Incrível
Incrível

20 Relatos de filhos na internet capazes de provar que “mãe é tudo igual” mesmo

Diz o ditado que: “Ser mãe é padecer no paraíso”. A gente até concorda com isso, mas é preciso lembrar que ser filho também tem suas doses de alegrias e situações inusitadas... O amor expressado em forma de cuidado, as dificuldades com as novas tecnologias e as interpretações ao pé da letra estão presentes na maioria das relações entre mães e filhos. E são capazes de gerar histórias de amor, risadas e curiosidades.

Para colocar à prova outro ditado que afirma que “mãe é tudo igual, só muda o endereço”, a equipe do Incrível.club saiu em busca de relatos de filhos sobre costumes particulares de suas mães que poderiam, perfeitamente, estar presentes em todos os outros lares. Veja os exemplos que encontramos.

  • Minha mãe usa minha garagem quando vai trabalhar, três vezes por semana. Ela costuma deixar uma maçã ou uma banana em frente à minha porta. Mas, uma coisa que ela sempre faz, que só confirmei recentemente, é que ela diz “eu te amo” quando passa pela minha janela. Eu pensei que estava sonhando quando ouvi pela primeira vez. Então, perguntei e ela disse que faz isso todas as manhãs. Eu não sei você, mas ser acordado por sua mãe dizendo “eu te amo”, mesmo aos 31 anos, é muito lindo e sempre me leva de volta a um bom sono/sonho. © FatTortie / Reddit
  • Lembrei dessa que acho muito fofa. Logo que saí de casa, minha mãe iniciou um hábito novo — que só para quando eu estou na casa dela —, mas, assim que saio, seja para viagens curtas ou de mudança, ele volta a fazer: todo dia, quando acorda, a primeira coisa que ela faz ao sair da cama (antes mesmo de ir ao banheiro) é vir até o meu quarto, para abrir a janela e dar bom dia. ❤️
  • Sempre que fico na casa dela, cerca de uma hora antes de eu sair, ela junta todos os pertences que ainda não peguei em casa e os coloca em uma sacola. Com (em geral) uma caixa de cereais, algumas frutas e um Tupperware com as sobras do jantar de ontem. A última vez em que fui para a casa dela, levei meu amigo comigo. Na segunda-feira, recebi uma mensagem dele, comendo os restos do café da manhã de domingo em uma Tupperware da minha mãe. Ela tinha feito isso com ele também! © notmynaughtyprofile / Reddit
  • Minha mãe, vegetariana há quase 50 anos, tem um freezer cheio de carne para preparar refeições para mim e meus irmãos, quando ela sabe que vai nos ver, para ter certeza de que teremos uma boa refeição caseira. Para referência, eu também sou uma mãe de 30 e poucos anos de uma criança, então cozinho todos os dias, e um dos meus irmãos é um chef de verdade. Mas ela ainda faz isso! © shannonspeakstoomuch / Reddit
  • Minha mãe dizia não gostar de gatos e só permitia que adotássemos cachorros, até que um dia eu e minha irmã resgatamos um gatinho muito filhote, que estava num estado de saúde complicado, machucado, bem fragilizado, enfim... Não pensamos duas vezes e levamos para casa, mesmo sabendo que minha mãe brigaria com a gente. Quando minha mãe chegou do trabalho, eu e minha irmã ficávamos ensaiando como contar sobre o gatinho, que estava escondidinho em uma caixinha de sapatos. Por coincidência ou não, naquele dia minha mãe mostrou para a gente que tinha ganhado algumas blusas e, entre elas, uma tinha estampa de gatinho... kkkk... Eu e minha irmã não seguramos o riso. Minha mãe, achando tudo aquilo estranho, ficou desconfiada. Aí, confessamos que havíamos adotado um gatinho. Ela ficou muito brava e disse: “Some com esse gato agora, não quero saber de gato, vocês sabem disso!” Mas eu e minha irmã não tínhamos um “plano B” e deixamos o gatinho por ali mesmo, em uma caixinha, embaixo do tanque. No outro dia, bem cedinho, ouço minha mãe falando com o gatinho... kkkk. Quando acordei, ela já estava com o bichano no colo, embrulhadinho em um paninho e dando leite para ele. Por fim, foi minha mãe quem mais cuidou do gatinho, deu remédio e muuuito carinho. 💜
  • Quando vinha me visitar, ela aparecia na minha casa com uma sacola cheia de provisões para a vida inteira (geralmente, coisas sofisticadas, como pão de fermentação natural, croissants e geleia chique para o café da manhã). E, imediatamente, começava a limpar, mesmo que eu tivesse deixado a casa inteira imaculada. Sempre trazia um par de saquinhos de chá descafeinado. Também identificava rapidamente trabalhos de reparos para o meu pai fazer. © ProcrastiFantastic / Reddit
  • Eu saí de casa muito nova, com 13 anos, para estudar em outra cidade. Sempre que eu vinha visitar minha família, voltava CHEIA de comida. Mas assim: não era um pedaço de bolo, algumas frutas e chocolate. Era: um bolo e meio, carne congelada, pizza, feijão, massa, uns quatro pães caseiros grandes, bolachas, frutas, queijo, geleias, etc. Passei 18 anos nesse ritmo. Cada vez que ia visitar minha família, precisava voltar com mais umas três malas só com comida. Até hoje, se alguém vai visitá-la e elogia algo que comeu na casa dela, tem de se preparar para voltar com meia tonelada dos mais variados tipos de comida.
