maioria dos casos).

3. A mente de um canhoto é mais flexível

Utilizar os membros de um lado do corpo está relacionado com o desenvolvimento de um hemisfério cerebral: os destros usam o hemisfério esquerdo e os canhotos o direito. Mas essa crença geral ainda é alvo de críticas.

Segundo o L.A. Times, um estudo realizado na Universidade da Califórnia (UCLA), em Los Angeles, concluiu que o cérebro de pessoas canhotas funciona de maneira um pouco diferente: enquanto as pessoas destras usam mais o hemisfério esquerdo, as pessoas que usam mais os membros esquerdos costumam ter um cérebro que funciona de maneira mais simétrica, ou seja, os canhotos usam os dois hemisférios, o que faz com que suas mentes sejam mais flexíveis.

4. Há um maior nível de competência em canhotos

Algo curioso sobre os canhotos é que dominar o lado que a maioria das pessoas não domina os torna melhores na hora de realizar algumas atividades esportivas. Isso acontece porque as pessoas destras estão acostumadas a lidar com pessoas e ferramentas sempre iguais, portanto nunca precisam enfrentar grandes desafios.

Contudo, no cotidiano, as pessoas canhotas precisam lidar com ferramentas que costumam ser fabricadas para pessoas que usam essencialmente a mão direita. Além disso, pessoas canhotas costumam lutar melhor e são mais rápidas que as destras.

5. É uma questão de genética

É a genética que define se um bebê será destro ou canhoto. E não estamos falando de algo simples, mas de mais de 40 aspectos do DNA que determinam a preferência por um ou por outro lado do corpo.

Se o pai ou a mãe são canhotos, a probabilidade de que o filho também seja é maior. No entanto, a genética não é o único determinante, o ambiente e os estímulos durante a gravidez também influenciam e contribuem para marcar uma ou outra tendência.

6. Existem mais homens canhotos do que mulheres

O Planeta tem mais destros do que canhotos, mas o mundo dos canhotos é dominado pelo gênero masculino, já que a probabilidade de que um homem seja canhoto é 23% maior do que uma mulher, segundo um estudo. Isso significa que enquanto 13% dos homens podem ter essa condição, apenas 9% das mulheres são afetadas.

Inclusive dentro da população destra os homens mostraram uma tendência maior para desenvolver de maneira secundária o lado esquerdo do corpo. Por outro lado, as mulheres destras ou canhotas dificilmente desenvolvem o lado que não é predominante.

7. O curioso redemoinho no cabelo

Como mencionado anteriormente, a genética tem um papel importante quando o assunto é o lado predominante, e são vários os genes que influenciam essa característica. Um deles se manifesta no redemoinho que muitas pessoas têm no cabelo.

Segundo um estudo, o sentido do redemoinho se relaciona com o fato de a pessoa ser destra ou canhota. Ou seja, se o cabelo nascer para a esquerda é muito provável que a pessoa desenvolva o lado esquerdo, e vice-versa.

8. Os cangurus, em sua maioria, são canhotos

Um estudo publicado no Current Biology revelou que a probabilidade de que um canguru seja canhoto é maior do que em humanos. Isso foi observado por alguns cientistas russos que estudaram diferentes raças do animal, entre elas o canguru vermelho, o canguru cinza e o canguru-arborícola.

O estudo revelou ainda que, independentemente da raça e do gênero, os marsupiais têm uma tendência bastante marcada a desenvolverem atividades com os membros do lado esquerdo.

9. A região dos Países Baixos é a que concentra o maior número de canhotos no mundo

Já vimos que 10,6% das pessoas são canhotas, mas o mais curioso é que elas não estão distribuídas de maneira equilibrada pelo mundo. Segundo dados estatísticos, os Países Baixos são a região com a maior quantidade de canhotos, seguido pelos Estados Unidos.

Os países com menos canhotos são o Japão e a China, com 4,7% e 3,5% da população, respectivamente.

10. A probabilidade de que nossos animais de estimação sejam canhotos é maior

Os cangurus não são os únicos animais com uma tendência maior a serem canhotos, essa peculiaridade genética atinge também os nossos animais de estimação. Um estudo revelou que 63% dos cachorros costumam dar preferência ao uso de apenas uma pata, enquanto que apenas 37% não apresentam preferência por apenas um lado. Mais ou menos 32% dos cachorros mostraram preferência pelo lado direito e 31% pelo lado esquerdo.

Quando olhamos para os gatos, 75% mostraram preferência por apenas uma pata, contra 25% que usam as duas indistintamente. Verificou-se também que as fêmeas costumam usar mais o lado direito do que os machos.

Bônus: famosos que nem todo mundo sabe que são canhotos

Na música, na ciência, no cinema e nas artes em geral existe um grande número de pessoas canhotas. Confira algumas delas:

  • Angelina Jolie, Sarah Jessica Parker, Tim Allen, David Bowie, Ben Stiller, Jennifer Lawrence, Owen Wilson, Scarlett Johansson, Hugh Jackman, Nicole Kidman, Tina Fey, Tom Cruise, Jim Carrey, Lisa Kudrow e muitos outros.

Quantas pessoas canhotas você conhece? Já tentou realizar tarefas com a mão que você não domina? Se é canhoto, conte-nos alguma história curiosa que já aconteceu com você!

Compartilhar este artigo