Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

Pessoas famosas e os sacrifícios que fizeram por amor

Amar não significa apenas falar palavras bonitas ou dar presentes no dia dos namorados. Amar é mostrar força e superar desafios. Confira as histórias que trazemos hoje e veja o que algumas pessoas fizeram por amor.

Mako, a princesa do Japão, recusou o seu título por amor

  • A princesa do Japão, Mako Akishino, aceitou o pedido de casamento de seu namorado Kei Komuro. Os dois se conheceram enquanto estudavam na universidade e desde então não se separaram. Dizem que ele trabalhava em um café.
  • Como ele não é da nobreza, ao se casarem ela perderia o título real e se transformaria em uma plebéia. A decisão não foi tão difícil, porque ela apresentou o namorado para a sua família e, aparentemente, todos aceitaram.

O jogador de futebol Albert Riera que se apaixonou e foi morar no 'gelo'

  • Quando jovem, o jogador de futebol Albert Riera conheceu Yulia, uma garota russa da cidade siberiana de Omsk, em Palma de Pallorca, Espanha. Ele gostou muito dela e não disse que jogava futebol.
  • Em apenas um ano ele viajou para a Rússia para conhecer os pais de sua escolhida. Desde então ele vai muitas vezes para a Sibéria e acabou se apaixonando pela Rússia. Não tem medo do frio, da neve, gosta do pop russo e de hockey.

Linda McCartney aprendeu a tocar teclado para não ficar longe do marido

  • Paul McCartney foi o último dos Beatles a se casar. Ele gostava muito de Linda e não queria se separar nem por um minuto. Mas o que fazer com a turnê? A solução foi encontrada rapidamente: Paul a ensinou a tocar teclado e ela entrou para a a sua nova banda, os Wings.
  • Depois, Linda confessou que "as más línguas que diziam que eu não era afinada tinham razão". Mas o objetivo foi alcançado, enquanto os Wings estavam juntos, os dois tampouco se separavam (sem contar os 10 dias em que Paul esteve preso no Japão). Linda morreu em 1998, deixando um vazio no coração do ex Beatle.

John Lennon mudou de nome após o casamento com Yoko Ono

  • Falando em Beatles, a história de amor de Yoko Ono e John Lennon é um dos romances mais famosos do século XX. A japonesa chamou a atenção de Lennon pelo seu estilo de vida e ele se apaixonou rápida e perdidamente por ela. Após o casamento, Lennon acrescentou 'Ono' ao seu nome. Não foi exatamente um sacrifício, mas é interessante ver que uma pessoa com um nome tão conhecido tenha feito isso.

O segundo marido de Marilyn Monroe foi fiel até mesmo após a morte dela

  • A lenda do 'New York Yankees' Joe DiMaggio foi casado com Marilyn Monroe por apenas 9 meses. Nesse tempo, eles formaram um belo casal e mantiveram o respeito mesmo após o divórcio. Alguns anos depois, eles se reaproximaram, marcaram a data do segundo casamento, mas ela faleceu alguns dias antes.
  • Dizem que no primeiro casamento ela disse a ele: "Me promete que quando eu morrer você vai me levar flores toda semana". E ele o fez. Após aquela noite fatal de agosto de 1962, durante 20 anos e 3 vezes por semana ele mandava dezenas de rosas para a lápide. Ele jamais falou publicamente da relação e não se casou de novo.

Grace Kelly sacrificou a carreira de atriz para ser rainha

  • Quando Grace Kelly conheceu o Príncipe de Mônaco, ela já tinha uma carreira de sucesso no cinema, havia trabalhado com Hitchcock e diziam que seria a maior lenda do cinema de Hollywood.
  • O casamento com o Príncipe Raniero III de Mônaco provocou uma mudança inevitável nos seus planos e foi impossível continuar atuando. Ela decidiu viver pela monarquia e ajudou Mônaco a 'renascer'. Mas, vamos combinar: não deve ter sido uma decisão tão difícil, né?

O Rei da Inglaterra deixou o trono para viver ao lado da mulher amada

  • Em 1936, após a morte do Rei George V, do Reino Unido, seu filho Edward VIII se tornaria rei. Acontece que ele estava perdidamente apaixonado por Wallis Simpson, uma mulher inglesa sem títulos. O governo deu um ultimato ao rei: ou se casa ou vira rei. Com as palavras: "Não consigo ser rei sem a ajuda e o apoio da mulher que eu amo". Ele abdicou ao trono em favor de seu irmão, George VI. E eles decidiram se casar. A história é retratada no filme O Discurso do Rei.

F. Scott Fitzgerald fez de sua esposa a protagonista de todos os seus livros

  • F. Scott Fitzgerald e Zelda Fitzgerald eram considerados o casal mais famoso da época do jazz. O escritor a amava muito e não a deixou quando ela sofreu de esquizofrenia. Eles viajavam pelo país e ficavam em hoteis próximos a hospitais. Francis tentou de tudo para ajudá-la e a convertou no modelo de personagens femininos de seus contos e romances.

O pintor Niko Pirosmani deu 1 milhão de rosas vermelhas a uma cantora francesa

  • Pouco se sabe sobre a cantora francesa Marguerite de Sevres. Em 1905 ela fez algumas apresentações na Geórgia e o pintor Niko Pirosmani a viu. Foi amor à primeira vista e ele decidiu pintar 'Marguerite'.
  • Para declarar seu amor, ele encheu a área da casa dela com rosas vermelhas. A atriz, impressionada, correspondeu apenas com um beijo.

Sha Jahan construiu o Taj Mahal em memória de sua amada

  • Após a morte de sua amada esposa, Shah Jahan decidiu imortalizá-la para sempre. Seu amor era tão forte que ele não poupou esforços para construir a tumba. Os melhores especialistas de todo o império e dos países vizinhos de juntaram para criar durante 22 anos um edifício realmente único: o Taj Mahal. Ele é o símbolo de um grande amor e uma mostra de arquitetura perfeita. Como diz a música, "foi uma linda história de amor..."
Imagem de capa eastnews