Incrível

20 Pessoas que compartilharam momentos felizes e comoventes

Todo mundo tem um sonho. Há crianças que desejam ter um pônei, pessoas que resolvem conquistar um título acadêmico depois de estarem na terceira idade e homens que sonham com o próprio casamento. E quando nossos sonhos viram realidade, é normal que sintamos o desejo de gritar nossa felicidade para o mundo inteiro. Para nossa sorte, diversas histórias de conquistas pessoais podem ser encontradas nas redes sociais atualmente, causando empatia imediata nos internautas.

Neste post, o Incrível.club traz relatos emocionantes compartilhados por pessoas que conseguiram alcançar aquilo que mais desejavam.

1. O padrasto cuidou dessa jovem desde que ela tinha nove anos. Nesse dia, ele havia se tornado legalmente seu pai

Certificado de família

2. Karrie Brown tem Síndrome de Down e foi contratada por sua marca de roupas preferida para desfilar. Além disso, participou de um curta-metragem dramático chamado “The Decision”

Um conhecido hoje me perguntou por que eu mantenho abertos os perfis da Karrie nas redes sociais, já que ela não está trabalhando como modelo atualmente. Tenho pensado muito nessa pergunta. E a resposta é que eu faço isso pelas mães que conhecemos pessoalmente ou por meio de mensagens enviadas ao Facebook da Karrie. Pela mãe que me enviou uma mensagem privada contando como leu sobre a história de Karrie quando ela apareceu em sua timeline, e como descobriu no dia seguinte que teria um bebê com Síndrome de Down. Pela mãe que correu até nós no aeroporto, trazendo no colo a filha de 5 anos também com Síndrome de Down, e perguntou, já quase sem fôlego: essa é a Karrie? Ela vinha seguindo minha filha nas redes sociais pelos últimos três anos e, com lágrimas nos olhos, disse que Karrie tinha dado esperança para sua própria filha. E apesar de Karrie não estar desfilando roupas (algo que ela ainda adora fazer), ela vem desfilando um estilo de vida cheio de esperança. Ela desfila sonhos e um grande desejo de viver plenamente, como todas as pessoas. E enquanto Karrie tocar o coração das pessoas e inspirá-las, manterei suas redes sociais funcionando.

3. “Disseram que minha filha não sobreviveria, e ela passou oito meses no hospital. Hoje, minha pequena completa um ano e três dias em casa”

4. Brian foi aceito na faculdade de medicina que escolheu, apesar de ter um pai viciado em metanfetaminas

Só para lembrar que seus pais não determinam quem você é. Meu pai foi viciado em metanfetamina minha vida inteira. Ao crescer, eu sempre pensei que isso poderia limitar o que eu poderia me tornar na vida. Recentemente, fui aceito na faculdade de medicina que foi minha primeira opção.

5. A melhor sensação é encontrar alguém com quem você pode se identificar

Menino de sete anos que sofreu bullying encontrou gato com a mesma condição nos olhos e lábio leporino, é como se o destino realmente trabalhasse ao nosso favor

6. Ela sobreviveu ao câncer infantil transformou seu pesadelo num belo sonho ao voltar, 20 anos depois, ao mesmo hospital, só que como enfermeira

7. Essa garotinha tinha perdido o cabelo por conta da quimioterapia. Na outra foto, ela aparece depois de cortar o cabelo pela primeira vez após a doença

8. Quando essa mulher teve um derrame cerebral, pensaram que ela não viveria o suficiente para ver o casamento da filha. Mas esse foi o dia da cerimônia

9. Shannon Satonori Lytle é filho de um operário imigrante. Ele lutou a vida toda e hoje se formou na prestigiosa universidade de Harvard

No ensino médio, eu fritava hambúrgueres no McDonald’s para ter o privilégio de fazer o vestibular. Dava comida e cuidava dos meus três irmãos pequenos até que eles dormissem, e ficava acordado até 4h da manhã fazendo as lições de casa. Andava por uma parte perigosa da cidade depois das atividades extracurriculares porque não tinha condições de ter um carro. Deixava meu laptop do lado de fora da janela durante à noite para roubar sinal do Wi-Fi do vizinho para acabar meus trabalhos escolares. Fui zombado, e diziam que “naquela parte de Ohio, só filhos de médicos e advogados vão para as universidades da Ivy League, as mais prestigiosas dos Estados Unidos”. Na faculdade, eu entrei em pânico quando meu laptop quebrou porque eu tinha trabalhado por 150 horas ganhando salário mínimo para comprá-lo. Eu esfreguei privadas, organizei livros e vendi roupas para poder perseguir meus sonhos e viajar pelo mundo. Ao longo da vida, eu implorei e supliquei por todo tipo de ajuda e cupons. Sou filho de um imigrante funcionário de um armazém, primeira geração de estudante. Hoje, me formei em Harvard.

10. Collin Clarke, tem Síndrome de Down e trabalhava numa academia. Seu sonho era virar fisiculturista

11. Após 10 anos, esse homem realizou seu sonho americano. Hoje, ele é um orgulhoso cidadão dos Estados Unidos

12. Primeira da família a entrar numa universidade, essa jovem nasceu numa família pobre, moradora de uma pequena cidade, e com outros nove irmãos. Neste verão, conseguiu um estágio remunerado em uma das melhores empresas do país

13. Quando tinha 16 anos, ele tentou suicídio, mas foi salvo por um amigo. Hoje, é estagiário de terapia ocupacional pediátrica, ajudando no desenvolvimento de crianças

14. Gareth perdeu a perna em decorrência de um câncer. Três anos depois, correu na maratona de Londres, apesar de, aos 26 anos, estar em fase terminal

15. “Esse homem trabalhou por 16 anos até conseguir vencer esse torneio. Ele ficou feliz da vida não só por si, mas também por sua família”

16. Ele costumava frequentar a loja de videogames quase todo dia quando era jovem. Hoje, a mesma loja vende um jogo que ele criou

17. Essa jovem perdeu os dentes frontais, e pode sorrir pela primeira vez em sete anos

18. Anaya Ellick, de sete anos, nasceu sem as mãos. Dono de uma belíssima letra, ele ganhou um concurso nacional de caligrafia

Parabéns, Anaya, estamos orgulhosos de você!

19. Por conta das diferenças religiosas e culturais, as famílias de ambos foram contra o casamento entre eles. Mas depois de oito anos e meio, o amor venceu

20. Em 2011, Morolake Akinosun tuitou que, em 2016, se formaria e iria para as Olimpíadas. E em 2016, ela realmente se formou e participou dos Jogos Olímpicos do Rio, conquistando uma medalha de ouro

Ela disse. E depois ela realizou.

Qual das histórias acima é a mais comovente, em sua opinião? Tem histórias inspiradoras para compartilhar conosco? Comente!

Imagem de capa szissousz / Reddit