Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

10 Erros cometidos pelos pais que prejudicam o sono do bebê

6-31
11k

Dormir bem é fundamental para o desenvolvimento saudável do cérebro do bebê e o sono insuficiente pode levar a problemas de linguagem e leitura, além de ter ligações com o desenvolvimento de Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDA-H). Alguns pais gostam de trazer o bebê para dormir em suas camas, na esperança de fortalecer o vínculo entre eles. E essa atitude não só deixa a criança confusa, como também pode ser perigosa! Mas há muitas outras dicas sobre o que os pais não devem fazer se quiserem que o sono dos filhos seja saudável.

Nós, do Incrível.club, queremos que todos os bebês sejam felizes e durmam profundamente. Então, aqui estão alguns erros que é preciso evitar para que a criança durma bem.

1. Não ter um horário para dormir

Estabelecer uma rotina para dormir é essencial para o bebê. Isso pode ajudá-lo a se sentir tranquilo e adormecer mais rapidamente. É importante seguir um determinado horário para que o bebê possa aprender quando é hora de ir para a cama. Seguindo esse hábito, a criança acaba se acostumando a dormir no mesmo horário, então adormecer se tornará muito mais fácil e rápido.

2. Não entreter o bebê o suficiente durante o horário de vigília

As crianças são iguais a nós — quanto mais ocupadas estiverem durante o dia, mais cansadas ficam e será mais fácil adormecer. Portanto, procure envolver seu bebê em várias atividades. Converse com ele, cante, alongue seus músculos ou passeie ao ar livre — tudo isso o deixará mais cansado e pronto para dormir.

3. Não reconhecer os sinais do sono

Às vezes, os pais esperam demais antes de colocar seus filhos para dormir, por exemplo, até começarem a chorar. No entanto, existem muitos outros sinais (além da irritabilidade) indicando que o pequeno está cansado e precisa tirar uma soneca. Se estiver franzindo a testa, cerrando os punhos, com o olhar distante ou esfregando os olhos e ouvidos, talvez esteja na hora de dormir.

4. Não deixar o bebê aprender a se acalmar sozinho

Certos hábitos, como balançar ou massagear o bebê, podem ajudá-lo a relaxar e entender que chegou a hora de dormir. Às vezes, porém, é melhor deixar seu filho tentar se acalmar sozinho, para que aprenda a adormecer sem sua ajuda. Por isso, é importante não responder a cada pequeno barulho que o pequeno faz enquanto dorme.

Primeiro, esses sons não necessariamente significam que seu filho está acordado e precisa de você. Eles podem apenas significar a passagem pelos diferentes estágios do sono e você, ao vir vê-lo, pode acordá-lo. Segundo, um estudo descobriu que as crianças cujos pais esperavam mais tempo para responder ao seu despertar se tornavam mais propensas a se acalmar e adormecer sozinhas.

5. Colocar seu bebê para dormir em um quarto bem iluminado

Alguns pais acham que, durante o dia, o bebê deve dormir em um quarto iluminado, para aprender a distinguir o dia da noite. No entanto, isso é um mito. A escuridão, na verdade, tem um efeito calmante e promove a produção de melatonina — o hormônio que ajuda a regular o sono.

6. Mudar de um berço para uma cama muito cedo

Mesmo que seu bebê já esteja maior ou que tenha um irmãozinho a caminho (e, portanto, o novo membro da família vai precisar do berço), não se apresse em levar seu filho para a cama. A maioria das crianças muda do berço para cama entre 18 meses e 3 anos e meio. Se você mudar o local de dormir muito cedo, pode ser desconfortável e confuso para o pequeno e você pode simplesmente encontrá-lo andando pela casa no meio da noite, já que está acostumado com os limites de um berço. Se a criança começar a sair do berço, leve-a para a cama. Além disso, se estiver treinando seu filho para usar o penico, trocá-lo de lugar faz sentido, para que aprenda a ir ao banheiro sozinho.

7. Bloquear o barulho

Não é recomendável tirar todas as distrações barulhentas. Se o seu bebê aprender a dormir apenas em completo silêncio, poderá ter dificuldade para adormecer mais tarde, quando você não tiver como bloquear todas as fontes possíveis de barulho. Às vezes, é recomendável usar máquinas que produzem ruído branco (como um secador de cabelo), para ajudar seu bebê a adormecer com mais facilidade, mas elas devem ser usadas com cautela.

8. Manter seu bebê acordado por muito tempo

Você pode pensar que manter seu filho acordado por mais tempo o deixará mais cansado e ele adormecerá mais rapidamente e terá um sono mais longo. No entanto, esse hábito pode atrapalhar o horário de dormir e diminuir o sono. E enquanto cochilos curtos são normais para os recém-nascidos, as crianças mais velhas devem tirar cochilos mais longos. Portanto, dormir por menos tempo pode fazer com que seu filho fique cansado e, consequentemente, mais irritado.

9. Dividir a cama

Alguns pais optam por dormir junto com os filhos na cama, mas isso os deixa confusos. E pode resultar em dificuldade para adormecer no berço ou quando você não estiver próximo. Além disso, dividir a cama pode realmente aumentar o risco da síndrome da morte súbita do bebê e de outras mortes relacionadas ao sono.

10. Deixar seu bebê tirar cochilos muito longos

É normal que os recém-nascidos durmam entre 13 a 15 horas por dia. No entanto, quando a criança cresce, não deve tirar cochilos de mais de 3 horas no total, por dia. Dormir demais durante o dia desregula o tempo de sono. E o bebê pode acabar tendo problemas para adormecer rapidamente e dormir a noite toda.

Você já cometeu algum desses erros? Quais truques conhece para melhorar o sono do seu bebê? Gostaríamos muito de saber sua opinião nos comentários!

Illustrated by Alice Perkmini exclusivo para Incrível.club
6-31
11k
Compartilhar este artigo