Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

14+ Histórias de pessoas que veem apenas o objetivo, não os obstáculos

A vida provavelmente seria muito mais entediante sem a engenhosidade de certas pessoas, já que algumas podem encantar o futuro marido, aumentar o orçamento familiar ou apenas cativar os internautas. As situações mais engenhosas são transmitidas de boca em boca e, muitas vezes, se tornam histórias inesquecíveis.

Os heróis da seleção de hoje do Incrível.club certamente não serão esquecidos nas páginas da Internet por conta da enorme engenhosidade que demonstraram. No bônus: uma história sobre como a criatividade e a pão-durice podem andar de mãos dadas. Confira!

  • Recentemente, usei o serviço de carsharing — aluguel de carros compartilhados. Pelo aplicativo, encontrei o endereço do veículo e segui as coordenadas. Quando eu já estava ao lado do carro, continuei recebendo a mensagem do aplicativo: “Chegue mais perto”. Como eu já estava quase me sentando no capô, optei por ligar para a central de atendimento. O funcionário passou 30 minutos tentando me explicar algo, até que disse: “Então, façamos assim. Primeiro, você deve acionar o modo avião no seu aparelho”. Sem pensar muito, fiz o que ele pediu e, evidentemente, a ligação foi terminada. Fiquei impressionado com a engenhosidade que ele teve para se livrar de mim. Liguei novamente e precisei explicar tudo de novo, pois fui atendido por outra pessoa. Acho que teria sido mais engraçado se ele tivesse dito: “Para começar, finalize a chamada”. © creyz / Pikabu

  • Há uma semana, eu estava passando por um lixão. Era noite e, apenas com a luz dos faróis, vi uma tábua de madeira no chão e um chifre de veado em cima. Enorme, com umas 6 ramificações. Parei o carro e voltei. Minha esposa perguntou: “Para que precisa disso?” Respondi que poderia vendê-lo depois. Percebi que ela estava incrédula, mas o peguei mesmo assim. No dia seguinte, fomos juntos vender o chifre, que pesava 3 kg. Resultado: 200 reais para a conta da família! © leher / Pikabu

  • Eu moro em Vancouver. Os desabrigados, no centro da cidade, vivem pedindo esmola na saída das lojas. Minha desculpa favorita para me livrar dessa situação sempre foi: “Me desculpe, mas não tenho dinheiro em mãos, só cartão”. Pelo menos, até recentemente, quando um pedinte me respondeu: “Não tem problema, eu tenho a máquina para você passar o cartão”. Minha primeira esmola dada por cartão foi de 20 dólares. Tudo isso pela originalidade do moço. © netghost / Bash

  • Meu colega me perguntou no trabalho o que poderia estar errado com uma televisão se há som, mas não imagem. Eu disse que poderia dar uma olhada por uma compensação justa. Ele: “Não, obrigado, eu que estou tentando ganhar dinheiro extra com isso”. © unknown / AdMe

  • Uma vez, recebi uma mensagem no celular de um número desconhecido, que dizia: “Espero você às 19h no nosso lugar”. Primeiro, pensei que alguém deveria ter digitado o número errado, mas depois lembrei que, no 9º ano da escola, eu saía com um rapaz quatro anos mais velho e o “nosso lugar” era ao lado da fonte da cidade. Por isso, fui para lá. Quando cheguei, lá estava ele. Foi assim que eu reencontrei o meu atual marido. © “Подслушано” / VK

  • Lembro-me de estar muito nervosa antes de encontrar meus novos colegas de classe. Eu sou introvertida por natureza e, portanto, pessoas novas e conversas em grupo são um grande estresse para mim. Já imaginei como ficaria isolada em um canto. Por isso, talvez por conta do nervosismo, comecei a falar sobre um assunto totalmente aleatório só para que vissem que eu sabia conversar. Parece que deu certo e mais pessoas se aproximaram para falar comigo. No dia seguinte, tivemos de escolher um representante de turma e, por voto quase unânime, eu fui a escolhida. Ainda estou em choque com o que se passou. © “Подслушано” / VK