  • Ela me liga para saber como eu e as crianças estamos e, depois de responder com um: “Arram” quando eu digo que está tudo bem ou normal, ela começa a me contar fofocas sobre pessoas que eu não conheço, mas ela parece acreditar que eu sei quem são porque, provavelmente, já as vi uma vez, cerca de 25 anos atrás. © Caffine_pets_addict / Reddit
  • Minha mãe gosta de comprar, para os membros da família, o que ela considera suas refeições favoritas. Minha parceira gosta de macarrão com queijo — então, praticamente toda vez que meus pais vêm à nossa casa, ela traz esse prato para a minha noiva. Na maioria das vezes, esse hábito é bem-vindo. Mas tenha cuidado: faça algum comentário improvisado sobre gostar de um picadinho de carne e você poderá receber um, toda semana, pelos próximos 20 anos. © Scottyhotwheels / Reddit
  • Moro em outra cidade e fui visitar meus pais. Mandei uma mensagem às 6h avisando que chegaria por volta das 13h, para não se preocuparem e dizendo que estava tudo bem. Minutos depois, recebo seguidas ligações da minha mãe. Quando vi, já se acumulavam mais de 10 chamadas perdidas. Curioso, enviei no WhatsApp: “Não posso atender agora. O que houve?” E recebo como resposta: “Achei que você estava lá fora tocando a campainha. Fiquei preocupada quando olhei pela janela e não vi ninguém”. Não sei se ela não leu os recados anteriores, se entendeu errado ou apenas ignorou a informação. Mas prefiro acreditar que as mães criam a sua própria realidade que, no fundo, é toda baseada em cuidado e atenção.
  • Minha mãe fica com meu filho às segundas-feiras quando vou trabalhar. E ela começou a trazer seu próprio cesto de limpeza com produtos que gosta de usar. Minha casa cheira a limpeza toda semana, mesmo que tenha sido totalmente faxinada no fim de semana. Minha avó costumava fazer o mesmo quando éramos crianças. 😂 Ela também começou a trazer compras questionáveis ​​do mercado, como um saco de doces que ela achou que eu gostaria. A mulher tem apenas 56 anos — e tenho medo de pensar como ela será nos próximos 10 ou 15 anos! © Flosstopher / Reddit
  • Se eu passar o telefone para minha mãe para ler esse post, ela vai segurar o aparelho e esticar o braço, e piscar rapidamente com o queixo pressionado contra o peito. Depois, vai dizer que não entendeu nada e, ainda, perguntar: “Quem são essas pessoas com quem você está falando?” © gregsmith93 / Reddit
  • Um dia, ainda no início da minha adolescência, minha mãe e eu passamos em frente a uma casa que havia acabado de ser construída, em nosso bairro. Era uma casa muito moderna para a época e fiquei encantada com a arquitetura. Mas ela era pintada de lilás. E eu disse: “A casa é um sonho, mas essa cor...”, claramente querendo dizer que não gostei. Não sei por qual motivo, minha mãe entendeu que eu havia adorado a casa justamente pela pintura... Daquele dia em diante, tudo o que ela me dá de presente é lilás! 🟣 E eu não gosto dessa cor. Já falei isso algumas vezes, minhas irmãs já explicaram, mas ela segue me brindando com “surpresas lilases”, quase 30 anos depois!
  • Todos os anos, no meu aniversário e nos dias que antecedem a data, minha mãe me relembra sobre o que ela estava fazendo exatamente naquele minuto, X número de anos atrás. Por exemplo, é meu aniversário de 25 anos. Então, às 13h24, ela diz: “Há 25 anos, eu estava comendo uma torrada quando tive outra contração!” © guffiepiggie / Reddit
  • Sempre que vai contar qualquer história, minha mãe faz questão de descrever tudo nos mínimos detalhes. O problema é que os detalhes são completamente aleatórios... Então, as conversas costumam ser assim: “Na sexta-feira... quer dizer, acho que foi na quinta, pois na sexta eu não saí de casa... Não, na sexta eu saí sim, acho que foi na quinta que fiquei o dia todo enrolada em casa. Ah, isso mesmo! Eu ia sair mas não consegui porque o rapaz da água ficou de trazer o garrafão de manhã, mas furou o pneu da moto dele e eu precisei esperar até o fim do dia porque o borracheiro tinha ido levar a filha ao dentista e não tinha como arrumar o pneu. Aí, o moço atrasou todas as entregas. Diz que o dentista da filha do borracheiro é aquele menino que era seu amigo da natação, o filho da vizinha lá naquela casa que moramos quando a nossa estava reformando...” No fim, ela se perde nas histórias paralelas e não lembra mais o que ia contar inicialmente...
  • Quando vem à minha casa, não consegue apenas se sentar e me deixar fazer uma xícara de chá para ela. Ela tem de estar atenta a tudo e andar pela casa, movendo coisas e arrumando. Isso é agradável de certa forma, mas também levemente frustrante, pois, mais tarde, não consigo encontrar nada do que estou procurando. © samtylers / Reddit

Ah, é amor — e humor! — que não acaba mais... Fala a verdade: essas situações poderiam ter acontecido aí mesmo, na sua casa, não é? Conte para a gente um costume ou curiosidade da sua mãe. Queremos ouvir sua história!

Incrível/Relacionamento/20 Relatos de filhos na internet capazes de provar que “mãe é tudo igual” mesmo
Compartilhar este artigo
Você pode gostar destes artigos