Teste: 15 Desafios matemáticos para que seu cérebro vire uma calculadora

Se a matemática não existisse, muitas descobertas da ciência moderna não teriam sido possíveis. Às vezes, a matéria pode parecer um tanto complexa, mas quem disse que a matemática não pode ser divertida? Tudo depende de como enxergamos o problema, e certos desafios são perfeitos não apenas para exercitar o cérebro, mas também para proporcionar diversão ao mesmo tempo. Para checar se sua resposta está certa, basta clicar em cada imagem.

O Incrível.club lança aqui o convite: dê um passeio pelo terreno da matemática a partir de 15 desafios que exigem habilidade para fazer cálculos (ou mesmo usar a calculadora... não iremos dizer que você trapaceou).

1.

Clique na imagem para ver a resposta
Clique na imagem para ver a resposta

2.

Clique na imagem para ver a resposta
Clique na imagem para ver a resposta

3.

Clique na imagem para ver a resposta
Clique na imagem para ver a resposta

4.

Clique na imagem para ver a resposta
Clique na imagem para ver a resposta

5.

Clique na imagem para ver a resposta
Clique na imagem para ver a resposta

6.

Clique na imagem para ver a resposta
Clique na imagem para ver a resposta

7.

Clique na imagem para ver a resposta
Clique na imagem para ver a resposta

8.

Clique na imagem para ver a resposta
Clique na imagem para ver a resposta

9.

Clique na imagem para ver a resposta
Clique na imagem para ver a resposta

10.

Clique na imagem para ver a resposta
Clique na imagem para ver a resposta

11.

Clique na imagem para ver a resposta
Clique na imagem para ver a resposta

12.

Clique na imagem para ver a resposta
Clique na imagem para ver a resposta

13.

Clique na imagem para ver a resposta
Clique na imagem para ver a resposta

14.

Clique na imagem para ver a resposta
Clique na imagem para ver a resposta

15.

Clique na imagem para ver a resposta
Clique na imagem para ver a resposta

Quantos problemas você conseguiu resolver sem olhar as respostas? Desafie também os seus amigos para ver quem fica com o título de “calculadora humana”!

Compartilhar este artigo