Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

Por que as crianças podem fazer birra com as mães e serem doces com as outras pessoas

Seu filho é um doce com o pai, com os avós, com os professores e com todos os seus familiares e não para de fazer birra com você? Se essa situação parece familiar, pare de se torturar com perguntas como “o que eu estou fazendo de errado?”

O problema não tem nada a ver com você. As crianças têm as suas razões e a maioria delas é real.

Incrível.club descobriu por que os pequenos tendem a se comportar mal com as mães. Confira as opiniões de alguns especialistas sobre essa situação.

Fazer birra é uma forma de comunicação. É a forma como o seu filho diz “preciso de você, mãe”

Se o seu filho ainda não consegue se expressar por meio de frases completas é muito normal que tente chamar a sua atenção de outras maneiras. Em geral, a mãe é responsável por satisfazer as necessidades básicas da criança, como comida e segurança, e é por isso que os filhos ficam tão emotivos quando ela está por perto. Veja como a dra. Ann Corwin, uma especialista em educação e em vida em família, explica esse fenômeno:

“Para a criança, a mãe simboliza a satisfação das necessidades. Biologicamente, as crianças associam a necessidade de alimento e sobrevivência a ela. É por isso que os filhos se comportam de maneira exagerada diante das mães. Os pais, por outro lado, simbolizam confiança e brincadeiras. Portanto, as crianças não sentem a necessidade de chamar sua atenção, já que eles não representam um caminho para a satisfação das necessidades básicas de sobrevivência”.

Você é a zona de conforto de seu filho

Crianças não tendem a mostrar todas as suas emoções quando estão com pessoas em quem não confiam. Se você acha que o seu filho sempre guarda o pior para você, essa não é a verdade. Ele deixa o que considera “seu melhor”: as birras e os choros são a maneira que tem de mostrar que confia em você. Portanto, ao agir dessa forma a criança está querendo dizer: “eu me sinto segura e confortável quando estou com você, mãe”.

O que fazer se o seu filho sempre a “homenageia” com birras

É importante que o filho se sinta livre para se comportar como quiser na frente da mãe. Mas será que você deve tolerar o comportamento dele sem dizer nada? Especialistas dizem que não. Confira algumas formas de ensinar seu pequeno a te respeitar.

  • Aceitar as birras do seu filho e não levar tudo para o lado pessoal.  tempo e espaço ao seu pequeno e tome cuidado apenas para que ninguém saia machucado, nem vocês e nem qualquer pessoa que possa estar por perto.
  • Dar ao seu filho a possibilidade de desabafar. Se o seu filho fica na escola durante o dia todo e o ambiente escolar é rígido demais, ao chegar em casa provavelmente vai querer a liberdade de ser quem é, sem formalidades. A birra, muitas vezes, é uma maneira de desabafar, e você pode oferecer alternativas a esse desejo de liberar algumas emoções. Por exemplo, deixando-o correr, brincar no jardim, desenhar ou ler uma história em voz alta.
  • Delegar algumas funções ao seu companheiro. Peça ao seu parceiro que dê banho ou prepare o jantar, principalmente se você suspeitar de que a criança está prestes a iniciar um daqueles episódios de birra.
  • Conversar com o filho e, se ele tiver idade suficiente para entender, explicar como você se sente. É importante não deixar que a criança se aproveite de você. Embora a birra muitas vezes seja uma maneira de mostrar que a criança confia em você, é sempre importante explicar a importância da disciplina. Mostre que a mãe dele sempre está aberta ao diálogo e ao carinho, mas deixe claro que nesse processo é fundamental que haja respeito.

Você tem filhos? Sente que o seu filho ou a sua filha se comportam com você de maneira diferente do que com as outras pessoas? Compartilhe nos comentários a sua experiência.

Compartilhar este artigo