Incrível
Incrível

10 Remédios caseiros úteis para aliviar as dores de ouvido

Existem várias condições que podem prejudicar nossa saúde e a dor de ouvido é um dos problemas que mais causam desconforto. Sofrer desse mal interfere nas atividades diárias e afeta nosso desempenho no trabalho e na escola, bem como nossos momentos de lazer e relaxamento. No entanto, felizmente, existem alguns remédios caseiros que podem ajudar a reduzir esse desconforto.

Incrível.club deseja compartilhar com você algumas medidas que podem aliviar a dor de ouvido. Não se esqueça de consultar um médico antes de colocá-las em prática.

Por que temos dor de ouvido

A dor de ouvido pode ter várias causas, mas a mais comum é a chamada otite média aguda. Essa condição afeta principalmente crianças e ocorre quando a trompa de Eustáquio está bloqueada. A obstrução causa o acúmulo de líquido na cavidade, resultando em inflamação e infecção do ouvido médio. Outras causas desse tipo de dor são excesso de cera, problemas dentários, infecção dos seios da face ou da garganta, lesões decorrentes de mudanças de pressão e ranger dos dentes (bruxismo).

Embora o problema possa ser debilitante e interferir em nossas vidas diárias, nem sempre são necessários antibióticos para tratar a dor. Algumas das fontes de desconforto não são de origem bacteriana ou de infecções; portanto, existem alguns remédios ou ações caseiras que você pode tentar para reduzir o desconforto.

1. Analgésicos de venda livre

Os medicamentos de venda livre que podem ajudar a controlar a dor associada à infecção do ouvido são o acetaminofeno, o ibuprofeno e a aspirina — ácido acetilsalicílico. É importante seguir as indicações das doses apropriadas e consultar um médico antes de administrar esses medicamentos em crianças e bebês, pois eles geralmente precisam de doses menores. Não se esqueça de que não é seguro para menores consumir ácido acetilsalicílico.

2. Compressas frias ou mornas

Bolsas térmicas ou compressas frias podem ser usadas para aliviar a dor. Coloque-as no ouvido por 10 minutos, alternando entre frio e calor. Se achar mais confortável, também você pode usá-las em uma única temperatura. Esse método pode ser usado em adultos e crianças, tomando cuidado para não aplicar gelo diretamente nas crianças. O calor da bolsa térmica também não deve ser excessivo, nem deve-se dormir com ela. E não custa lembrar que crianças nunca devem adotar esse método sem a supervisão de um adulto.

3. Azeite de oliva

Embora não haja comprovação científica, muita gente usa azeite. Sua textura é benéfica para reduzir a dor causada pelo acúmulo de cera, pois a aplicação direta pode amolecer e eliminar o excesso. Como dissemos, não há comprovação científica. Mesmo assim, a Academia Americana de Pediatria destaca que colocar algumas gotas de azeite quente pode ter um efeito anti-inflamatório capaz de reduzir a dor.

4. Massagens

Para dores causadas por tensão ou advindas da mandíbula, tente massagear suavemente a área, aplicando pressão e começando pelas orelhas, indo em direção ao pescoço com movimentos para baixo e depois para a frente. Esse tipo de massagem também pode ajudar a aliviar a dor causada pela infecção no ouvido, drenando o excesso de líquidos e impedindo que o desconforto piore.

5. Gotas homeopáticas

Elas podem ser obtidas em farmácias ou online. São feitas com extratos de ervas e bastante úteis para reduzir a pressão causada por cera e líquidos. Foi descoberto que esses tipos de produtos são tão eficazes quanto aqueles com antibióticos; no entanto, recomenda-se consultar um médico antes de aplicar em bebês.

6. Gengibre

É considerado um possível anti-inflamatório que pode ajudar a reduzir a dor graças às suas propriedades naturais ativas, como as fornecidas pelo gingerol, além de ser antimicrobiano e antifúngico. Basta aplicar suco de gengibre quente ao redor do canal externo, sem colocá-lo diretamente no ouvido.

7. Alho

Por muitos anos, o alho tem sido usado como um auxílio para aliviar a dor e prevenir infecções, graças às suas propriedades anti-inflamatórias e antimicrobianas. Para acalmar o desconforto, mergulhe, por alguns minutos, em óleo de gergelim, alho previamente esmagado. Em seguida, coe e aplique no canal auditivo.

8. Água oxigenada

Outro remédio amplamente utilizado é o peróxido de hidrogênio (a famosa água oxigenada), um antisséptico popular usado para curar feridas e lesões. Para dor de ouvido, recomenda-se colocar de 3 a 5 gotas no ouvido afetado a cada 3 ou 4 horas. É importante deixá-las descansar dentro da orelha por alguns minutos antes de drenar tudo e lavar com água limpa.

9. Dormir sem fazer pressão no ouvido

É importante prestar atenção às posições que adotamos ao dormir, pois algumas podem piorar a dor causada pela infecção. Em vez de pressionar o ouvido afetado com o travesseiro, levante-o. Além disso, tente dormir com a cabeça elevada usando travesseiros extras. Essas posições favorecem a drenagem do ouvido e reduzem a dor.

10. Alcaçuz

Foi comprovado por um estudo que os componentes anti-inflamatórios e antibióticos do alcaçuz podem aliviar a dor no ouvido. Aqueça uma colher de sopa de alcaçuz e uma de manteiga. Misture tudo e aguarde 5 minutos até esfriar. Posteriormente, coloque a mistura do lado de fora do ouvido e deixe por 15 minutos. Após esse período, enxágue com cuidado.

Bônus: como impedir que as crianças tenham dor de ouvido

Nem sempre é possível evitar a dor de ouvido em crianças, mas algumas medidas podem ser tomadas para impedir que contraiam uma infecção. Entre elas, estão:

  • Ter as vacinas em dia.

  • Lavar as mãos com frequência para evitar a transmissão de germes.

  • Não expor os pequenos à fumaça do tabaco ou a qualquer outra fonte de fumaça.

  • Não colocar o bebê para dormir tomando mamadeira.

  • Evitar o contato com pessoas doentes.

Embora essas medidas possam ajudar a acalmar a dor de ouvido, lembre-se de que não substituem um tratamento especializado. Consulte um médico antes de aplicar qualquer um desses remédios, pois o canal auditivo é muito sensível e a introdução de qualquer substância nele pode causar alergias ou piorar a condição.

Você conhecia esses remédios naturais? Já usou algum deles? Ou prefere os tratamentos convencionais? Conte para a gente na seção de comentários.

Ilustrado por Oleg Guta exclusivo para Incrível.club
Compartilhar este artigo