17 Pessoas que tentaram encontrar seus amores, mas os encontros não saíram como o esperado

Qualquer encontro romântico é como jogar na loteria: nos deixa animados e nervosos ao mesmo tempo. Você pode sair de lá com um novo amigo ou amiga, encontrar o amor da sua vida ou passar por situações “curiosas”, que pelo menos poderá contar depois para seus filhos e netos.

Nós, do Incrível.club, tivemos certa dificuldade de parar de rir ao ler as 17 histórias abaixo de alguns internautas que contaram sobre seus encontros mais “ridículos”, que poderiam ser roteiro de qualquer peça ou filme de comédia. Acompanhe!

  • Conheci um rapaz pela Internet, e combinamos de nos encontrar em um restaurante. Quando estava saindo de casa, recebi uma mensagem dele dizendo: “Eu mostrei sua foto à minha mãe, e ela não gostou de você. Desculpa, eu não vou mais”. © feyahuya / pikabu

  • Estava saindo com uma garota. Ela me forçou a passear por um parque, onde havia uma enorme cachoeira. Minha querida senhorita teve a brilhante ideia de tirar uma foto nas rochas perto de onde a água caía. Ela disse: “Tire uma foto minha!” E assim que ela terminou a frase, escorregou e caiu na água. Como eu sou cavalheiro, tive que entrar na água para ajudá-la a sair de lá. © KAHuCTPA / pikabu

  • No primeiro ano da faculdade, saí com um menino que aparentemente não tinha passado no vestibular para Arquitetura. Ela passou 2 horas me mostrando os esboços que tinha feito e mal olhou para a minha cara. Eu não aguentei e fui embora, me escondendo atrás de uma garçonete. Ele nem notou. © motherofshiba / twitter

  • Uma vez um menino me convidou para jogar sinuca (foi nosso primeiro encontro). Ele perdeu, ficou chateado e nunca mais nos vimos. Fim. © N_Naivette / twitter

  • Estava andando de bicicleta com um rapaz. Bati a bicicleta no meio-fio, e a corrente soltou. Ele foi muito cavalheiro e veio ao meu resgate: enquanto estava consertando a corrente, a bicicleta se soltou e o pneu foi direto no rosto dele. Nós dois ficamos nervosos e fomos ao hospital juntos. Hoje em dia, ele é meu marido. © kokoro / pikabu

  • Ele me convidou para ir à igreja em nosso primeiro encontro, somente porque lá tinham várias relíquias interessante. O encontro foi bom, mas realmente pouco convencional. © Betelgeuseray / twitter

  • Conheci um rapaz de 27 anos pela Internet. Ele pareceu ser interessante pela conversa e, por isso, marcamos um encontro. Eu, como sempre, me atrasei um pouco, entrei no café, e o vejo com sua mãe ao lado. O encontro se transformou em um processo de seleção, pois eu só falava com a mãe dele, discutíamos sobre a saúde do querido filho dela e das minhas possíveis habilidades de tomar conta da casa (que são inexistentes). Felizmente, eu consegui arrumar uma desculpa na forma de “apareceu um imprevisto” e fui embora. Depois desse episódio, comecei a passar menos tempo tentando encontrar alguém pela Internet. © dabigatran / pikabu

  • Saí com um rapaz uma vez que tinha um olho de vidro. Fomos no cinema e, por não saber, escolhi um filme em 3D. No final, ele disse que o filme foi legal, só um pouco embaçado. Que fiasco! © feyahuya / pikabu

  • O menino me levou para um encontro no cemitério. Ele começou roubando o meu café. No final, então, ele disse que não poderia namorar alguém com um chapéu tão feio como o que eu estava usando. Ele terminou comigo (sem nem mesmo começar) e me largou no meio do nada. © Capitolina18 / twitter

  • No final da noite, depois de comermos no restaurante, eu disse que pagaria a minha parte. Ele recusou, mas depois ficou repetindo o caminho inteiro até a minha casa que eu devia 6 euros a ele. © hateniggas_gays / twitter

  • Conheci um homem chamado Alexandre em um site de relacionamentos. Ele tinha 42 anos e parecia ser muito bonito pelas fotos. Marcamos um encontro no cinema. Foi dia de semana, então tinha poucas pessoas. Cheguei no local, peguei o telefone e liguei para ele. Vi, no entanto, que o único homem que pegou o celular nessa hora foi um senhor de uns 70 anos. Eu disse no telefone que já tinha chegado e que estava esperando por ele. Nesse momento, esse mesmo senhor se aproximou e beijou a minha mão. Ele estava usando um suéter que só podia ser popular nos anos 90, possivelmente ele usava os tênis mais bregas que eu já tinha visto, além de uma bengala na mão. Eu estava um pouco chocada, e perguntei: “Alexandre, você poderia explicar?” Esse querido senhor me disse que não colocou sua foto verdadeira, pois queria que eu apreciasse sua beleza interior e intelecto. Por respeito à idade dele, ofereci de acompanhá-lo até o metrô, no que ele me disse: “E o filme? Eu fui até o banco retirar dinheiro, viu?”. © Zaponka81 / pikabu

  • 20 minutos antes do encontro, recebi uma mensagem do rapaz dizendo que sua irmã teve um acidente grave e ele precisava ir ao hospital. Mais tarde, à noite, ele escreveu dizendo que tinha mentido, que não tinha irmã nenhuma e que estava apenas nervoso. Ele tinha 35 anos. © stardust01 / pikabu

  • Certa vez saí com uma mulher que tinha marcado com 3 rapazes ao mesmo tempo. Assim que o último chegou no local, ela entrou no carro dele e foi embora. Troquei olhares com o homem que restou, e fomos para o bar esfriar a cabeça e falar sobre como certas mulheres são descaradas. © Dick4romMountain / pikabu

  • Era inverno. Estava saindo com um rapaz pela segunda vez. Enquanto conversávamos, eu espirrei e logo pedi desculpas, mas ficou um catarro verde no meio do meu rosto. O pior foi que eu não notei imediatamente. Quando me virei, vi ele puxando e me entregando um guardanapo. Fiquei toda vermelha de vergonha, pedi desculpas e achei que seria nosso último encontro. Mas não, estamos juntos há 2 anos. © Bubleed / pikabu

  • Uma vez tive um encontro com um homem que afirmava que as mulheres achavam a combinação de perfume com cheiro de cigarro maravilhosa. Talvez, quem sabe, um Hugo Boss com charutos cubanos não seja desagradável. Agora, um perfume de mercado com “Derby” não dá! © Polar.fox / pikabu

  • Depois do encontro, o rapaz se ofereceu para me levar para casa. No meio do trajeto, no entanto, ele virou bruscamente para voltar o caminho. Mais tarde, disse que foi porque ele precisava buscar sua mãe no trabalho, ou ela “brigaria com ele”. © LampaKota / pikabu

  • Estava num encontro em um bar. Pedimos a conta e o total deu uns 200 reais. Ele reclamou que estava caro demais. Eu fiquei um pouco desconfortável, mas ofereci para dividir ao meio. Fizemos assim, mas ele ainda estava reclamando de que 100 reais era muito caro. Então, eu perguntei o que seria o normal. Ele respondeu dizendo que comprava normalmente as bebidas no mercado, por serem mais baratas, e bebia na rua mesmo. Nós já estávamos em nossos 30 anos. © SotrudnikDobra / pikabu

Quais foram os encontros mais constrangedores ou engraçados que você já teve? Comente!

Imagem de capa feyahuya / pikabu
Compartilhar este artigo