  • Nossa empresa passava por uma vistoria e, por isso, tiveram de me mover para uma sala separada, pois havia muitos auditores fiscais e pouco espaço. Agora, quando alguém entra nesta sala e me pergunta: “Pediram para você sair?”, eu respondo dizendo que fui promovida. © darinastroykina / Twitter

  • Lembro-me de quando eu e umas amigas fomos visitar uma cidade no inverno e alugamos um apartamento. Mas não havia geladeira. O que fazer? Pensamos: como está muito frio na rua, podemos pendurar algumas sacolas de produtos na varanda. Ficamos tão animadas com nossa criatividade, que não percebemos que estávamos no primeiro andar. No dia seguinte, as sacolas haviam desaparecido. © unknown / Bash

  • Minha esposa foi criada apenas pelo pai, que era um engenheiro mecânico. O homem tinha mãos de ouro e uma sagacidade invejável. Ele poderia trocar o pneu do carro da filha com uma serra e isso não seria um problema. Mas o que mais me surpreendeu foi o seguinte: durante uma viagem romântica pela floresta, o pneu do meu carro furou, e minha esposa, sem pensar muito, tirou da bolsa uma lata de WD-40 para que eu removesse a roda com mais facilidade. Ela ainda disse que sempre andava com ferramentas de carro na bolsa. Como poderia não me casar?! © unknown / Bash

  • Encontrei uma camisa velha do meu pai com uma estampa “jeans” e a levei para casa. Lavei-a, alterei o comprimento e a remodelei para uma versão mais feminina. Sou apaixonada por ela e a uso frequentemente. Minhas amigas perguntam onde eu a comprei e dizem que querem uma igual. Eu fico quieta. Na verdade, tenho uma boa condição financeira, mas essa camisa deve ter pelo menos uns 20 anos e ainda é a minha preferida. © “Подслушано” / VK

  • Os brincos de tarraxa foram inventados para que as pessoas pudessem trocar o chip do iPhone enquanto viajassem de avião. © asfari_z / Twitter

  • Estava na rua quando, de repente, minha unha se soltou. Praticamente escutei ela me dizer: “Gostaria muito de permanecer nas suas mãos, minha rainha”. Por isso, colei a “fugitiva” com cola instantânea para não andar na rua com um dedo desfalcado. Ainda assim, me parecia que todas as pessoas olhavam apenas para minha unha. Marquei um horário no salão de beleza. © jenna_rnd / Twitter

  • Procurava o banheiro no andar do meu escritório. Havia umas 30 salas naquele andar, e pelo menos umas 10 pessoas trabalhando em cada uma delas. De uma das portas, saiu uma mulher de salto alto, vestido curto social, maquiagem e... uma toalha na cabeça. Nas mãos, shampoo. © Yana / AdMe

  • Criei um organizador de itens de escritório inteiramente de LEGO, pois, na época, não tinha dinheiro para comprar tal coisa. Hoje, minha situação está melhor, mas ainda prefiro usar a invenção que eu mesmo criei em LEGO. É tão divertido! © IamEclipse / Reddit

Bônus: às vezes, há uma linha muito tênue entre a sagacidade e a pão-durice

  • Minha amiga resolveu alugar uma casa de campo. Por três anos, ninguém havia morado lá, e a terra estava praticamente vazia. Ela e o marido trabalharam duro na plantação diariamente. No início do verão, porém, a proprietária apareceu e disse que, como ela mesma havia plantado as cerejeiras, macieiras e pereiras, as árvores não precisariam de cuidados e, por isso, ela colheria os frutos. A mulher ainda explicou que tudo o que eles plantassem na terra, poderiam colher, mas os frutos das árvores eram propriedade dela. Minha amiga disse ter ficado em choque. © Мадемуазель Алиса / AdMe

Você já se deparou com pessoas extremamente engenhosas? Ou será que você é uma delas? Compartilhe suas experiências nos comentários!

Imagem de capa Yana / AdMe
Compartilhar este artigo