Incrível

7 combinações habituais de alimentos que não fazem bem à saúde

--21
235

Sabemos que nem sempre combinações aparentemente apetitosas fazem bem para nosso estômago ou para nossa saúde. Algumas dessas misturas podem, inclusive, afetar a absorção de certos nutrientes que, de outra forma, beneficiariam nosso organismo.

Nós, do Incrível.club, mostraremos que, infelizmente, algumas guloseimas e petiscos deliciosos afetam nosso corpo de maneira negativa. Este post pode ser importante especialmente para aqueles que têm distúrbios do sistema digestivo ou alguma predisposição para isso.

1.Frutos do mar + natas

A combinação de molho de natas e frutos do mar pode causar a sensação de peso no estômago ou até alguma intoxicação. Isso acontece quando dois tipos diferentes de proteínas se combinam, levando a uma superdosagem desse tipo de nutriente e o corpo simplesmente não consegue lidar com essa carga. Tudo isso gera a sensação de peso no estômago e náuseas. Além disso, pode haver uma complicação nos rins, especialmente se houver uma predisposição para isso.

Gastroenterologistas dizem que não é recomendável combinar vários tipos de frutos do mar. Portanto, os caranguejos devem ser comidos separadamente do camarão, peixe e mexilhões. A melhor guarnição para frutos do mar são legumes.

2. Vinho + sobremesa

Má notícia para quem gosta de apreciar a sobremesa com um copo de vinho. O álcool aumenta significativamente a produção de insulina no corpo e, combinado com a sobremesa, cria uma verdadeira bomba desse hormônio no organismo.

Nesta situação, os açúcares simples consumidos são convertidos em gorduras. Para melhorar sua saúde, o mais recomendado é substituir a sobremesa por queijo e legumes com baixo teor de gordura.

3. Sorvete + refrigerante

A combinação favorita de crianças quando vão a fast foods é a mais perigosa para elas. Mesmo o estômago adulto não tolera essa mistura. O estômago das pessoas saudáveis, depois de consumir a combinação, pode ficar estufado durante muitas horas (até 6). Então, aqueles que sofrem de diabetes, úlcera gástrica ou gastrite podem sentir consequências mais graves. Depois do sorvete, os nutricionistas recomendam tomar água, chá ou café.

4. Leite + ovos e queijo

Outro exemplo de combinações excessivas de proteínas são as omeletes. O fato de adicionar queijo aos ovos dificulta a digestão e sobrecarrega os rins. É melhor substituir a omelete por ovos fritos ou estrelados. Além disso, a combinação de dois produtos bastante alergênicos (ovos e leite) pode provocar erupções cutâneas na pele, principalmente nos antebraços.

5. Melão + outros produtos

Por incrível que pareça, há registros, em um passado muito distante, de casos de pessoas que morreram porque consumiram melão combinado com outros alimentos. As atuais variedades da fruta não levam a tanto, mas podem causar grandes desconfortos, dependendo dos alimentos com que forem combinadas.

O melão é digerido no estômago muito rapidamente, mas quando outros produtos impedem essa digestão, ocorre uma forte fermentação. Por exemplo, combinado com produtos lácteos, o melão pode causar efeito laxante. Já a combinação com o álcool pode levar à intoxicação. E a combinação com presunto causar cólica e constipação.

6. Tomate + queijo

A combinação de queijo com tomates é clássica; podemos vê-la em qualquer pizza Margarita, em sanduíches quentes e em saladas. Ou seja, aparentemente, tudo ok para o estômago. Só que, verdade o consumo simultâneo desses produtos tem efeitos negativos que podem provocar a formação de cristais insolúveis no corpo. Esses cristais se alojam nas articulações, podendo resultar em dor e restrição da mobilidade.

7. Peixe + óleo de girassol

O peixe e o óleo vegetal são as principais fontes de importantes ácidos graxos. Há muito ômega-3 em peixes (especialmente espécies como atum, salmão e sardinha) e ômega-6 no óleo. Esses ácidos têm um efeito benéfico nas articulações, na condição da pele e do cabelo e na função cardíaca. No entanto, se o peixe for frito em óleo, o ômega-3 desaparece sob a influência do ômega-6. Além disso o excesso de ômega-6 no corpo acelera o processo de envelhecimento celular. Portanto, é melhor grelhar, assar peixe em papel-alumínio ou cozinhá-lo em multicooker. Os cientistas observam que o equilíbrio costuma ser irregular. Geralmente há falta de ômega-3 e abundância de ômega-6.

E você encontrou suas combinações favoritas no post? Pretende abrir mão de alguma delas?

Imagem de capa Depositphotos
--21
235