Incrível
Novo Popular
Inspiração
Criatividade
Admiração

6 maneiras comuns de segurar uma criança que podem ser perigosas

De acordo com um estudo, as mamães e papais que têm contato pele a pele com os filhos sofrem menos estresse. Dito isso, é muito importante como você segura a criança, pois muitos dos métodos comuns podem prejudicar a saúde de um bebê.

Incrível.club considera importante que todos prestem atenção especial à maneira correta de segurar as crianças. Mas o fato é que até mesmo os suportes especiais para bebês, como cangurus e slings, podem ser perigosos, bem como puxar as crianças pelas mãos: você poderá ler mais sobre isso na parte do bônus.

1. Segurar o bebê pelas axilas

Os recém-nascidos não desenvolveram ainda seus músculos do pescoço. Eles podem repentinamente mover a cabeça, que poderia ocasionar dificuldades em respirar e lesões se o pescoço não for segurado adequadamente. Eles não serão capazes de sustentar a cabeça sozinhos até que tenham pelo menos 4-6 meses de idade.

2. Manter o bebê em um suporte

Você até pode usar suportes como cangurus e slings, mas é importante que você saiba como usá-los. É necessário que as pernas do bebê estejam apoiadas no suporte e na mesma posição que a mãe seguraria o bebê, assim as articulações permanecerão no lugar e a coluna não será prejudicada. Caso contrário, se as pernas da criança balançarem, podem surgir doenças graves do quadril, como displasia ou luxação.

3. Manter a cabeça do bebê em seu ombro

Se você segurar o bebê contra o seu peito, preste atenção na posição do rosto, que deverá estar acima do ombro. Se o rosto da criança estiver apoiado no seu ombro, isso poderá dificultar a sua respiração. Além disso, algum pedaço da sua roupa pode entrar na boca dela.

4. Não mudar de lado

É necessário ficar mudando o seu filho de um braço para o outro. Como dissemos anteriormente, o pescoço do bebê ainda é muito frágil. Portanto, é importante que os músculos se desenvolvam nos dois lados. Caso contrário, os músculos do pescoço de um lado podem se desenvolver menos e a criança pode ter problemas para mover a cabeça posteriormente.

5. Não dar apoio às costas do bebê

Você não deve segurar a criança apenas pelas nádegas e pela cabeça. Primeiro que existe o risco de a criança cair. E segundo que a coluna fica sobrecarregada devido à falta de suporte adequado para as suas costas. Portanto, é necessário segurar as costas do pequeno com uma mão e a cabeça com a outra.

6. Segurar o bebê virado para fora

Não é bom levar uma criança de costas para você. Isso dificulta o controle da criança. Além disso, cria pressão sobre a coluna e as pernas penduradas, igual ao canguru ou ao sling quando usados de maneira errada. Portanto, é melhor segurar o bebê de frente para o peito. Preste atenção e segure as pernas e as costas do bebê.

Bônus: levar a criança pelas mãos

Não levante uma criança pelas mãos. Isso pode causar uma lesão chamada cotovelo da ama, também conhecida como cotovelo puxado ou subluxação da cabeça do rádio. Isso significa que o osso do cotovelo é parcialmente deslocado na articulação. Essa condição é comum entre crianças de até 5 anos de idade.

Isso também pode ser causado quando você puxa uma criança ou a sacode. Mas quando as crianças atingem os 5 anos de idade, seus ossos ficam mais fortes e um cotovelo puxado tem menos probabilidade de acontecer.

Já segurou um bebê de uma das maneiras descritas acima? Quais outras posições perigosas para uma criança você conhece? Compartilhe seus conhecimentos conosco na seção de comentários!

Illustrated by Yekaterina Ragozina exclusivo para Incrível.club