Incrível
Novo Popular
Inspiração
Criatividade
Admiração

8 Sinais de que você não é introvertido, mas sofre de ansiedade social

Todos os dias muitas pessoas vivem momentos de ansiedade antes de falar em público ou de conhecer outras pessoas. O novo sempre causa medo, mas, para alguns, o sentimento de ansiedade pode se transformar em um medo patológico. Em geral, costumamos confundir os conceitos de ’introversão’ e ’ansiedade social’. Contudo, é importante entender que uma pessoa introvertida nasce com características que definem o seu caráter, enquanto a ansiedade social é adquirida.

O Incrível.club ficou bastante interessado nessa questão e encontrou 8 diferenças fundamentais entre esses 2 conceitos. Temos certeza de que elas podem nos ajudar a entender se uma pessoa precisa ou não de acompanhamento profissional.

Determinar a sua zona de conforto

O desejo de se comunicar com um pequeno grupo de amigos que conhecemos há muito tempo pode parecer um sinal de introversão, mas é um sintoma de ansiedade social. Para as pessoas que sofrem desse problema, é importante saber que todos que estão ao seu lado as aceitam. Os introvertidos precisam de uma comunicação direta, de um para um, já que se relacionar com um grande grupo de pessoas representa um cansaço muito grande para eles.

Evitar fazer novos amigos

Os introvertidos não têm dificuldade para conhecer novas pessoas, mesmo quando sabem que não vão continuar falando com elas. Mas se uma pessoa fica pensando muito tempo em como será a outra antes de conhecê-la, e se esses sentimentos a levarem a cancelar o encontro, há sinais de ansiedade social.

A solidão é um grande peso

Para um introvertido, solidão é felicidade. Para uma pessoa que sofre de ansiedade social, passar muito tempo sozinha é uma tortura, principalmente porque causa medo. Para um introvertido, os minutos de comunicação consigo mesmo são uma maneira de recuperar as forças. A grande pergunta que fica é: o tempo que você fica sozinho te impede de construir a sua vida? Se você busca privacidade para escapar do mundo, então a situação é mais alarmante. Mas, se passa tempo sozinho para encontrar a sua força interior, não há nada de errado.

A preferência por determinados lugares

O lugar tem um papel importante em qualquer encontro. Se uma pessoa escolhe um restaurante conhecido e com poucas pessoas, pode ser um sinal de introversão. Contudo, se se preocupa com quem pode estar no local e se outros clientes representam um incômodo para ela, então estamos diante de sintomas de ansiedade social. Com o passar do tempo, a quantidade de zonas de conforto começa a diminuir, e isso influencia a comunicação. Os psicoterapeutas prestam muita atenção nesses sintomas.

Ter medo do julgamento

Os introvertidos não se preocupam muito com o que os outros vão pensar deles. Já as pessoas que apresentam ansiedade social têm muito medo da opinião alheia e fogem de qualquer tipo de embate.

Sejamos sinceros: o ser humano é social. Por isso, nos importamos com a opinião dos outros. Ser introvertido ou extrovertido não tem tanta importância aqui. Contudo, quando uma pessoa tem ansiedade social, a opinião dos outros é muito importante. Além disso, a pessoa pode acreditar que todos pensam mal dela, ainda que isso não seja real. Os especialistas asseguram: o desejo de agradar os demais é um passo para a ansiedade social.

Mudar de planos frequentemente

Os introvertidos vão tranquilamente a um evento com muitas pessoas e costumam ficar muito cômodos nessas situações. As pessoas com ansiedade social, mesmo quando querem ir a algum lugar, sentem que não têm forças para isso. Ou seja, o medo influencia a falta de força. Nesse sentido, o cansaço físico ou psicológico é uma reação à sensação de incômodo.

Você costuma mudar de planos o tempo todo por causa de um medo inexplicável? Rejeita convites por causa do tempo ou porque não quer socializar? Isso é normal para um introvertido. Mas se deixa de sair com seus amigos mesmo quando você gostaria de ir, então é importante olhar um pouco para o seu nível de ansiedade.

Sentir inferioridade

Você se preocupa por não ter nada a dizer ou pelo fato de que as pessoas podem não te entender? Os introvertidos estão completamente seguros de suas habilidades de comunicação e usam todas as suas técnicas quando necessário. Embora isso às vezes seja complicado, um encontro com apenas um amigo é uma maneira de relaxar.

Os psicólogos dizem que a sensação de inferioridade aparece por causa de frequentes pensamentos sobre a opinião dos outros. Quando a pessoa vive tentando se ajustar, cedo ou tarde aparece o desejo de evitar o contato com os demais.

Sinais de perfeccionismo

perfeccionismo é a principal razão da ansiedade social. A pessoa tem certeza de que apenas se fizer tudo como o planejado vai conseguir escapar das críticas. Ela pensa que só não será julgada se souber se comunicar. É justamente a ansiedade social que faz alguém ensaiar uma conversa antes, ainda que o diálogo não seja importante e que a outra pessoa não lhe dê importância.

A introversão, por outro lado, não tem a mesma força. A pessoa não se importa com o que os outros vão pensar.

Bônus: pense nas possibilidades desperdiçadas

Se por alguma razão um introvertido se perder durante uma reunião importante, consegue dar a volta por cima, mesmo se tiver de pedir desculpas aos demais. Algo que não acontece com pessoas que sofrem de ansiedade social, que evitam qualquer situação na qual tenham de se expor, mesmo se isso for bom para elas.

Um introvertido depende da própria comodidade para se sentir bem em um grupo — diferentemente das pessoas com ansiedade social, que simplesmente não conseguem relaxar. Uma pessoa ansiosa passará a maior parte do tempo se questionando por que está lá. Os especialistas recomendam meditação para as pessoas se sentirem mais cômodas na presença de estranhos.

Você já percebeu algum sinal de ansiedade? Se considera uma pessoa introvertida? Compartilhe as suas impressões nos comentários.

Ilustradora Alena Tsarkova exclusivo para Incrível.club