Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

Especialistas revelam 8 motivos que podem levar você a ser traído

Histórias sobre traição contadas em filmes famosos ou livros de sucesso são tantas que é até impossível contá-las. Mas quando acontece conosco, não podemos deixar de nos perguntar: o que aconteceu para que meu parceiro ou parceira me enganasse? O que está faltando no relacionamento? De quem é a culpa? São quase sempre as mesmas perguntas que surgem quando o tema é infidelidade.

O Incrível.club reuniu opiniões de psicólogos e resultados de experiências científicas para revelar quais as circunstâncias que aumentam os riscos de uma traição. Após ler este post, você terá menos dúvidas sobre os motivos que levam à traição entre casais.

1. Falta de proximidade emocional

A falta de oportunidade de abrir o coração com o outro e receber palavras de apoio não provoca apenas a traição feminina, mas também a masculina. Na sociedade atual, existe um estereótipo segundo o qual o principal objetivo do homem é fazer sexo. Mas o consultor matrimonial Harry Newman, em seu livro "A verdade sobre a traição" (tradução livre), afirma que entre seus clientes, 47% dos homens que traíram suas parceiras destacaram a falta de intimidade emocional no relacionamento.

A situação fica pior diante da dificuldade masculina de expressar seus sentimentos. Nem sempre a mulher consegue perceber imediatamente quando o homem está precisando de algum tipo de apoio.

2. Influência da experiência e da companhia

Se a pessoa já teve a experiência de trair o parceiro em relacionamentos anteriores, então existe uma alta probabilidade que o mesmo acontecerá na relação atual. E é muito interessante perceber também que a companhia tem uma influência significativa. Ao responderem um questionário anônimo, mais de 75% dos homens participantes disseram que seus amigos também enganavam as esposas.

3. Vida íntima entediante

A falta de novas sensações na vida íntima é uma das razões pela qual 70% dos homens e 49% das mulheres traem. Vale ressaltar que a maioria dos que afirmaram isso indicaram que estão felizes no relacionamento, pois o casal não briga tanto nem costuma ter muitos mal-entendidos.

4. Vulnerabilidade por conta da crise de idade

Na vida de qualquer pessoa, chega o momento em que se faz uma espécie de balanço dos anos já vividos. Algumas delas chegam à conclusão de que todo vai bem, enquanto para outras chega a crise da idade. Neste momento, a pessoa fica mais vulnerável à tentação de provar a "fruta proibida". Estudos revelam que, frequentemente, isto acontece aos 29, 39 ou 49 anos, ou seja, antes do começo de uma nova década.

É claro que isso não quer dizer que um homem irá necessariamente trair quando fizer 39 anos. A idade é apenas um fator que pode influenciar em todas as circunstâncias que levam a uma traição.

5. Muito interesse nas redes sociais

Entre os casais nos quais uma das pessoas passa muito tempo no Twitter ou em outras redes sociais, o risco de adultério aumenta consideravelmente, já que está sempre em contato com as mais diferentes pessoas. Para eles, é normal deixar o parceiro ou parceira na solidão enquanto confere todas as suas notificações.

O "vício" nas relações virtuais pode provocar muitos problemas, e as comunicações nas redes sociais frequentemente passam para a vida real. São dois fatores que criam o ambiente propício para a traição.

6. Trabalho e viagens de negócios

Segundo os resultados de uma das pesquisas mais importantes sobre esse assunto, mais de um terço dos homens que traem são homens de negócios, que passam muito tempo no trabalho ou viajam muito por conta da profissão. Entre o sexo feminino, o índice de entrevistadas que admitiram ter relações extraconjugais no trabalho foi de 13%. A probabilidade de trair no ambiente de trabalho aumenta entre os 6 e 9 anos de casamento, pois é nessa fase que os relacionamentos ficam mais frágeis, exigindo mais dedicação das pessoas envolvidas.

7. Falta de oxitocina

A oxitocina desempenha um papel importante na construção do apoio às relações de confiança. A substância é conhecida como o hormônio dos abraços, já que o toque corporal frequente e os beijos aumentam o nível dela no nosso corpo. Segundo especialistas, a falta deste hormônio pode ser um dos motivos que levam à traição.

Em uma experiência, alguns homens casados receberam doses de oxitocina e foram apresentados uma mulher atraente. Foi proposto que eles se aproximassem dela o quanto quisessem. Os participantes que tinham recebido uma dose maior de oxitocina insistiam em manter uma distância maior da mulher em questão, em comparação com aqueles que haviam recebido placebo.

8. "Não consigo ser de outro jeito"

Há ainda aqueles que não imaginam suas vidas sem a adrenalina produzida pela traição. Independentemente da idade, experiências e outros critérios, eles traem usando a desculpa de que não sabem se comportar de outro jeito.

As verdadeiras razões desse comportamento variam de indivíduo para indivíduo, se escondendo nas profundezas do subconsciente. Mas o resultado visível é o seguinte: para alguns, é muito difícil - para não dizer impossível - ser monogâmico.

Mais algumas palavras sobre o assunto

Especialistas destacam que, na maioria dos casos, a causa da traição não é apenas uma, e sim uma combinação dos vários fatores citados acima. Nesse caso, muitos casais que estão sempre lidando com a infidelidade de uma das partes mantêm o casamento. Alguns conseguem até fortalecer o relacionamento. O que você acha? Há situações em que a traição pode ser perdoada? Deixe seu comentário!