Incrível
Novo Popular
Inspiração
Criatividade
Admiração

Pessoas atraentes contam os prós e os contras da beleza e mostram como é difícil saber se elas têm sorte ou azar

Nada mais comum do que pensar que as pessoas bonitas têm uma vida fácil. Em alguma medida, isso faz sentido, principalmente no mundo em que vivemos. Contudo, há muitos estudos que demonstram que a rotina de uma pessoa bonita não é tão fácil quanto parece. A beleza, em alguns casos, pode, inclusive, ser considerada uma grande maldição.

Hoje, o Incrível.club mostra como a aparência nem sempre é o mais importante na vida. Por meio de prós e contras, iremos mostrar como as pessoas belas também sofrem.

1. Pessoas do mesmo gênero gostam de colocar as outras para baixo (e muitas vezes conseguem)

Um estudo demonstrou que as pessoas se sentem ameaçadas pela beleza dos outros; por isso, quando encontram alguém bonito, pensam em críticas, o que acontece por medo ou por inveja. Por exemplo, se uma pessoa atraente chega para uma entrevista de trabalho e o entrevistador é do mesmo gênero, provavelmente a reprovará por se sentir ameaçada — mesmo que inconscientemente.

Em um escritório as pessoas costumam fazer fofoca porque não podem prejudicar a aparência dos outros, mas podem acabar com sua reputação.

2. Pessoas bonitas costumam causar maiores expectativas

Os psicólogos chamam esse fenômeno de ’efeito halo’: relacionar todo tipo de características positivas com a beleza, inclusive resultados positivos. Portanto, se uma pessoa for bonita, os outros vão esperar que ela tenha uma família unida, um bom trabalho e uma vida fácil. As pessoas atraentes sentem o peso da expectativa dos outros em relação ao seu desempenho e à sua carreira profissional. Ou seja, precisam estar à altura de sua aparência.

Mas isso não é tão simples, porque os belos também falham; afinal de contas, são tão humanos quanto qualquer um. O pior é que pessoas assim são mais julgadas pelo erro. Muitos acham que tudo que acontece de errado com uma pessoa bonita é culpa dela.

3. São mais inteligentes que outras, mesmo quando todos pensam o contrário

Um estudo sugeriu que as pessoas atraentes poderiam ser um pouco mais inteligentes que as outras, já que foi descoberto que o nível intelectual depende, em alguma medida, das proporções corporais. Contudo, os indivíduos bonitos lutam justamente contra um preconceito contrário: o de que eles são mais burros que os outros. Algumas pessoas chegaram a declarar que seus amigos pensavam que elas eram bonitas demais para ter algum tipo de inteligência.

As pessoas atraentes convivem com esses estereótipos o tempo todo. Em geral, a sociedade não gosta de quando uma pessoa bonita se comporta de maneira inteligente. O senso comum indica que ninguém pode ser tudo ao mesmo tempo.

4. A percepção geral é a de que as pessoas atraentes também são agradáveis, divertidas e confiáveis

Por causa do ’efeito halo’ muitas pessoas acham (geralmente de forma inconsciente), que uma pessoa bonita também é amável, divertida, honesta e confiável. Algumas mulheres e homens atraentes confessaram que viveram situações assim e admitiram que, em geral, as pessoas costumam ser mais amáveis com elas. É curioso como até as crianças parecem se sentir mais cômodas na sua presença.

5. São mais persuasivas mesmo quando não querem

Uma pessoa bonita parece ter mais confiança em si mesma, o que lhe dá mais poder de convencimento. Foi demonstrado, por exemplo, que indivíduos bonitos têm mais poder de convencimento até mesmo em uma entrevista. É como se a beleza influenciasse a decisão do entrevistador. Uma pessoa bonita não precisa se esforçar muito para convencer outra de algo.

Como resultado, indivíduos bonitos confessaram que podem receber a ajuda de outros quando tentam passar em um exame ou quando querem entrar sem pagar em uma casa noturna, por exemplo. Ainda bem que a maioria das pessoas bonitas não se aproveita dessas vantagens. Muitas sabem que têm esse poder sobre os outros, mas não têm interesse algum em usá-lo.

6. Elas são vistas como saudáveis

Uma pesquisa sugeriu que a simetria facial pode ser percebida como um sinal de saúde, e que as pessoas com traços faciais considerados menos bonitos têm maior probabilidade de ficarem doentes. Além do rosto, o corpo também conta. Os indivíduos considerados bonitos têm um corpo em forma e um peso em ordem, o que faz com que passem a impressão de que estão saudáveis. Muitas pessoas bonitas cuidam de seus corpos, seguem dietas saudáveis, fazem exercícios, bebem muita água e usam protetor solar todos os dias, mas a sua saúde não se relaciona com a sua beleza e sim com o seu comportamento.

7. Têm dificuldade para saber se o outro os ama ou se estão apenas brincando com eles

No começo de um relacionamento essas pessoas têm algumas dúvidas sobre as intenções do outro. As pessoas bonitas não conseguem saber se são amadas ou se são apenas alvo de atração. Muitas chegam a pensar que os outros querem apenas desfilar ao lado delas.

Por isso, costumam reclamar da dificuldade de manter um relacionamento estável. Algumas mulheres bonitas admitem que nunca sabem ao certo se um homem quer conhecer quem elas são ou se quer apenas carregá-las como um troféu.

8. Recebem muita atenção não desejada, o que pode ser cansativo e perigoso

O sorriso de um homem bonito é algo bom, mas, depois de um tempo, estar no centro das atenções faz com que as pessoas bonitas se sintam incomodadas e menos confiantes. Elas tendem a se comportar de maneira insegura porque todos os olhares sempre parecem recair sobre seus corpos. Além disso, os olhares que essas pessoas recebem de desconhecidos com más intenções fazem com que elas percam muito tempo decidindo aonde devem ou não devem ir.

9. A beleza não é eterna e essas pessoas sabem disso

Claro que ser bonito tem as suas vantagens, mas também tem algumas limitações. A beleza é um aspecto que acaba com o tempo. À medida que a pessoa envelhece ela sente que a beleza vai desaparecendo; é como um superpoder que vai deixando o corpo pouco a pouco. O importante, portanto, é saber que a beleza não é fundamental para alcançar o sucesso e o seu conceito é muito fluido, já que o que é bonito para um não necessariamente é bonito para outro.

Vimos, portanto, que a beleza, assim como tudo na vida, tem seus prós e seus contras. O que você achou dos estudos? Qual é, na sua opinião, a maior vantagem de ser bonito? E a maior desvantagem? Compartilhe a sua opinião nos comentários.