Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

8 Motivos pelos quais maridos infiéis continuam com as esposas

De acordo com um estudo, 2,2% das pessoas casadas revelaram ter tido mais de um parceiro durante o ano. De forma geral, ainda segundo os pesquisadores, entre 15 e 25% dos americanos casados têm relações extraconjugais, e os homens tendem a trair mais que as mulheres. E existe ainda a questão dos maridos que traem, mas não querem se divorciar, porém ainda assim continuam traindo.

Nós, do Incrível.club, nos dispusemos a abordar o assunto de maneira objetiva, e encontramos 8 motivos pelos quais muitos maridos infiéis não aceitam a ideia de se separarem oficialmente das respectivas esposas.

1. O lar, para ele, é o melhor lugar do mundo

Ele a conhece desde sempre, você cozinha para ele e cuida das crianças. Seu marido se sente à vontade com a vida que levam, e acaba procurando um caso extraconjugal por querer experimentar algo novo, não necessariamente por querer fazer mudanças radicais na própria vida. Geralmente, o lar é como um castelo para o marido.

Para um homem nessa situação, a ideia de sair de casa não costuma sequer passar pela cabeça. Terminar o casamento é algo indesejado porque, sem a esposa, seria difícil para ele administrar a casa. Talvez não exista mais amor ou paixão, mas ainda pode haver amizade e respeito. Ainda que inconscientemente ele só queira uma zona de conforto onde possa tirar seus tão desejados cochilos.

2. Ele quer “dar um tempo”

A CEO de um site de encontros voltado a pessoas casadas em busca de affairs disse em uma entrevista que muitos de seus clientes consideram ter um bom relacionamento com a esposa. Eles fazem parte de um bom círculo familiar, o que envolve algumas responsabilidades, mas nem por isso o parceiro infiel quer necessariamente dar um fim ao casamento.

São homens que continuam amando as esposas, vendo o relacionamento extraconjugal como um meio de relaxar e viver uma aventura.

3. Ele pode achar que ter um caso é a resposta, mas não é

Existe uma história interessante sobre um marido que traía a esposa. Sim, foi um desastre total. Ao descobrir tudo, a esposa vivenciou uma enxurrada de emoções, mas depois de algum tempo ela começou a se perguntar o porquê daquela situação. Afinal, o homem não parecia ter planos de deixar a família.

A resposta era simples. O homem não foi infiel porque havia algo de errado na esposa, nem porque ela era uma companheira terrível. Ele arrumou outra porque havia algo de errado com ele.

Alguns homens pensam que, se começarem a sair com outra mulher, algo mudará e eles se sentirão felizes, mas não é isso que costuma acontecer. Eles amam as esposas, mas podem estar passando por problemas psicológicos.

4. Ele realmente ama a esposa

Uma mulher compartilhou que namorava um homem casado e contou sua história. Ele era um cavalheiro, daqueles considerados o “homem de família ideal”. E o ponto crucial é que ele não estava disposto a deixar a esposa. Diante disso, você pode estar se perguntado: então por que ele se comportava dessa maneira?

Um outro representante do sexo masculino tentou responder a questão. Ele contou ser feliz em seu casamento de 20 anos, que havia rendido filhos para o casal. E sim, ele amava muito a esposa, mas a vinha traindo pelos últimos 15 anos. É como um “fetiche” para ele. Ao mesmo tempo, o homem admitiu não conseguir evitar sentir-se culpado.

5. Ele não tem coragem suficiente para mudar completamente a própria vida

O homem vive com a esposa há 10 anos, e tem sido marido e pai ideal, mas de repente, conhece aquela que considera ser sua alma gêmea. O terapeuta Douglas LaBier chama isso de “Affair Mente-Corpo”. O sentimento provocado pela pessoa que acaba de entrar na vida do homem pode ser extremamente poderoso, consumindo-o dos pés à cabeça.

Em alguns casos assim, determinados homens podem preferir se divorciar e voltar a casar, mas outros não conseguem fazer isso. Eles consideram ter uma ligação forte demais com a esposa.

6. Ele se sente fortemente ligado à esposa, seja pelos filhos ou por questões financeiras, por exemplo

Uma advogada que já atuou em diversos casos de divórcio dividiu um pouco de sua experiência, afirmando que se separar é muito dolorido, mas que deixar de ser um pai em tempo integral é o que mais machuca. Coisas desse tipo podem acabar impedindo muitas pessoas de pedirem o divórcio, ainda que não estejam felizes no casamento.

Talvez até nem exista mais amor entre o casal, mas as responsabilidades e as ligações decorrentes delas podem ser extremamente fortes.

7. Ele não quer passar pela dor de um divórcio

A palavra “divórcio” provoca milhares de sensações e associações negativas. É algo que envolve lidar com advogados, discussões, divisão de bens e negociações a respeito da guarda dos filhos.

Alguns homens preferem deixar tudo como está, evitando encarar as lágrimas, a raiva e as brigas que podem decorrer da experiência. Ainda que o relacionamento não esteja mais saudável, encontrar uma amante acaba sendo a saída mais fácil.

Homens que tomam tal decisão costumam ter em comum a vontade de não querer causar estresse na esposa nem nas crianças.

8. Ele se deu conta de que errou ao ter um caso

Um homem contou que vinha traindo a esposa com a melhor amiga dela. Após um tempo, ele percebeu que a situação era um grande erro, e passou a sofrer com aquilo. O marido estava tentando pensar em qual seria a medida certa a tomar, e se confessar tudo à esposa seria o melhor caminho.

Obviamente, a questão envolvendo revelar ou não a traição à parceira levanta polêmicas, mas mesmo na hipótese de a mulher descobrir tudo, o marido afirmou não querer se separar, pois ainda ama muito a esposa.

Caso descobrisse que seu marido ou companheiro foi infiel, você se separaria ou perdoaria? Em sua opinião, é possível amar mais de uma pessoa ao mesmo tempo? Deixe um comentário com seu relato e impressões sobre o assunto!

Compartilhar este artigo